Human: os conceitos e as inspirações do álbum Sad Modern World

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Gleison Junior, Fonte: Roadie Metal, Press-Release
Enviar Correções  

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

A banda de Heavy Metal Tradicional Human está ativamente divulgando seu último registro de estúdio, o álbum "Sad Modern World" lançado originalmente em outubro de 2016 e só agora distribuído para a imprensa, que aos poucos vai tecendo críticas positivas sobre o trabalho, elevando como principais destaques as composições e arranjos criados pelos músicos do grupo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os músicos do grupo não medem esforços para criar conceitos introspectivos, inspirados em temas diversos que vão desde pensadores ou filmes clássicos. A banda em comemoração pelo primeiro aniversário do álbum, Sad Modern World, revela o conceito individual e a fonte de inspiração de cada música presente no disco.

Confira abaixo o conceito completo de "SAD MODERN WORLD":

Beyond Good and Evil (Letra: Rafael Sampaio)

Beyond Good And Evil é a música que abre o disco Sad Modern World. A letra é uma crítica ao maniqueísmo, a manipulação e alienação que decorrem dessa concepção. Já que muitos utilizam tal ideia para levantarem verdadeiros impérios à custa da "fé cega" alheia. A canção também aborda a visão de "céu" e "inferno" como meras metáforas e não como locais de salvação ou condenação

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Make Your Choice (Letra : Níass)

O filósofo Friedrich Nietzsche é, sem dúvida, uma forte influência na escrita da banda e o trecho abaixo serviu de grande inspiração para a escrita de Make your choice (Faça a sua escolha).

"Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar, para atravessar o rio da vida – ninguém, exceto tu, só tu. Existem, por certo, atalhos sem números, e pontes, e semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio; mas isso te custaria a tua própria pessoa; tu te hipotecarias e te perderias. Existe no mundo um único caminho por onde só tu podes passar. Onde leva? Não perguntes, segue-o!"

publicidade

A canção aborda as inesperadas mudanças que ocorrem em nossas vidas e fala sobre como é preciso acreditar em si mesmo, enfrentar nossos medos e ir em busca do que verdadeiramente desejamos.

Sad Modern World (Letra : Níass)

"Somos apenas fantoches oprimidos que dançam sobre o alicerce social" Esse trecho, de certa forma, sintetiza a ideia da faixa título do disco. Sad Modern World revela uma forte crítica a este "mundo corrido" no qual vivemos, onde o indivíduo, na busca por mais e mais dinheiro, vai se adequando aos padrões e se afastando de si mesmo!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O documentário "A servidão Moderna" também teve uma pequena influencia na escrita desta letra!

Checkmate (Letra: Rafael Sampaio)

A música Checkmate foi inspirada no filme "O Sétimo selo", dirigido pelo sueco Igmar Bergman e lançado em 1957. A cena da partida de xadrez entre o cavaleiro Antonius Block (interpretado por Max Von Sydow) e a morte ("encarnada" por Bengt Ekerot) foi a fonte de inspiração para os versos "Life is like a chess/We play with death every day/ Until we suffer a checkmate", que posteriormente deu origem ao restante da canção.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Evolution At Any Cost (Letra Níass & Rafael Sampaio)

A canção critica a ganancia do homem que em busca da "evolução", do "progresso", destrói implacavelmente a natureza.

We Can Live Our Time (Letra: Níass)

A canção, que possui a participação do vocalista Bruno Passy, da banda soteropolitana de Hard Rock, Bratákia, aborda que é possível conviver com as diferenças quando há um sentimento verdadeiro entre as pessoas.

Sweet Home of Stars (Letra: Níass)

A letra faz crítica as falsas promessas feitas pela grande maioria dos pastores e/ou por certos políticos que tentam a qualquer custo manipular as pessoas com seus falsos discursos.

Break The Chains of your Mind. (Letra: Níass)

A canção faz críticas aos valores morais contraditórios que aprisionam as pessoas em um mundo onde impera a intolerância e o conservadorismo.

A banda ainda possui algumas cópias para venda, os interessados em adquirir o álbum Sad Modern World, é só entrar em contato com a banda em sua página oficial no Facebook.

Formação:
Pedro Neto – Vocal
Níass – Guitarra
Rafael Sampaio – Baixo
Clauzio Maia – Bateria

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Roadrunner: os álbuns mais desprezados de todos os temposRoadrunner
Os álbuns mais desprezados de todos os tempos

Hard Rock e Heavy Metal: Os 10 videos mais toscos sem quererHard Rock e Heavy Metal
Os 10 videos mais toscos "sem querer"


Sobre Gleison Junior

Casado, Pai do Gustavo e do Bernardo - Amante do bom e velho Rock and Roll - Apresentador do programa Roadie metal, A Voz do Rock e idealizador das coletâneas Roadie Metal, além de criar e administrar o site Roadie Metal!

Mais matérias de Gleison Junior no Whiplash.Net.

Cli336 CliIL Cli336 WhiFin Cli336 Cli336 Cli336 Cli336