Slash: ele sentiu falta de sua banda solo enquanto estava com o Guns N' Roses

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Clay Marshall / Blabbermouth
Enviar Correções  

O guitarrista Slash disse, em entrevista a Clay Marshall (transcrição via Blabbermuoth), que sentiu falta de seu projeto solo enquanto excursionava com o Guns N' Roses, nos últimos anos, pela turnê "Not In This Lifetime... Tour". A banda solo do músico conta com Myles Kennedy nos vocais e apoio do The Conspirators - Todd Kerns no baixo, Brent Fitz na bateria e Frank Sidoris na guitarra rítmica.

Slayer: "Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie

Scorpions: a história por trás da música "Wind of Change"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"São caras muito bons, boas pessoas. Desenvolvemos isso ao longo do tempo e foi melhorando. Fiquei muito próximo deles. Meio que senti falta de trabalhar com eles, porque é muito divertido. Os caras do Conspirators são únicos e tudo que eles querem fazer é tocar - e são bons nisso. Nenhum deles está em reabilitação, usando drogas ou algo do tipo - naturalmente, eles apenas não ficam chapados. Não digo que ninguém no Guns faz isso, mas sempre tive esse problema ao formar novas bandas. Então, sim, meio que senti falta de estar com eles e foi divertido nos juntarmos novamente", afirmou.

Slash destacou, ainda, que começou a trabalhar em "Living The Dream", seu disco solo mais recente e lançado no mês passado, ainda no ano de 2014, durante a turnê do álbum anterior, "World On Fire" (2014). Ao voltar para o Guns N' Roses, em 2016, o guitarrista afirmou que só pensava em sua banda solo durante as pautas da "Not In This Lifetime... Tour".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Há uma separação consciente das duas bandas. Para o Conspirators, eu componho em quartos de hotel, daí levo para a passagem de som e começamos a trabalhar ali mesmo. Com o Gnus N' Roses, é consciente que não devo fazer nada que não seja Guns N' Roses. Tenho algumas ideias que fiz e que são especificamente ideias do Guns N' Roses, porque foi quando surgiu. Por todo aquele tempo, tudo que fiz era destinado a isso. Quando o Natal chegou, comecei a compor com o Conspirators em mente. Já quando estou com o Guns, meu foco é o Guns", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Slayer: Raining Blood é brutal, mesmo com a bateria da BarbieSlayer
"Raining Blood" é brutal, mesmo com a bateria da Barbie

Scorpions: a história por trás da música Wind of ChangeScorpions
A história por trás da música "Wind of Change"


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280