Matérias Mais Lidas

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemLuísa Sonza posta fotos com camiseta da banda de death metal Morbid Angel

imagemTaylor Hawkins: Ele estava cansado e pronto pra abandonar o Foo Fighters

imagemAutor de "God Save The Queen", Johnny Rotten diz que sente orgulho da Rainha Elizabeth

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemMark Knopfler e o peso da vida de um artista em turnê, por Regis Tadeu

imagemPink Floyd: Em entrevista de 1984, David Gilmour falou sobre "The Final Cut"

imagemO que mudou no rock dos anos 90 pra cá segundo Jimmy Page

imagemOzzy Osbourne revela o único integrante de sua banda que saiu "do jeito certo"

imagemIan Gillan conta como foi sua primeira saída do Deep Purple, em 1973

imagemO erro geográfico na letra de "All Star", música que Nando Reis fez para Cássia Eller

imagemA opinião de Ozzy sobre o "Black Album", do Metallica; "Chegou na hora e lugar certos"

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar


Stamp

Holy Time: Buscando na música um tratamento para a depressão

Por Maicon Leite
Fonte: Wargods Press
Em 28/02/19

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

A banda gaúcha HOLY TIME, de Caxias do Sul, é um antigo projeto idealizado pelos irmãos Geraldo e Eduardo Aita, porém, a distância geográfica não permitia que conseguissem avançar muito. Os 450 km que os separavam dificultavam o trabalho, mas mesmo assim, algumas canções começaram a serem criadas por volta de 2010. Em 2012, a primeira delas a ser gravada foi a "Go To Fight", que surgiu num período conturbado da vida de Eduardo. Ele viu na música uma válvula de escape emocional. Isso os fez perceberem o quanto a música pode contribuir com quem está em dificuldades, e o quanto tudo que ela desperta pode conectar as pessoas e mostrar que elas não estão sozinhas em seu sofrimento. Transferir todas as emoções boas e ruins para as canções passou a ser um objetivo central nas composições, e os arranjos encabeçados por Geraldo, se encaixaram nesta ideia.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

No final de 2015, Eduardo, após mais um período conturbado, e desta vez bem mais grave, mudou-se para Caxias do Sul, onde já residia seu irmão. Este foi um período de depressão profunda e por pouco não desistiu de tudo. Muitas músicas nasceram desta fase, e quando conseguiu finalmente sair deste quadro, ele e seu irmão decidiram que através da música, iriam tentar contribuir com aqueles que estão presos no inferno da depressão. As músicas foram sendo trabalhadas e gravadas ao mesmo tempo em que se buscava um baterista que se encaixasse na ideia, bem como um nome para a banda.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

No início de 2018, Samuel Dutra entra como baterista e passa a participar ativamente de todos os passos da banda. Samuel iniciou sua carreira aos 15 anos como baterista da Outsiders, banda cover de Metal que, nos anos 90, abriu shows para Burning in Hell, Hangar, Hibria, Hecatombe, entre outras bandas que despontavam no segmento. Depois do fim da banda, mudou-se para Porto Alegre, onde teve a oportunidade de tocar com os guitarristas Ricardo Camargo (Van Halen Cover), Hugo De Marco (Pantera Cover) e Wagner Loureiro (Gunport). Depois de uma caminhada no estilo, em 2012 foi convidado pelo Davi Frezza (baixista da também caxiense Scraper Head) para montar uma banda de blues, a It’s So Blues. Desde então, Samuel mergulhou fundo no estilo Blues/Jazz e mantém projetos paralelos em bandas de Blues, Rhythm and Blues e Rock. Como ele mesmo referiu, sua entrada na banda é, para ele, uma "volta às origens" ao Heavy Metal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pouco depois nascia o nome do trio: HOLY TIME, uma referência à importância do tempo no tratamento da depressão. Suicídios ocorrem principalmente pela pressa em se sair da situação desesperadora e insuportavelmente dolorosa. Nada como o tempo para reorganizar os pensamentos, e a vida. E permitir-se atravessar com vida essa fase tão difícil requer tempo. Nesse ano, resolveram trazer a público seu trabalho, gravando com o objetivo de divulgar suas músicas, suas ideias e suas experiências.

Geraldo Aita já tem uma longa caminhada no meio musical. Guitarrista da Burning in Hell, tornou-se conhecido no cenário brasileiro e mundial do Heavy Metal, sendo apontado como um dos dez melhores guitarristas do Brasil pela revista Rock Brigade em 2008. Professor de música e guitarra, além de luthier, nunca saiu do meio musical, e já tocou com grandes nomes do Metal, como Kiko Loureiro (Angra e Megadeth), Andreas Kisser (Sepultura), e dividiu o palco com grandes bandas internacionais, como Hammerfall, Sonata Arctica, After Forever, e nacionais, como Angra, Shaman, Hibria, Kahllice, Karma, e Scelerata.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

A HOLY TIME tem como meta entrar no cenário do Heavy Metal mundial, unindo o peso da batera, da guitarra e do vocal rasgado à melodia, sem com isso, tornar-se lírico. Seria uma ponte entre o Metal raiz e o Metal melódico, apoiados em coros consistentes. Suas influências mais importantes trazem Blind Guardian, Megadeth, Helloween, Metallica, Sepultura e Jason Becker, e usam uma série de referências para alcançar sua sonoridade, como os vocais de Savatage, os coros de Hammerfall, a batida pesada de Five Finger Death Punch, as letras de Disturbed e os solos debulhadores de Marty Friedman.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Com essa premissa, Eduardo Aita (baixo/vocal), Geraldo Aita (guitarra) e Samuel Dutra (bateria) preparam-se para lançar o EP "Time is the Only Way", composto de três faixas. As músicas "Crying in the Rain" (cover do A-HA), "Go to Fight" e "The Only Way" serão inicialmente disponibilizadas no Soundcloud da banda, no dia 28 de fevereiro.

Será possível acompanhar o lançamento através do evento no Facebook.

https://www.facebook.com/events/2289915804666254

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Maicon Leite

Maicon Leite é assessor de imprensa na Wargods Press, colaborador na revista Roadie Crew e um dos autores do livro Tá no Sangue! - A História do Rock Pesado Gaúcho, dentre outros projetos e publicações.

Mais matérias de Maicon Leite.