David Gilmour: "guitarristas que usam Fender são mais reconhecíveis"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Guitarist Magazine
Enviar Correções  

O guitarrista David Gilmour usou instrumentos da marca Fender, em modelos Stratocaster ou Telecaster, por praticamente toda a carreira. Embora também tenha feito uso de produtos da Gibson, especialmente Les Paul, em determinados momentos de sua trajetória, dá para dizer que a esmagadora maioria do trabalho de Gilmour foi apresentado ao som de Fender.

Pink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitual

Burzum: A polêmica história e filosofia de Varg Vikernes

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em uma recente entrevista à Guitarist Magazine, o músico falou sobre a sua predileção pelas guitarras da Fender, especialmente Stratocaster. Ele destacou que o modelo "acentua" a personalidade de quem está tocando.

"A Stratocaster tende a acentuar a personalidade da pessoa que a toca. As pessoas que tocam Fender são mais reconhecíveis do que as pessoas que tocam outras guitarras de marcas conhecidas", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em outro trecho da entrevista compartilhado pela publicação, David Gilmour conta que não usou nenhum amplificador para gravar o solo de "Another Brick In The Wall (Part 2)". O instrumento foi conectado diretamente na mesa de som, algo que é bastante incomum.

"Havia um vendedor de guitarras em Nova Jersey que tinha uma 1955 Les Paul. Era toda dourada. Comprei e mandei para Los Angeles, onde trabalhávamos no álbum 'The Wall'. Não muito tempo depois, eu a usei para o solo de 'Another Brick In The Wall (Part 2)'. Nós a colocamos diretamente na mesa para gravar, não em um amplificador. Sempre amei aquela guitarra", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Pink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitualPink Floyd
The Wall é uma obra de arte conceitual

Burzum: A polêmica história e filosofia de Varg VikernesBurzum
A polêmica história e filosofia de Varg Vikernes


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280