Matérias Mais Lidas

Foo Fighters: Dave Grohl surpreende ao revelar significado da letra de Learn to FlyFoo Fighters: Dave Grohl surpreende ao revelar significado da letra de "Learn to Fly"

Judas Priest: o problema com o baixo de Ian Hill conforme a banda ficava mais pesadaJudas Priest: o problema com o baixo de Ian Hill conforme a banda ficava mais pesada

Metallica: banda fará 4 shows no Brasil em maio de 2022; confira datas e locaisMetallica: banda fará 4 shows no Brasil em maio de 2022; confira datas e locais

Guns N' Roses: turnê continua milionária, veja os assombrosos númerosGuns N' Roses: turnê continua milionária, veja os assombrosos números

Rush: Mike Portnoy diz que fazer tour ao lado de Geddy Lee e Alex Lifeson seria um sonhoRush: Mike Portnoy diz que fazer tour ao lado de Geddy Lee e Alex Lifeson seria um sonho

Angra: Fabio Lione recebeu proposta para compor quatro músicas de Rebirth, mas recusouAngra: Fabio Lione recebeu proposta para compor quatro músicas de "Rebirth", mas recusou

Guns N' Roses: a curiosa e humilde reação de Axl Rose ao ser eleito melhor vocalistaGuns N' Roses: a curiosa e humilde reação de Axl Rose ao ser eleito "melhor vocalista"

Adrian Smith: quando Roy Z o chamou na xinxa para apontar falta de técnica na guitarraAdrian Smith: quando Roy Z o chamou na xinxa para apontar falta de técnica na guitarra

Britney Spears: Agitando o Instagram dançando famoso som da era GrungeBritney Spears: Agitando o Instagram dançando famoso som da era Grunge

Judas Priest: Rob Halford fala sobre tour com Ozzy em 2022; Deus, deixe acontecer!Judas Priest: Rob Halford fala sobre tour com Ozzy em 2022; "Deus, deixe acontecer!"

Amazon: seleção de CDs, LPs e livros de rock e metal com até 70% de desconto hojeAmazon: seleção de CDs, LPs e livros de rock e metal com até 70% de desconto hoje

After Forever: Há chance de retorno? Floor Jansen comenta e alfinetaAfter Forever: Há chance de retorno? Floor Jansen comenta e alfineta

Kiss: Destroyer ganhará edição de 45 anos; ouça versão inédita de Detroit Rock CityKiss: "Destroyer" ganhará edição de 45 anos; ouça versão inédita de "Detroit Rock City"

Slash: explicando o título do novo álbum para quem não entendeuSlash: explicando o título do novo álbum para quem não entendeu

Luísa Sonza: roqueira, ela cita blues como gênero predileto e revela banda favoritaLuísa Sonza: roqueira, ela cita blues como gênero predileto e revela banda favorita


Stamp
Tunecore 2

White Stripes: como "Seven Nation Army" se tornou um hino nos estádios

Por Ricardo Seelig
Fonte: Collectors Room
Em 06/07/19

publicidade

Quem assistiu aos jogos da Copa do Mundo da Rússia, em 2018, percebeu algo curioso. Em todas as pertidas, as seleções entravam em campo ao som de "Seven Nation Army", maior clássico do The White Stripes. Mas por que isso aconteceu e quando começou a associação da música com o futebol?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A composição, de autoria do vocalista e guitarrista Jack White, é a faixa de abertura do quarto álbum do White Stripes, "Elephant", lançado em 1 de abril de 2003. Considerado uma das grandes canções do rock dos anos 2000, a música é construída em cima de um riff simples de guitarra. "Seven Nation Army" é a mais conhecida e icônica canção do duo formado por Jack e Meg White e foi lançada como single principal de "Elephant", alcançando a primeira posição na parada indie inglesa e liderando os charts no Canadá, além de ter conseguido uma ótima performance nas paradas de diversos países europeus.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A origem de toda essa associação com o futebol e o clássico do The White Stripes está na Bélgica. Em 2003, os torcedores do Club Brugge começaram a cantar o riff em seu estádio, levando o costume para os jogos fora de casa cada vez que o seu time fazia um gol. Em 2006, a Roma começou a tocar "Seven Nation Army" dentro do seu estádio, e foi aí que se deu a ligação da canção com a seleção italiana campeã na Copa do Mundo da Alemanha, transformando "Seven Nation Army" em uma espécie de hino não-oficial da conquista da Copa do Mundo da Alemanha pela Itália naquele ano. Os torcedores italianos adotaram a composição de White e cantavam o riff nos estádios e nas ruas, dando os primeiros passos para eternizar o "po po-po-po po po-po" nos estádios. Já em 2008, na Eurocopa realizada na Áustria e Suíça, "Seven Nation Army" passou a ser tocada pela organização da competição na hora que as seleções entravam em campo. Isso se repetiu na Euro 2012, na Euro sub-21 em 2013 e na Euro 2016, onde inclusive a música era tocada sempre que um gol era marcado.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Atualmente, além da Copa do Mundo da Rússia, "Seven Nation Army" está presente em diversos estádios europeus e é um hino para as mais variadas torcidas. Times como Atlético de Madrid, Bayern de Munique, Real Madrid e a maioria da equipes do campeonato inglês usam a música como incentivo em seus estádios e como trilha para comemorar gols e momentos marcantes, contagiando suas torcidas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Seven Nation Army" extrapolou o futebol e é também muito popular em vários esportes norte-americanos, principalmente nas ligas universitárias de basquete, beisebol, hóckei e futebol americano. O Baltimore Ravens, da NFL, a usa desde 2011 como sua canção característica. O Miami Heat, da NBA, também possui uma ligação muito forte com a faixa, que tem o seu riff cantado pelos fãs em momentos marcantes dos jogos, como aconteceu na final de 2013 contra o San Antonio Spurs. O Los Angeles Dodgers, da MLB, também tem a cria de Jack White como uma de suas trilhas sonoras. A lista de eventos esportivos que utilizam "Seven Nation Army" como trilha é enorme e inclui desde a Fórmula 1 até o WrestleMania.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um golaço de placa de Jack White, não é mesmo?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Casa do Rock
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Loudwire: 20 músicas dos anos 2000 que você reconhece nos primeiros segundosLoudwire
20 músicas dos anos 2000 que você reconhece nos primeiros segundos


Jess Greenberg: mais vídeos de covers em voz e violãoJess Greenberg
Mais vídeos de covers em voz e violão

NME: os clipes mais legais da história, na opinião dos leitoresNME
Os clipes mais legais da história, na opinião dos leitores

Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 2003Pra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 2003


Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Guitarristas e vocalistas: os 10 melhores casamentosGuitarristas e vocalistas
Os 10 melhores "casamentos"


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig.