Matérias Mais Lidas

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemVídeo mostra o Guns N' Roses novamente tocando "Back in Black" do AC/DC

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemPor motivo de saúde, Tracii Guns faz show inteiro do L.A.Guns dentro do banheiro

imagemEdu Falaschi e as versões de "Bleeding Heart" que "dá uma tristezinha" de ouvir

imagemComo o clássico "Angel Dust" fez o guitarrista Jim Martin sair do Faith No More

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemTico relembra trauma que o fez entrar na Fazenda e briga bizarra com Sérgio Mallandro

imagemA forma como John Paul Jones do Led Zeppelin influenciou o baixo do Pearl Jam

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemA incrível história do hit "Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim", de Herbert Vianna

imagemSteve Vai se junta ao Whitesnake para tocar "Still Of The Night" no Hellfest; veja vídeo


Stamp

Scorpions: mundo de hoje não tem espaço para uma nova "Wind of Change", diz Jabs

Por Igor Miranda
Fonte: UOL
Em 17/09/19

O guitarrista Matthias Jabs disse, em entrevista ao UOL conduzida pelo jornalista Leonardo Rodrigues, que a situação atual vivenciada no planeta não permite a composição de uma nova música ao estilo de "Wind of Change". A canção, do álbum "Crazy World" (1990), trazia uma mensagem de otimismo após o fim da União Soviética.

Ao ser perguntado sobre estarmos precisando de uma música como "Wind of Change", que, segundo o repórter, "fala de mudanças e prega união", Jabs responde: "Acho. Mas acho que precisamos, acima de tudo, de mudanças. Só não sei se seria possível hoje em dia alguém aparecer com uma canção com aquele mesmo espírito".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O guitarrista completa: "Hoje em dia há tanto business, tantos estilos musicais diferentes, que há muito pouco espaço para uma música com uma mensagem como aquela. As mudanças que a música aborda aconteceram 30 anos atrás. Então ela não é exatamente uma música 'atualizada'".

Por fim, o músico destaca que o nome da atual turnê também é "Crazy World", mas não por causa do álbum e, sim, porque o mundo está "louco". "Estamos em um momento totalmente diferente, que é ainda mais maluco do que o daquela época. E foi por isso que demos o nome de Crazy World para a turnê de novo. Não poderíamos viver em um mundo mais louco do que o que vivemos hoje", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Leia a entrevista, na íntegra, no site do UOL.

https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2019/09/17/scorpions-hoje-ha-muito-business-para-uma-nova-winds-of-change-diz-guitarrista.htm

Confira, a seguir, o clipe de "Wind of Change", além de sua letra original e tradução (via Letras.mus.br).

Wind of Change

"I follow the Moskva
Down to Gorky Park
Listening to the wind of change
An August summer night
Soldiers passing by
Listening to the wind of change

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

The world is closing in
Did you ever think
That we could be so close, like brothers
The future's in the air
I can feel it everywhere
Blowing with the wind of change

Take me to the magic of the moment
On a glory night
Where the children of tomorrow dream away
In the wind of change

Walking down the street
Distant memories
Are buried in the past forever
I follow the Moskva
Down to Gorky Park
Listening to the wind of change

Take me to the magic of the moment
On a glory night
Where the children of tomorrow share their dreams
With you and me

Take me to the magic of the moment
On a glory night
Where the children of tomorrow dream away
In the wind of change

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

The wind of change
Blows straight into the face of time
Like a stormwind that will ring
The freedom bell for peace of mind
Let your balalaika sing
What my guitar wants to say

Take me to the magic of the moment
On a glory night
Where the children of tomorrow share their dreams
With you and me

Take me to the magic of the moment
On a glory night
Where the children of tomorrow dream away
In the wind of change"

Tradução:

"Eu sigo o Rio Mosva
Até o Parque Gorky
Ouvindo o vento da mudança
Uma noite de verão em agosto
Soldados passando
Ouvindo o vento da mudança

O mundo está se aproximando
Você já chegou a pensar
Que poderíamos ser tão próximos, como irmãos?
O futuro está no ar
Eu posso sentir isso em todos os lugares
Soprando com o vento da mudança

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Leve-me à magia do momento
Em uma noite de glória
Aonde os filhos do amanhã sonham
No vento da mudança

Descendo pela rua
Recordações distantes
São enterrados no passado para sempre
Eu sigo o Rio Mosva
Até o Parque Gorky
Ouvindo o vento da mudança

Me leve à magia do momento
Em uma noite de glória
Aonde os filhos do amanhã compartilham seus sonhos
Com você e comigo

Me leve à magia do momento
Em uma noite de glória
Aonde os filhos do amanhã sonham
No vento da mudança

O vento da mudança
Sopra diretamente na face do tempo
Como um vento tempestuoso que tocará
O sino de liberdade para a paz de espírito
Deixe sua balalaica cantar
O que minha guitarra quer dizer

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Me leve à magia do momento
Em uma noite de glória
Aonde os filhos do amanhã compartilham seus sonhos
Com você e comigo

Me leve à magia do momento
Em uma noite de glória
Aonde os filhos do amanhã sonham
No vento da mudança"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

In-Edit
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Clássicos quarentões - Scorpions - "Blackout" e Kiss - "Creatures of the Night" (vídeo)




Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.