Pitty: desentendimento e troca de farpas com Lexa após confusão com equipe

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Correio
Enviar correções  |  Ver Acessos

A funkeira Lexa se desentendeu com a equipe da cantora Pitty, na última sexta-feira (15), durante um show realizado em São José dos Campos, no interior de São Paulo. A situação chegou às redes sociais e ocasionou algumas publicações "atravessadas", mas as duas relataram, posteriormente, que conversaram para solucionar a questão e que já está tudo na paz.

Pitty: relembrando os tempos de hardcore em SalvadorMassacration: saiba quem é o baterista que tocava "de verdade"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tudo começou quando Lexa relatou, durante seu show, que foi expulsa pela equipe de Pitty quando tentou ver o show dela na lateral do palco. "Eu sou muito fã dessa mulher que é maravilhosa e guerreira. Lutou pelo seu espaço no meio do rock, que é tão difícil, e ela como mulher representou. Mas eu preciso falar sobre a equipe dela que foi muito grosseira. Quis ver um show dela aqui do cantinho, e aí me tiraram do palco. Até aí tudo bem. Fui expulsa? Fui. Ok. O problema não é esse. Disseram que eu não poderia pular, eu entendi", disse, inicialmente.

Além disso, a funkeira relatou que a equipe de Pitty maltratou duas bombeiras que trabalhavam no local. "A equipe de bombeiro foi maltratada. Tiveram que mudar de lugar para a Pitty poder fazer o show. Sinceramente. Eram duas mulheres, bombeiras, que estão aqui no canto, e que merecem respeito. Eu não estou aqui por mim não, estou por elas. Atendi as duas no camarim e elas me relataram isso. Nem ia falar sobre. Mas estou aqui para defender as mulheres", afirmou.

Por fim, ela reconheceu que, provavelmente, Pitty não tem relação com essa situação, já que foram causadas pelos funcionários dela. "Sei que a Pitty não tem nada a ver com isso, mas ela precisa analisar essa situação. Mulheres precisam ser respeitadas. É isso", disse.

Veja:

Réplica

Pitty acompanhou a repercussão pelas redes e rebateu alguns comentários feitos após o relato de Lexa viralizar. Uma internauta, por exemplo, disse à cantora que a equipe dela não precisava fazer aquilo. Em resposta, a roqueira afirmou: "Amor, eu apurei e não teve nada disso. Tão querendo caçar confusão onde não tem".

Outros fãs se manifestaram, cobrando sororidade (sentimento de união entre mulheres) de Pitty, e ela optou por fazer um comentário mais extenso. "Sororidade seria ela ter vindo falar diretamente comigo caso algo realmente tivesse acontecido, e não me exposto sem fundamento. Não teve machismo. Ela estava numa área que não podia ficar por conta de fiação e segurança. Minha equipe tentou levá-la para o outro lado do palco onde era seguro, e ela entendeu errado. Como a mesma já disse, foi um mal entendido. Cansei de ficar aqui tentando proteger ela e passar pano para uma atitude antiprofissional e que gerou essa confusão toda. Isso sim, é sororidade. E agora, chega. Eu vivo há mais de 16 anos de música, e não de polêmica. Beijos de luz. (podem ler e sacar a história porque depois vou apagar mesmo. Tô de saco cheio disso e tenho mais o que fazer)", disse Pitty.

Tréplica

Lexa viu os comentários de Pitty no Instagram e decidiu responder. "Não, a equipe dela não tentou fazer isso não, tanto que quando eu voltei pro camarim o segurança dela estava discutindo feio com o meu, mas como eu disse, se fosse só comigo, eu não teria falado nada. A questão toda foi que duas bombeiras que viram a situação vieram relatar o que tinham vivido pra mim imediatamente. Por isso eu achei que tinha que falar mesmo. Elas me disseram: 'Falaram que quando ela passasse aqui não era nem pra olharmos pra ela'. Por que uma moça loira do evento me pediu desculpas pelo ocorrido? Por que diversos artistas militam na TV, rádio ou no palco e são aplaudidos e quando acontecem o retorno com eles não é aceitável? (e pelo amor de Deus, NAO FOI PRA ELA)", afirmou.

A funkeira completou: "Quero deixar muito claro que quando eu falei no palco eu tomei todo o cuidado do mundo, comecei ELOGIANDO a Pitty e só me referi a equipe por conta de duas mulheres que foram constrangidas. Se vocês tivessem conversado com elas, entenderiam minha posição de defendê-las. Só isso. Eu senti por outras mulheres. Eu cheguei 1 hora mais cedo no show só pra assistir ao show da Pitty, viemos na van cantando das musicas dela e como falei: Eu nunca, jamais feri a honra da Pitty, não teria essa coragem, só me referi há homens que precisam e devem saber se comportar com uma mulher".

Na paz

Após as postagens em ambiente público na internet, Pitty e Lexa conversaram de forma privada e resolveram a situação. A funkeira relatou por meio de seus Stories do Instagram.

"A Pitty me procurou, nós conversamos, ela ouviu o meu lado e eu o dela, expliquei pra ela que em nenhum momento, nenhuma reclamação minha era pra ela, muito pelo contrário, jamais.. eu falei de uma forma muito respeitosa sobre ela, o meu problema foi da forma como a equipe dela me tratou", disse.

Lexa destacou, ainda, que tem algo em comum com Pitty. "Nós duas temos algo em comum, exaltamos as mulheres, então a gente não quer mais nenhum tipo de briga que vá pra frente, tanto que meu intuito jamais foi mulher contra mulher, pelo contrário, foi defendendo uma causa e nos entendemos", afirmou, concluindo ao dizer: "está tudo certo ok gente, então parem de brigar".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Pitty"


Pitty: relembrando os tempos de hardcore em SalvadorPitty: em eterna metamorfose

Grammy Latino 2019: Pitty, The Baggios e mais são indicados para premiaçãoGrammy Latino 2019
Pitty, The Baggios e mais são indicados para premiação

Homossexualidade: 6 canções do Rock nacional sobre o tema (vídeo)

Fernanda Young: João Gordo e Pitty reagem à morte da artistaFernanda Young
João Gordo e Pitty reagem à morte da artista

Pitty: Globo censura palavrão em Me Adora no Domingão do FaustãoPitty
Globo censura palavrão em "Me Adora" no Domingão do Faustão

Pitty: novo clipe Ninguém é de Ninguém promove pegação geralPitty
Novo clipe "Ninguém é de Ninguém" promove pegação geral

Pitty: "Na Sua Estante" ganha versão de Alinne Rosa, ex-Cheiro de AmorPitty: novidades nos shows da turnê Matriz 2.0Pitty: "Na Sua Estante" atinge 100 milhões de visualizações no YouTube

Dublagem: Pitty ou Roger? Qual dos dois fez o melhor trabalho?Dublagem
Pitty ou Roger? Qual dos dois fez o melhor trabalho?

Covers: blog elege os melhores da MPB em versão RockCovers
Blog elege os melhores da MPB em versão Rock


Massacration: saiba quem é o baterista que tocava de verdadeMassacration
Saiba quem é o baterista que tocava "de verdade"

Humor: os roqueiros mais chatos das redes sociaisHumor
Os roqueiros mais chatos das redes sociais


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336