Slayer: "nunca quis entrar, Jeff deveria estar no último show", diz Gary Holt

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Instagram
Enviar correções  |  Ver Acessos

O Slayer se aposentou dos palcos após um show no The Forum, em Inglewood, nos Estados Unidos, no último sábado (30). A apresentação concluiu a "Final Tour", turnê de despedida da veterana banda de thrash metal.

Slayer: Gary Holt posta foto de guitarra utilizada em última música tocada ao vivoCrianças: veja como cresceram as de "Nevermind", "War" e outras

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em um longo texto nas redes sociais, o guitarrista Gary Holt, que também é integrante do Exodus, agradeceu aos fãs, colegas e outros envolvidos. Chamou atenção, ainda, sua lembrança a Jeff Hanneman, músico a quem Holt substitui desde 2011 e que faleceu em 2013, aos 49 anos, em decorrência de uma cirrose hepática causada pelo alcoolismo.

Em sua publicação, Gary Holt disse: "Agora que o show final já aconteceu, apenas gostaria de agradecer a todos que me ajudaram a seguir com esse monstro chamado Slayer. Foi uma noite de emoções para nós quatro".

Em seguida, o músico agradeceu aos colegas Tom Araya, Paul Bostaph e "KFK" - Kerry "Fucking" King. "Vou sentir falta de muito mais do que apenas dividir o palco com vocês. Vou sentir falta das piadas, dos pênaltis pelas m*rdas no palco, as discussões filosóficas, as piadas com peidos, as milhões de risadas, as músicas e os filmes durante as viagens", afirmou.

Holt destacou nomes de outros diversos envolvidos com o Slayer nos bastidores, além de Dave Lombardo, baterista que está fora da banda desde 2013 - "tivemos bons tempos juntos, bebendo de dia e caçando por um bom kebab!" -, e os fãs de Slayer.

Por fim, Jeff Hanneman foi lembrado por Gary Holt. "Três epidurais, sete injeções de cortisona, tudo isso para me manter no 'modo fúria'. Valeu cada segundo da dor. Honrado para sempre por fazer parte desta banda. Porém, eu nunca quis isso. Jeff deveria estar lá (no show de despedida). Eu apenas segurei as pontas por ele", afirmou.

Veja, abaixo, a publicação de Gary Holt:




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Slayer"Todas as matérias sobre "Gary Holt"


Slayer: Gary Holt posta foto de guitarra utilizada em última música tocada ao vivoSlayer
Gary Holt posta foto de guitarra utilizada em última música tocada ao vivo

Green Day: título de novo álbum foi inspirado no... SlayerGreen Day
Título de novo álbum foi inspirado no... Slayer

Green Day: Kerry King foi inspiração para título de novo álbumGreen Day
Kerry King foi inspiração para título de novo álbum

Slayer: Gary Holt compartilha foto de último show da bandaSlayer
Gary Holt compartilha foto de último show da banda

Metal Hammer: o ano de 1999 marcou o fundo do poço do metal?Metal Hammer
O ano de 1999 marcou o fundo do poço do metal?

Lars Ulrich: qual a sua música preferida do Slayer?Lars Ulrich
Qual a sua música preferida do Slayer?

Retrospectiva 2019: a despedida do SlayerRetrospectiva 2019
A despedida do Slayer

Slayer: todos os álbuns da banda, do pior para o melhor, segundo o Consequence of SoundSlayer
Todos os álbuns da banda, do pior para o melhor, segundo o Consequence of Sound

Em 03/12/1983: Slayer lançava o clássico Show No MercyEm 03/12/1983
Slayer lançava o clássico Show No Mercy

Slayer: banda não se reunirá pois Kerry King não é Mick Mars ou Slash, diz esposaSlayer
Banda não se reunirá pois Kerry King não é Mick Mars ou Slash, diz esposa

Nas horas de frustração: Tom Araya grita por você na webNas horas de frustração
Tom Araya grita por você na web

Slayer: as fotos mais legais do Instagram da mulher de Kerry KingSlayer
As fotos mais legais do Instagram da mulher de Kerry King


Crianças: veja como cresceram as de Nevermind, War e outrasCrianças
Veja como cresceram as de "Nevermind", "War" e outras

Max Cavalera: Deveríamos ter demitido aqueles dois e mantido o nomeMax Cavalera
"Deveríamos ter demitido aqueles dois e mantido o nome"


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336