Sepultura: Iggor relembra Schizophrenia e comenta chance de tocá-lo em turnê

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Metal Hammer Portugal
Enviar correções  |  Ver Acessos

O baterista Iggor Cavalera comentou, em entrevista à Metal Hammer Portugal, sobre a importância de "Schizophrenia" na carreira do Sepultura. O álbum, segundo do grupo, foi lançado em 1987 e marca a estreia do guitarrista Andreas Kisser. A sonoridade se afasta um pouco do antecessor, "Morbid Visions", que é mais orientado ao black metal, para se aproximar do thrash/death metal que consagrou a banda.

David Ellefson: a semelhança (e a diferença?) entre Max Cavalera e MustaineRock Brasileiro: uma lista das 10 maiores bandas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Iggor Cavalera falou de "Schizophrenia" após ser perguntado da possibilidade de tocá-lo, junto do vocalista, guitarrista e irmão Max Cavalera, em uma turnê especial. Recentemente, a dupla resgatou álbuns como "Roots", "Arise" e "Beneath the Remains" em shows.

"'Schizophrenia' é muito especial para nós. Pode ser que surja uma ideia dessas. Não vejo o fato de o disco não ter sido tão popular como algo ruim. Foi um álbum que quebrou barreiras, pois foi o primeiro material fora do Brasil a ser até lançado como bootleg na Europa, então tem uma história muito boa", afirmou ele, inicialmente.

"Seria algo interessante de se fazer e pode ser até interessante fazê-lo em shows menores. É uma ideia, mas não temos nada planeado por agora", completou.

O baterista destacou, ainda, que as turnês tocando álbuns na íntegra não são exatamente planejadas. "Na verdade, desde a ideia com 'Roots', não segue um plano. Vão acontecendo: Max e eu analisamos a situação para ver se é algo interessante de se fazer. Não temos um plano traçado do que fazer daqui a um ano, por exemplo. Acabamos essa tour com 'Beneath the Remains' e 'Arise' e, agora, vamos focar outras coisas", disse ele, que está excursionando com o Petbrick, projeto de música eletrônica com Wayne Adams.

Leia a entrevista, na íntegra, no site da Metal Hammer Portugal.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Sepultura"Todas as matérias sobre "Max Cavalera"Todas as matérias sobre "Igor Cavalera"


David Ellefson: a semelhança (e a diferença?) entre Max Cavalera e MustaineDavid Ellefson
A semelhança (e a diferença?) entre Max Cavalera e Mustaine

Sepultura: A polêmica mudança de vocalista (vídeo)Sepultura
A polêmica mudança de vocalista (vídeo)

Sepultura: Quadra revisita thrash de Beneath e Arise, diz AndreasSepultura
Quadra revisita thrash de Beneath e Arise, diz Andreas

Sepultura: ouça Last Time, mais uma nova música da bandaSepultura
Ouça "Last Time", mais uma nova música da banda

Sepultura: Derrick Green em bate-papo super descontraído no Rock Add (áudio)Sepultura: Max e Igor Cavalera tocam clássicos da banda em Londres (vídeo)

Andreas Kisser: o nono melhor guitarrista da história do metal, segundo revistaAndreas Kisser
O nono melhor guitarrista da história do metal, segundo revista

Grandes covers: cinco versões para Refuse/Resist, do SepulturaGrandes covers
Cinco versões para "Refuse/Resist", do Sepultura

Sepultura: vídeo profissional de show completo em Paris

Derrick Green: João Gordo pergunta se ele conhece Max CavaleraDerrick Green
João Gordo pergunta se ele conhece Max Cavalera

Max Cavalera: o álbum pelo qual ele gostaria de ser lembradoMax Cavalera
O álbum pelo qual ele gostaria de ser lembrado

Igor Cavalera: drumcam de clássicos do Sepultura em ChicagoIgor Cavalera
Drumcam de clássicos do Sepultura em Chicago


Rock Brasileiro: uma lista das 10 maiores bandasRock Brasileiro
Uma lista das 10 maiores bandas

Metal Sucks: os melhores álbuns de metal do século 21Metal Sucks
Os melhores álbuns de metal do século 21


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336