Golpe de Estado: hoje pastor, ex-vocalista Catalau fala sobre admiração a Bolsonaro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Uol
Enviar Correções  

André Catalau, ex-vocalista do Golpe de Estado, concedeu uma entrevista ao ‘Uol’ onde fala sobre sua vida nos Estados Unidos e sua admiração pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Catalau foi o vocalista original da banda paulista até 1997, quando deixou a formação. Em seguida, passou por uma conversão religiosa após enfrentar problemas com álcool e drogas e, em 2000, tornou-se pastor da igreja Bola de Neve.

Golpe de Estado: inaugurando novo formato do programa Kiss Club

Metal: nomes do gênero que assumiram ser cristãos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Atualmente, Catalau mora nos Estados Unidos, onde é pastor em uma filial da igreja em Orlando, na Flórida, que tem os jovens como público-alvo. Nas redes sociais, ele ficou notável por ser pastor do surfista Gabriel Medina – sobre quem preferiu não dar detalhes, porque "já é muito exposto".

Simpatizante declarado de Bolsonaro, Catalau disse que o chefe do Executivo no Brasil "quer seguir a linha" de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos", "mas é uma realidade bem diferente dos Estados Unidos. Aqui, os caras têm bala para segurar. Bolsonaro vai ter que desmembrar uma quadrilha", afirmou.

O ex-vocalista do Golpe de Estado disse que Bolsonaro "é honesto, por mais tosco que ele seja". "Ele tem uns filhotes meio bagunçados, mas ele é capitão. Militar é muito rígido com ele mesmo. Sei porque tive um pai militar, que era de uma honestidade absurda", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O pastor comentou, ainda, que prefere apoiar alguém que, na visão dele, não conta mentiras. "Ele é tosco, pô! Mas prefiro isso do que mentiroso. Pelo menos eu sei quem é. Eu apoio. É difícil ele esconder uma mentira. O resto é tudo um bando de mentiroso. Eu odeio mentira", declarou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com relação ao governo de Trump no país onde mora atualmente, Catalau comentou que o atual presidente "é mamão com açúcar" perto de Ronald Reagan, que governou os Estados Unidos entre 1981 e 1989 e, segundo ele, "queria fazer guerra nas estrelas com os russos no tempo da Guerra Fria". "O Trump é uma mocinha perto dele. Eu o amo. Acho ele gente fina. Ele é republicano, e eu sou republicano. O Trump é Bíblia. O cara é grosso, mas você vai governar a maior nação do mundo como? Pedindo favor? É ordem e acabou", disse.

A entrevista completa pode ser lida no ‘Uol’.

Saída do Golpe de Estado

Em 2016, Catalau falou em entrevista à ‘Veja SP’ sobre a sua saída do Golpe de Estado em meio aos vícios. "Larguei a banda em 1997 porque eu estava atrapalhando todo mundo, estava pirando mesmo. Ficava bêbado, chapado, louco, faltava a shows, a entrevistas, entrava no palco sem saber as letras. Perdi outros dois irmãos por isso", afirmou, na ocasião.

A situação dele mudou após ser internado na clínica evangélica Novo Amanhecer, em Cotia (SP), que promovia "internação com a parte espiritual mais acentuada". Depois, tornou-se pastor após conhecer a igreja Bola de Neve, em 2000.

"Foi um amigo que me apresentou a Bola de Neve em 2000. Ele me reconheceu andando pelas ruas do bairro de Perdizes e me convidou. [...] Me mudei para São Sebastião e durante cinco anos fiquei dormindo num quartinho nos fundos da igreja. Virei pastor e ajudei a construir ao menos cinco igrejas em todo o litoral norte, Caraguatatuba, São Sebastião, Ubatuba e Ilha Bela", declarou, na época.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Golpe de Estado: inaugurando novo formato do programa Kiss Club


Metal: nomes do gênero que assumiram ser cristãosMetal
Nomes do gênero que assumiram ser cristãos

Cachorros: As raças que melhor combinam com cada gêneroCachorros
As raças que melhor combinam com cada gênero


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280