RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


O hit do Engenheiros do Hawaii que surgiu por causa de um político e não era original

Por Bruce William
Postado em 25 de abril de 2022

Em um vídeo publicado em seu canal do youtube, onde relata oito curiosidades sobre "Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones" na versão do Engenheiros do Hawaii, o jornalista especializado em Brock, Júlio Ettore, conta como surgiu este que foi um dos maiores sucessos do Engenheiros nos anos noventa.

Engenheiros Do Hawaii - + Novidades

Foto: Luigi Vieira
Foto: Luigi Vieira
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Logo na primeira curiosidade, Júlio conta que a música é uma versão, "Pois a original, pelo menos no Brasil, foi gravada pelo grupo Os Incríveis em 1967, e esse grupo está na ativa até hoje. A introdução da versão dos Engenheiros mantém a mesma melodia da música dos Incríveis, a escala que é diferente" diz Júlio, que neste ponto mostra o trecho inicial de ambas versões para comparação do ouvinte.

Dito isso, Julio vai para a segunda curiosidade: "Na verdade, Os Incríveis também fizeram uma versão de uma música italiana, que se chama 'C'era um ragazzo che come me amava i Beatles e i Rolling Stones'. Essa música foi lançada um ano antes dos Incríveis, em 1966, pelo Gianni Morandi, embora a composição não fosse dele e sim de dois outros autores" conta Júlio, que depois explica que o contexto da música tem a ver com a Guerra do Vietnã, que estava acontecendo e mexia com os jovens da época.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em seguida, Júlio conta como os Engenheiros decidiram gravar essa versão: "Tudo começa num comício do Leonel Brizola, na campanha para a Presidência da República em 1989. Sim, os Engenheiros apoiaram o Brizola e eles tocaram em vários comícios dele. Mas um desses comícios foi na cidade de Betim, que fica na grande BH. O que estava combinado é que eles iriam estar lá na estrutura, um carro de som ou algo assim, daí o Brizola chegaria, passaria pelo povo e começaria a discursar".

Porém Brizola se atrasou, e o que aconteceu a partir dali em diante está no livro 'Infinita Highway', do jornalista Alexandre Luchesi, conforme relata Júlio: "Foi justamente em um desses atrasos do candidato em Betim (MG), que os Engenheiros do Hawaii tocaram pela primeira vez 'Era um garoto...'. Com seu repertório absolutamente esgotado, mas com a equipe de Brizola insistindo para que a banda permanecesse no palco enquanto o candidato não chegava, o líder do grupo acabou puxando a composição que conheceu por meio d'Os Incríveis. Era o começo de um dos maiores hits dos anos 1990" conta Júlio no vídeo, que em seguida exibe uma filmagem do Humberto Gessinger contando essa história durante participação no programa "Matéria Prima" de 1991.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outra ocasião em que Humberto também falou sobre a canção foi durante conversa com Binho Nunes, onde ele conta como conheceu a versão dos Incríveis: "Lá em casa tinha uma coleção de discos absurda(...) Entre eles, tinha dois que me fascinavam. Um do José Mendes, que tinha as músicas 'Para Pedro' e 'Picasso Velho', que era a história de um cavalo que morria. Era uma ópera. O outro disco era da banda Os Incríveis, que tinha a canção 'Era um Garoto que Como Eu Amava os Beatles e os Rolling Stones'.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Veja o vídeo de Júlio Ettore no player a seguir com estas e outras informações sobre a canção.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Alex Juarez Muller | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Geraldo Fonseca | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Bruce William

Quando Socram chegou no Whiplash.net era tudo mato, JPA lhe entregou uma foice e disse "go ahead!". Usou vários nomes, chegou a hora do "verdadeiro". Nunca teve pretensão de se dizer jornalista, no máximo historiador do rock, já que é formado na área. Continua apaixonado por uma Fuchsbau, que fica mais linda a cada dia que passa ♥. Na foto com a Melody, que já virou estrelinha...
Mais matérias de Bruce William.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS