Matérias Mais Lidas

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemMarcello Pompeu, em busca de emprego, pede ajuda a seguidores

imagemGene Simmons faz passagem de som antes de show do Kiss com roupa inusitada

imagemRegis Tadeu explica porque o vinil e o Spotify vão despencar e o CD vai bombar

imagemBill Hudson comenta sobre falta de público de Angra e outras bandas nos EUA

imagemMax Cavalera e o conselho dado por Ozzy Osbourne: "ambos nos sentimos traídos"

imagemJames Hetfield se emociona profundamente no show de BH e é amparado pelos amigos e fãs

imagemConheça a "melhor banda com as melhores músicas" para Robert Smith, do The Cure

imagemMax Cavalera é criticado por ucranianos pelo apoio a Rússia em 2014

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemDave Mustaine mostra a forma curiosa como se aquece antes de um show do Megadeth

imagemQueen e a artimanha infantil de Roger Taylor pra ganhar mais dinheiro que os outros

imagemAbba e a imensa importância do Deep Purple na sonoridade de suas músicas clássicas

imagemPink Floyd: Roger Waters relembra o dia que conheceu John Lennon - e se arrependeu

imagemKurt Cobain fala sobre infância, escola, sucesso, paternidade, morte e mais


Stamp

A sensata opinião de Regis Tadeu sobre artistas que fazem pacto com demônio

Por Gustavo Maiato
Em 07/05/22

O jornalista musical Regis Tadeu participou do podcast Paranormal e em certo ponto foi questionado sobre artistas que fazem pacto com o demônio para obter sucesso. Na visão de Regis, essa atitude na verdade é uma atitude de alguém "desesperado", que atribui a um pacto sua queda e não ao fato de ter feito discos ruins.

"Conheci um padre exorcista que disse que conheceu um artista de forró que fez um pacto com o demônio para fazer sucesso. Ele teve essa fama, explodiu rápido no Brasil, mas sua queda foi muito rápida. O artista estava ficando louco por causa do pacto e chamou o padre para retirar dele o demônio. Essa história surgiu com o Robert Johnson. Antes disso, alguns compositores eruditos foram acusados de ter pacto com o demônio. Acho que o demônio tem mais o que fazer do que ficar assinando contrato com músico! Sou muito cético em relação a isso. Agora, não sou cético com relação ao que o artista acredita. Fui editor de revista de música durante muitos anos, entrevistei muita gente e soube de muitas histórias. Algumas são verdadeiras. Existem muitos artistas hoje que foram desesperados na missão de obter sucesso e fizeram qualquer coisa. Quando o sucesso vem, o artista desesperado acredita que não foi a qualidade de seu trabalho e sim o pacto com o demônio. Quando acontece a queda, ele realmente acredita que deixou de cumprir alguma coisa. Ele não vai reparar que começou a fazer discos de merda. Acho isso lenda", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em outro ponto, Regis Tadeu disse que já presenciou uma atividade paranormal, mas reforçou que artistas que falam que fizeram pacto na verdade são "loucos da cabeça".

"A efetividade de um grande compositor erudito ter feito pacto ou do Robert Johnson ter feito pacto e depois morrido, essa mítica do pacto para obter sucesso para mim é uma muleta do fracassado. O cara vai falar que foi o pacto, aí chama padre exorcista e tudo mais. Isso é um distúrbio psicológico por parte do artista. Eu mesmo presenciei uma vez uma experiência paranormal. Vi um caso de possessão na minha frente. Era uma quaresma, estávamos em um grupo de amigos. Nessa época, dizem que quem tem sensibilidade mediúnica não pode sair de casa. Tinha uma garota na turma que foi possuída na nossa frente. Vi isso na minha frente. Eu e mais quatro caras tentamos segurar ela, mas ela se livrava da gente. Parecia luta livre. Acredito que existe força do bem e do mal, mas essa história do artista fazendo pacto é mais loucura da cabeça da pessoa", concluiu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Confira o episódio completo aqui.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net



publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Gustavo Maiato

Jornalista, músico e fã. O heavy metal entrou na sua vida há 10 anos e nunca mais saiu. Gosta de estudar o tema e compreender o metal como manifestação cultural.

Mais matérias de Gustavo Maiato.