Matérias Mais Lidas

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemIggor Cavalera diz que reunião da formação clássica do Sepultura seria incrível, mas...

imagemDave Mustaine, eufórico, compara James LoMenzo com Cliff Burton

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemNovo clipe do Megadeth foi filmado no litoral de São Paulo, veja fotos

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemQuando Fiuk achou que iria apanhar do Chorão, do Charlie Brown Jr.

imagemJoão Gordo diz que não torce pela seleção brasileira de futebol

imagemTravis Barker, do Blink-182, é hospitalizado às pressas e filha pede orações

imagemCuecão de couro: Rob Halford posa com suas "great balls of fire" em camarim

imagemCinco nomes do heavy metal que já gravaram músicas do ABBA

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth


Stamp

O inacreditável motivo que fez David Coverdale demitir Ian Paice do Whitesnake

Por Bruce William
Em 10/06/22

Durante conversa com Manoel Santos, do podcast ibagenscast, o jornalista e crítico musical Regis Tadeu explicou a importância do que ele chama de "conceito estético" para uma banda.

"Tão importante quanto fazer um som legal, você tem que ter um conceito estético. Não dá pra misturar um cara que tem pinta de alguém do Power Metal com alguém que parece ser da Contabilidade", diz Regis, explicando em seguida que é possível sim uma banda ter seus membros com "visual de Contabilidade", desde que todos tenham o mesmo visual.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Um dos atrativos é justamente você fazer a conexão do com que você está ouvindo com o conceito estético, explica Regis, com ele e Manoel inserindo no raciocício bandas como Motorhead, Ghost, Kiss e Slipknot. "O visual do Motorhead tinha tudo a ver com o som, o visual dos Ramones tinha tudo a ver com o som, o visual do Iron Maiden tinha tudo a ver com o som. Então não basta você ter apenas o som legal, você tem que ter este conjunto, que é um som diferenciado com um conceito estético muito bem fechado".

Daí Regis conta: "Por quê o David Coverdale mandou todo mundo embora... isso eu ouvi da boca do Ian Paice: eu fiz uma entrevista com o Ian Paice, eu estava junto com o Paulo Zinner (baterista, Golpe de Estado) e eu perguntei por que o Whitesnake, quando foi pro mercado (norte) americano não levou vocês juntos (Regis Tadeu se refere a Bernie Marsden, Neil Murray e Ian Paice, respectivamente guitarrista, baixista e baterista da banda, demitidos em 1982). Ian Paice falou 'cara, nós fomos demitidos porque a gente era muito feio!'. Ele falou isso! A gente só tinha o John Sykes de cara bonito. E ainda chamaram o Cozy Powell que era um cara meio metido a galãzinho embora fosse meio (Regis faz sinal indicando que Cozy era baixinho), um anão quase, mas era metido a galãzinho! E aí quando foi pros Estados Unidos mandaram embora até o Cozy Powell!".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Regis comenta que em seguida chamaram o Tommy Aldridge "que é um dos caras mais feios do universo, mas era um cara que trazia respeitabilidade porque tinha tocado no Black Oak Arkansas e com o Pat Travers. E era um baterista fenomenal. Então, existe essa coisa estética. Ponto".

Esse trecho pode ser conferido no vídeo abaixo, a partir dos 20 minutos e 45 segundos.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net



publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William.