Matérias Mais Lidas

imagemVeja Sandy cantando Metallica na TV Globo em programa de Marcos Mion

imagemO surpreendente disco que Tom Morello considera um dos melhores de todos os tempos

imagemAndreas Kisser opina sobre a reunião do Pantera, que começou nesse sábado

imagemApós incidente, Axl Rose anuncia mudança nos shows do Guns N' Roses

imagemGene Simmons admite que "Ace estava certo" sobre o Kiss no começo dos anos 80

imagemA banda de rock que impressionou Paulo Ricardo e o fez ver grandeza do estilo em São Paulo

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemBeatles: Ringo Starr conta como foi o seu último encontro com John Lennon

imagemNoel Gallagher revela o rockstar que ficou mais impressionado de conhecer pessoalmente

imagemJulian Lennon relembra como era sua relação com seu pai, John Lennon

imagemPantera faz primeiro show da turnê de reunião: veja setlist, fotos e vídeos

imagemO curioso motivo pelo qual Nightwish nunca foi próximo do HIM, segundo Ville Valo

imagemO maior álbum de todos os tempos, na opinião do saudoso Ronnie James Dio

imagemNazareth: Brian Johnson homenageia Dan McCafferty

imagemJames Hetfield sobre "Load" e "Reload": "Pareceu forçado"


Samael Hypocrisy
Stamp

Les Claypool comenta álbuns do Yes, Rush e Peter Gabriel que mudaram sua vida

Por André Garcia
Postado em 24 de outubro de 2022

Primus é uma daquelas bandas realmente alternativas: poucos conhecem, mas muitos dos que conhecem adoram. Formado nos Estados Unidos em meados dos anos 80, é um trio que gira em torno de seu vocalista e baixista Les Claypool — único integrante que fez parte de todas as formações.

Foto: Site oficial Les Claypool
Foto: Site oficial Les Claypool

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda lançou seu álbum de estreia "Frizzle Fry" em 1990, e não demorou a chamar atenção, em muito graças às excêntricas e incríveis linhas de baixo de Les. Dessa forma, apenas entre 1991 e 92 eles abriram shows para nomes como Public Enemy, Rush e U2.

Em entrevista para a Guitar World, Claypool comentou álbuns das lendas do rock progressivo Yes, Rush e Peter Gabriel, que possuem linhas de baixo que mudaram sua vida.

Yes - Roundabout (1971)

"Chris Squire foi um dos meus primeiros heróis. O cara que produziu 'Fragile', Eddie Offord, entrou em contato com o Primus lá no começo, e queria nos produzir. Mas era muito cacique para pouco índio, então não queríamos ter ninguém nos produzindo. Mas uma coisa que ele me disse foi 'Eu posso te entregar o timbre de Chris Squire'. Eu fiquei, tipo, 'Hummm…' Tentei arrancar aquilo dele, mas ele não me dava nem uma pista [risos]! Depois de tocar por tanto tempo, aprendi que o timbre está bastante nos seus dedos, e em como você ataca o instrumento."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Rush - All The World’s A Stage (1976)

"Para mim, em meus tempos de moleque, 'All The World's A Stage' foi uma descoberta incrível. Aquele realmente foi o álbum que me jogou naquele mundo de aprender baixo. Geddy é um músico muito melódico, e sua forma de fazer fraseados é incrível. Eu até introduzi o Rush ao Canadian Hall of Fame, e tocamos 'Spirit of Radio' — aquela p*rra é difícil, cara!"

Peter Gabriel - Shock The Monkey (1982)

"Tony Levin é reverenciado no mundo do baixo graças às coisas que fez com [Peter] Gabriel e King Crimson. Aquilo foi espetacular. Em termos de ser um músico completo, ele é provavelmente meu preferido. Ele tem um bom groove, um grande timbre, e tem arrepiantemente misteriosos elementos experimentais, mas ele tem um incrível bom gosto. Tem caras de muito bom gosto que você não consegue distinguir dos outros, mas Tony é muito reconhecível. Ele fica no fundo da mixagem, mas você reconhece ele, o que não é um feito qualquer."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Summer Breeze


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Les Claypool comenta álbuns do Yes, Rush e Peter Gabriel que mudaram sua vida

The Simpsons: algumas bandas que foram influenciadas por eles

Les Claypool, do Primus, explica por que não se tornou baixista do Metallica

Rush: Geddy Lee revela quais os 10 baixistas favoritos dele

Bandas: Por que ninguém está indo a seus shows?

Metal: as oito maiores tretas entre músicos do gênero


Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.

Mais matérias de André Garcia.