RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemAs queixas que colegas do Paralamas mais fazem sobre Herbert Vianna, segundo o próprio

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemApós dez anos, Jason Newsted procura guitarristas para montar um projeto de metal

imagemA bizarra lembrança que Kerry King tem do último show do Slayer

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemA reação de Jairo Guedz quando houve o racha do Sepultura no auge do sucesso

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas

imagemO hit da Legião Urbana antiviolência cantado sob perspectiva de jovem da periferia

imagemJohn Lennon queria regravar todas as músicas dos Beatles, segundo produtor George Martin

imagemA vingança de Joana Prado (ex-Feiticeira) contra filhos briguentos que envolve RPM

imagem"A vida é curta", afirma Floor Jansen, vocalista do Nightwish

imagemManowar confira apresentação única em São Paulo para setembro


Stamp

Randy Rhoads sobre "Diary of a Madman": "Algumas partes me constrangem"

Por André Garcia
Postado em 21 de janeiro de 2023

O prodígio guitarrista Randy Rhoads entrou na vida de Ozzy Osbourne após sua demissão do Black Sabbath, em 1979. No ano seguinte, o Mad Man fez sua triunfal estreia como artista solo com "Blizzard of Ozz" (1980), cujo sucesso em muito se deve a suas brilhantes contribuições.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1982, após o lançamento de "Diary of a Mad Man" (1981), ele deu uma esclarecedora entrevista para a Guitar World. Entre outras coisas, ele confessou suas frustrações com seu próprio trabalho naquele álbum:

"No primeiro álbum ['Blizzard of Ozz'], nenhum de nós tinha tocado junto, então foi tudo ao mesmo tempo. Estávamos montando a banda, compondo as músicas e [trabalhando] no estúdio ao mesmo tempo. Imediatamente após gravar 'Blizzard...', fizemos uma turnê europeia e voltamos para fazer 'Diary [of a Mad Man]'. Não teve pausa. Eu não tive tempo para sentar e pensar: 'O que eu quero fazer? O que desejo realizar?' Assim, fui ficando sem ideias que me interessassem perseguir."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"No 'Diary…' nós botamos muito mais energia na composição. As músicas estão rolando, mas minha habilidade na guitarra não. Estávamos com pressa para ir aos Estados Unidos promover 'Blizzard…', então 'Diary…' foi apressado. Só tivemos tempo de ter uma noção básica das músicas antes de gravá-las."

"Algumas partes desse disco me constrangem, da perspectiva da guitarra. Na verdade, em 'Little Dolls' eu nem cheguei a fazer um solo de verdade — o que você ouve, na real, é a trilha de guitarra. É um solo provisório que eu botei lá para depois trocar pelo definitivo, mas eu jamais tive tempo para isso. Em muitas das minhas coisas no 'Diary…' falta feeling. Soam meio banal para mim, são como tocar qualquer coisa que viesse à cabeça."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Essa entrevista foi uma das últimas dadas por Randy Rhoads, publicada na edição de maio, dois meses após sua morte. Ele morreu aos 25 anos em 19 de março de 1982, em um acidente aéreo durante a turnê de "Diary of a Mad Man". Ozzy o homenageou cinco anos depois lançando o álbum ao vivo "Tribute to Randy Rhoads" (1987), contendo gravações de 1981. Mesmo com o passar das décadas, até hoje ele é reverenciado como um dos mais influentes guitarristas do heavy metal.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2

Tommy Aldridge mostra como tocar "Here I Go Again", do Whitesnake; veja vídeo


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.
Mais matérias de André Garcia.