RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemRoger Waters se defende, mas David Gilmour fica do lado da esposa e confirma tudo

imagemEm 1974, Raul Seixas explicava detalhes dos significados por trás da letra de “Gita”

imagemA opinião de Humberto Gessinger sobre movimentos separatistas da região Sul do Brasil

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemDavid Gilmour largou vício maléfico após ouvir erro em disco do Pink Floyd

imagemDave Mustaine diz que atual formação do Megadeth é mais bem-sucedida em anos

imagemPróximo do Angra contará com Fernanda Lira, Mayara Puertas, Karina Menascé e Angel Sberse

imagemComo Brian May acabou fazendo participação especial em disco dos Paralamas do Sucesso?

imagemCinco ícones do heavy metal que morreram de forma trágica

imagemRoger Waters ataca a Ucrânia e é ofendido por esposa de David Gilmour

imagemAs 5 bandas confirmadas no Summer Breeze Brasil que não tocarão em outras cidades

imagemNervosa anuncia que próximo disco de estúdio está gravado

imagemMick Taylor sobre Rolling Stones: "Não conseguia acreditar como eles soavam mal"

imagem"Patinho feio", Gene Simmons diz que não tem amigos

imagemO recado de Felipe Andreoli para fãs que esperam novo "Rebirth" ou "Temple of Shadows"


Stamp

Beatles: Em 1965, Paul McCartney gravou um álbum experimental de Natal

Por André Garcia
Postado em 02 de janeiro de 2023

Conforme publicado pela Far Out Magazine, em 1965 Paul McCartney gravou uma espécie de álbum de Natal para John Lennon, George Harrison e Ringo Starr. As três únicas cópias produzidas, no entanto, se desgastaram e não existem mais.

Foto: Capa Coletânea 1962-1966
Foto: Capa Coletânea 1962-1966

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Richie Unterberger no livro The Unreleased Beatles: Music and Film escreveu: "Inesquecível. Por anos, foi relatado que Paul McCartney gravou um álbum em casa por volta do Natal de 1965, apenas para os outros Beatles. Supostamente, incluía canto, atuação e esquetes, mas apenas três cópias foram impressas, para John, George e Ringo."

"Se um dia ver a luz do dia, deverá ser a mais antiga amostra dos Beatles usando equipamento de gravação caseira para propósitos especificamente experimentais e vanguardistas — algo que John e Paul faziam na segunda metade dos anos 60 (embora John tenha se aventurado mais nessa área que Paul)."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por décadas, o tal álbum foi um entre tantos rumores que cercam os Beatles. Foi só em 1995 que, em entrevista para Mark Lewisohn, que Paul McCartney finalmente confirmou sua existência:

"Sim, é real. Eu tinha dois gravadores Brenell em casa, com os quais fiz umas gravações experimentais e loops de fita, como os de 'Tomorrow Never Knows'. E teve uma vez que lancei uma coisa maluca, fora da casinha, só para os outros Beatles. Algo divertido que eles pudessem ouvir de noite. Foi só para os parceiros, basicamente."

"Começava com Nat King Cole cantando 'Unforgettable', aí eu chegava por cima, como locutor: 'Sim, inesquecível, é isso que você é! E hoje em Unforgettable…' Era como um programa de variedades: cheio de entrevistas estranhas, música experimental, loops de fitas, algumas faixas que eu sabia que os outros não tinham ouvido ainda — apenas uma compilação de coisas estranhas."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu levei a fita para o estúdio de Dick James, e eles me prensaram três discos de acetato. Infelizmente, a qualidade desses discos era tão baixa que só dava para tocar por umas semanas, depois eles se desgastavam. Provavelmente aquilo está em uma fita em algum lugar."

Foi apenas recentemente, já nos tempos de YouTube, que essa gravação se tornou pública pela primeira vez. Confira abaixo.

Pelo visto, essa gravação de Natal plantou na cabeça de Paul McCartney a semente do "Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band" — que também foi experimental, com loops, efeitos sonoros e tinha o formato de um show de variedades.

Beatles

Pioneiro, John Lennon formou o The Quarrymen em 1956 — ano do lançamento do álbum de estreia de Elvis Presley, considerado o marco zero do rock. Paul McCartney se juntou a ele em 58, George Harrison em 59. Após trocar de nome várias vezes, em 1960 a banda adotou o definitivo: The Beatles.

Em ascensão então sem precedentes, eles conquistaram Liverpool em 62, a Inglaterra em 63 e os Estados Unidos e o mundo em 64, o ano da beatlemania. Após serem apresentados à maconha por ninguém menos que Bob Dylan, em meados da década o quarteto deu uma guinada em sua carreira, se afastando das canções pop e buscando fazer algo mais maduro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ao abandonar os shows ao vivo em 1966 — que, cada vez mais caóticos, chegaram a colocar a vida de seus membros em risco —, os Beatles puderam se dedicar integralmente às gravações. Com álbuns como "Revolver" (1966) e "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band" (1967), eles atingiram seu auge criativo abusando de instrumentos exóticos, experimentações sonoras e inovadoras técnicas de gravação. Não é por acaso que o "Sgt. Pepper's…" está entre os álbuns mais vendidos de todos os tempos.

Com o "White Album" (1968), por outro lado, eles já davam sinais de crescerem em direções diferentes, perdendo a unidade e coesão. A partir dali, cada vez mais a banda ficou pequena para os quatro. Insatisfeitos, para poderem fazer o que realmente queriam, tiveram que seguir caminhos separados, o que aconteceu após a gravação de "Abbey Road" (1969). O "Let it Be" (1970) já foi lançado como um trabalho póstumo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Apesar de ter encerrado sua trajetória há mais de meio século, os Beatles seguem conquistando a novas gerações, e até hoje permanecem entre os nomes mais populares da música.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2

A resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.
Mais matérias de André Garcia.