Matérias Mais Lidas


Stamp

Como George Harrison salvou a produção do filme "A Vida de Brian", do Monty Python

Por André Garcia
Postado em 03 de março de 2023

A comédia cult A Vida de Brian, do grupo britânico Monty Python, causou controvérsia nos cinemas em 1979 ao fazer uma paródia bíblica — mais especificamente, sobre a vida de Jesus Cristo. O roteiro polêmico despertou o receio dos investidores, que decidiram não apostar seu dinheiro na produção.

George Harrison - Mais Novidades

Foto: Facebook Oficial
Foto: Facebook Oficial
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O filme esteve próximo de ser cancelado por falta de fundos, mas conseguiu ser realizado graças à intervenção de ninguém menos que George Harrison. Mundialmente conhecido por sua carreira musical, o ex-beatle também fez sucesso como produtor cinematográfico.

De acordo com o canal Beatles Bible no YouTube, Terry Gilliam, membro do grupo, relatou que a EMI Films, que originalmente financiava o projeto, o abandonou abruptamente às vésperas da pré-produção.

"Quando escrevemos a Vida de Brian, a EMI estava financiando o filme. Nós o projetamos e estávamos indo para a Tunísia no sábado com a equipe para começar a construir, aí na quinta-feira recebemos uma ligação: eles tinham acabado de ler o roteiro (aparentemente nem tinham lido ainda!), e ficaram chocados, horrorizados. Nos disseram que de jeito nenhum a EMI iria se envolver com aquela blasfêmia, sabe, aquela imundície. E eles cancelaram tudo na quinta-feira. Nós ficamos arrasados."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Monty Python tentou angariar os 4 milhões de dólares necessários para a produção na Inglaterra, sem sucesso. Então, o membro Eric Idle partiu com o produtor John Goldstone para Hollywood, onde conseguiu levantar metade do valor junto à United Artists. No entanto, sem alguém que arcasse com a outra metade, o projeto teria que ser abandonado. Foi nesse momento que George Harrison entrou em cena para salvar o dia.

George Harrison salva o dia

"Eu tinha ouvido falar que George gostava do Monty Python", disse Eric Idle em documentário. "Eu fiquei receoso, porque ele era famoso e tal, mas fizemos uma exibição do filme Monty Python em Busca do Cálice Sagrado, e correu muito bem. De repente, ele disse "Vamos lá em cima", e iniciamos um diálogo que se estendeu por 48 horas. Nós ficamos, tipo, [imita duas pessoas falando rapidamente ao mesmo tempo]."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1976, Harrison foi arrastado para um longo e dispendioso julgamento por plágio em relação à música "My Sweet Lord", que por anos sangrou profundamente suas finanças. Portanto, para financiar A Vida de Brian, ele fundou a produtora HandMade Films e tomou um empréstimo bancário de 2 milhões de dólares, oferecendo sua própria casa como garantia. Ele arriscou tudo no sucesso do filme. Eric Idle brincou dizendo que ninguém na história pagou tão caro para assistir a um filme.

Com George fazendo uma ponta como figurante, A Vida de Brian acabou se tornando um dos maiores sucessos do ano no cinema britânico: quarta maior arrecadação no Reino Unido e maior arrecadação de um filme britânico nos Estados Unidos. A HandMade Films continuou produzindo outros filmes e se tornou uma importante força no cinema britânico durante os anos 80.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze 2024


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.
Mais matérias de André Garcia.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS