Tokyo Blade: O top 10 dos Samurais da NWOBHM

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Victor Kataóka, Fonte: H2R
Enviar correções  |  Ver Acessos

Eles tocaram no Brasil em 2016 e são conhecidos como os "Samurais da New Wave Of British Heavy Metal", tendo 2 discos clássicos no submundo underground das "Bandas Cults" de Heavy Tradicional, além de um dos maiores clássicos da NWOBHM... É claro que estamos falando do Tokyo Blade!

Hit Parader: Os maiores vocais do Heavy Metal segundo a revistaDimebag Darrell: namorada fala sobre a vida e a morte do músico

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A seguir o caro leitor irá se deparar com o primeiro TOP 10 feito para a banda.

Tivemos o trabalho de escutar com cuidado os 8 discos presentes nessa discografia marcada por altos e baixos, e esperamos que não só atenda as expectativas dos fãs do Tokyo Blade, como também sirva para introduzir a banda para um novo público.

20 Only The Strong *****

19 Thousand Men Strong ******

18 Lunch Case ******

17 Madame Guillotine **

16 Liar *

15 Killer City *

14 Break The Chains *

13 Sunrise In Tokyo *

12 Burning Down Paradise *****

11 Flashpoint Serenade *****

10 Break Out **

Abrindo esse TOP 10, o Heavy Tradicional característico da época com a pegada do Tokyo e bons backing vocals de "Break Out", que narra uma fuga de cadeia, e tem aqueles riffs que fazem a cabeça de todo fã de Heavy Metal.

09 Unleash the Beast **

A 9º colocada tem mais uma letra nervosa, bem comum nos primeiros trabalhos do Tokyo. Ótimo refrão, baixo gostoso de escutar, e sem firulas podemos passar para a próxima.

08 Night of the Blade **

"Night of the Blade" tem uma letra que parece ser uma mistura de "Unleash the Beast" e "Break Out". Ela caminha entre o suave a o agressivo. Aqui vemos a sonoridade melódica da banda um pouco mais acentuada, mas ainda não tanto quanto algumas músicas que veremos a seguir.

07 1000 Years (Intro) - The Eye Of The Storm ****

Em 89, Andy Boulton recrutou a banda Alemã The Dead Ballerinas, com Michael Pozz nos vocais, Martin Machwitz no teclado, o baixista Dave Sale e o baterista Astor. O resultado foi o mediano "No Remorse", que abre com essa música maravilhosa, uma verdadeira viagem! Não tem a cara do Tokyo, e até a letra falando da banda no palco é bobinha, mas ainda assim desbancou vários clássicos do primeiro disco assumindo a 7ª posição.

06 Warrior of the Rising Sun **

Uma das mais melódicas da banda, "Warrior of the Rising Sun" tem um pé na sonoridade Japonesa, e não para por aí...Ela é mais uma com a temática lírica da terra do sol nascente, e também é uma das mais famosas da banda. A letra falando sobre o Samurai é muito bem trabalhada, não é aquela "água/clichê" usando rimas simples, eu curti bastante!

05 Dead of the Night **

A única balada nesse TOP 10, "Dead of the Night" definitivamente não podia ficar de fora. Bela e intensa, com grande trabalho nas guitarras quando "o bixo pega pra capar", ela mostra bem como a banda não era apenas mais uma no "grande mar" (cheio de tubarões) da New Wave. Todas as variações Suave/Agressivo de "Night of the Blade" são intensificadas aqui. Canção muito madura, mostrando toda a força e qualidade do Heavy Metal como gênero musical.

04 Crystal Gold ****

Desbancando vários clássicos, a 4ª colocada foi a grande surpresa desse TOP 10. Quando eu escutei a discografia da banda várias vezes, essa foi uma das músicas que mais me marcou. "Crystal Gold" tem uma letra tão bobinha quanto a outra música do "No Remorse" nesse TOP 10, aliás, eu vou além, diria que sua letra chega a ser inocente. Se eu tivesse que definir essa música em apenas uma palavra, eu diria que ela é cativante. Os riffs são lindos, e a levada me embala fácil fácil, eu simplesmente não consigo escutar "Crystal Gold" sem ficar com ela na cabeça por vários dias...

03 If Heaven Is Hell *

Acho que os fãs vão chiar pois "If Heaven Is Hell" é o grande clássico do Tokyo, e talvez algumas pessoas achem um absurdo ela ter ficado com o bronze, e não a prata. Pois eu prefiro pensar que o Tokyo é tão foda, que "If Heaven Is Hell" não é a melhor música da banda.

"Light, burning in your eyes, telling all your lies"... Com sua letra tensa e obscura, "If Heaven Is Hell" é tão maravilhosa, os riffs, a melodia, a levada, um verdadeiro clássico da New Wave! Caminhando para os 700 mil views no youtube, ela continua fechando todos os shows da banda, mais de 30 anos depois!

02 Attack Attack **

Eu fiquei em dúvida se colocava "Attack Attack" no primeiro ou segundo lugar, mas por uma questão de detalhes ela acabou ficando com a prata. Essa música foi provavelmente uma das mais intensas que eu já escutei no universo Heavy Metal Tradicional. Não posso deixar passar as ótimas linhas de baixo a lá Iron Maiden, mas o destaque aqui ficou por conta de Vicki James Wright, que faz miséria nos vocais! Ele canta com tanta paixão e intensidade (foda-se a técnica), que quando eu escuto a ótima versão do Skull Fist para esse clássico, bate uma tristeza quando entram os vocais, bem menos intensos (sim, essa palavra define essa música e eu vou usá-la várias vezes) que os originais. Tem música que você quando pega a tradução da letra fica decepcionado por ela não condizer com a emoção passada para o ouvinte, mas esse não é o caso de "Attack Attack", toda a "tensão, intensidade e agonia" relatadas na letra refletem na sonoridade da mesma...Brilhante!

01 Blackhearts And Jaded Spades ***

Finalmente apresentamos a medalha de ouro, a música que pra mim é a obra prima do Tokyo Blade.

A impressão que eu tive da letra é que ela é uma crítica a gravadora/business da época, mas se pararmos pra pensar, foi justamente nesse mediano disco de 1985 que a banda se entregou de vez ao mercado musical, orientando sua sonoridade mais para as vendas, e menos para a "arte". Tudo nessa música beira a perfeição em termos de Heavy Tradicional. "Blackhearts And Jaded Spades" é a mistura o que tem de melhor na discografia da banda. Como não se emocionar com aquela quebrada no meio da música? Guitarras maravilhosas, ótimos backing vocals e cozinha firme..Linda, linda, linda!

Chegando ao fim de mais um TOP 10, fica a nossa torcida para que o Tokyo Blade e seus brilhantes 2 primeiros discos sejam cada vez mais difundidos dentre o público fã de Heavy Metal, assim como outras bandas cults da N.W.O.B.H.M.

Discografia (com a legenda nas músicas da matéria):

Tokyo Blade (1983) *
Night of the Blade (1984) **
Black Hearts & Jaded Spades (1985) ***
Ain't Misbehavin' (1987)
No Remorse (1989) ****
Burning Down Paradise (1995) *****
Pumphouse (1998)
Thousand Men Strong (2011) ******




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Maiores e MelhoresTodas as matérias sobre "Tokyo Blade"


Heavy Metal: Alguns discos que são obras-primas pouco lembradasHeavy Metal
Alguns discos que são obras-primas pouco lembradas


Hit Parader: Os maiores vocais do Heavy Metal segundo a revistaHit Parader
Os maiores vocais do Heavy Metal segundo a revista

Dimebag Darrell: namorada fala sobre a vida e a morte do músicoDimebag Darrell
Namorada fala sobre a vida e a morte do músico


Sobre Victor Kataóka

Kataóka representa aqueles que prezam por nomes como Saxon, Accept, Manowar, Judas, Virgin Steele, Alice Cooper, Queensryche, Warlock, Savatage, Budgie, Dio e etc. Trajando o manto do Fortaleza EC, conseguiu ver com muito sacrifício quase todas as suas bandas favoritas ao vivo, e acredita que acima do AC/DC, somente os Beatles. Com o H2R, resenha Heavy Tradicional, Hard Rock, e o seu vício: N.W.O.B.H.M, o que não o impede de prezar demais por rock progressivo e psicodélico. Apesar de ser de 88, dentre 500GB de mp3 em um HD de valor inestimável, 95% do conteúdo vem dos anos 60,70 e 80. Não resenha Melodic, industrial, extremo, sinfônico, Power, New, Grunge e vários outros etc...

Mais informações sobre Victor Kataóka

Mais matérias de Victor Kataóka no Whiplash.Net.

Cli336x280