Tragédias: 10 das piores ocorridas em shows de Rock e Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: ultimateclassicrock.com, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Condições do tempo, da natureza, mas mais frequentemente decisões equivocadas de seres humanos podem levar muitas das vezes a acontecimentos infelizes. Pensando nisso, foi feita uma lista cronológica de dez das piores tragédias ocorridas durante shows.

Psicografia: uma suposta carta do espírito de Cássia EllerQueen: algumas curiosidades sobre a banda

10. The Rolling Stones em Altamont, 1969

Os Rolling Stones se apresentavam em um show gratuito em Altamont, que seria parte de uma comemoração de encerramento de sua turnê nos EUA. A contratação de membros dos "Hells Angels" para fazer a segurança foi um erro mortal. Brigas em meio à multidão causou lesões em vários membros da platéia e um deles foi morto por um integrante do moto clube.

9. The Who em Cincinnati, 1979

11 pessoas foram mortas quando uma multidão de fãs impacientes, que esperavam ansiosas o show do The Who criaram um transtorno gerando pânico ao entrarem no local. A banda só foi informada sobre as mortes logo após o show, os músicos ficaram com o coração partido. Na verdade, Roger Daltrey queria cancelar o resto da turnê. Foi Pete Townshend que insisitiu que o grupo continuasse: "se nós não tocarmos amanhã, nós nunca tocaremos de novo".

8. Metallica e Guns 'N' Roses em Montreal, 1992

Depois do Metallica ser forçado a cortar pela metade o show realizado com o Guns N'Roses, quando James Hetfield foi gravemente queimado em um incidente com pirotecnia, Axl Rose deixou o público ainda mais decepcionado ao alegar depois de uma hora de atraso que estava com problemas em sua garganta. A multidão de mais de 50 mil pessoas começou um quebra quebra generalizado. Os incidentes continuaram até que a ​​polícia interveio com os manifestantes nas ruas, eventualmente, usando gás lacrimogêneo para retomar o controle.

7. Limp Bizkit no Woodstock, 1999

Instigados pela violência do vocalista Fred Durst, diversos jovens iniciaram a destruição de diversos objetos e equipamentos como caixas-eletrônicos, lixos, banheiros e tendas. Outros foram pisoteados e esmagados na grades.

6. Pearl Jam no The Roskilde Festival, 2000

Trágicos acontecimentos durante a apresentação do Pearl Jam no The Roskilde Festival, na Dinamarca, deixaram nove mortos, a maioria deles enquanto os fãs corriam para o palco. Por precaução, o Pearl Jam parou o show assim que soube do acontecimento, mas já era tarde demais. A banda entrou em contato com as famílias e fizeram referências às vítimas na música "Love Boat Captain".

5. Great White em Rhode Island, 2003

Uma das tragédias mais previsíveis d​na história do rock aconteceu em 2003, quando equipamentos de pirotecnia causaram um incêndio que matou 100 pessoas em um show do Great White em West Warwick, RI. Inclusive o guitarrista da banda Ty Longley também foi morto. Mais de 200 pessoas sofreram inalação de fumaça, queimaduras e outros ferimentos. O empresário da turnê e da banda, Daniel Biechelem, foi sentenciado a 10 anos por homicídio culposo (quando não há intensão de matar), e ganhou liberdade condicional em 2008. O clube enfrentou diversas acusações, e a banda, especialmente o vocalista Jack Russell, ficou profundamente abalada pelo terrível acontecimento daquela noite.

4. Damageplan em Columbus, Ohio, 2004

Um sujeito perturbado chamado Nathan Gale subiu ao palco e atirou várias vezes contra o ex-guitarrista do Pantera, Dimebag Darrell, durante um show em Columbus, Ohio, com sua banda nova, o Damageplan. Outras três pessoas foram mortas antes de Gale ser abatido.

3. The German Love Parade Festival, 2010

Mais de 500 pessoas ficaram feridas e 21 pessoas morreram na edição do ano passado do The German Love Parade Festival, que atraiu mais de um milhão de pessoas para uma área com capacidade para 250.000. O trajeto para a arena era feito através de túneis que rapidamente ficaram superlotados com pessoas tentando chegar ao show. Como resultado dessa tragédia, todos os eventos foram cancelados.

2. The 2011 Indiana State Fair, 2011

Sete pessoas morreram com o colapso ocorrido por causa de uma tempestade em Indiana. A dupla country Sugarland se mostrou "chocada e desolada" com os acontecimentos, dizendo que não havia palavras para descrever o que tinha acontecido. O local do show entrou em estado de alerta com medidas de segurança, para evitar que o mesmo acidente ocorra no futuro.

1. Pukkelpop Music Festival na Bélgica, 2011

Uma forte tempestade na Bélgica causou uma grande tragédia durante o Pukkelpop Music Festival, onde uma variedade de bandas se apresentariam, incluindo Offspring, Foo Fighters, Suicidal Tendencies, Within Temptation, Deftones e Apocalyptica. O evento deixou quatro pessoas mortas, e o restante do festival foi cancelado. Autoridades locais disseram que a intensidade do tempo não tinha sido prevista pelos meteorologistas locais.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Maiores e Melhores

Psicografia: uma suposta carta do espírito de Cássia EllerPsicografia
Uma suposta carta do espírito de Cássia Eller

Queen: algumas curiosidades sobre a bandaQueen
Algumas curiosidades sobre a banda

Novas caras do metal: 40 bandas que você precisa conhecerNovas caras do metal
40 bandas que você precisa conhecer

Ozzy Osbourne: os conselhos do Madman sobre masturbaçãoOzzy Osbourne
Os conselhos do Madman sobre masturbação

U2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da bandaU2
As 10 melhores músicas de todos os tempos da banda

Metallica: por que Hammett quis sair do Exodus e juntar-se à bandaMetallica
Por que Hammett quis sair do Exodus e juntar-se à banda

Cinderella: vendendo cachorro-quente em 1983Cinderella
Vendendo cachorro-quente em 1983


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

adGooILQ