Helloween: uma hilária versão sertaneja do clássico "I want Out"!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Chris Oliver, Fonte: Assessoria de Imprensa
Enviar correções  |  Comentários  | 

Há poucos meses foi lançado um tributo nacional à banda alemã Helloween, com nomes como Soulspell, Vandroya, Pastore, Scelerata, Bruno Sutter, e outros artistas brasileiros. Apesar de contemplar uma boa parte da obra dos "criadores do Metal melódico", alguns clássicos obrigatórios ficaram de fora, como por exemplo os hinos "Eagle Fly Free" e "I want Out", do álbum "Keeper of the Seven Keys - Part II" (1988), o que deixou muito fãs desapontados. Entre eles, a banda Comitiva do Rock, conhecida pelas suas divertidas versões "Metal sertanejo", que resolveram fazer alguma coisa a respeito. Mas claro, a sua maneira. E assim nasceu "Pistoleira", uma insana mistura entre "I want Out" e o maior sucesso da tradicional dupla Rick & Renner, que se separou recentemente. A versão fala sobre aquele tipo específico de mulheres que seduzem e se aproveitam de homens ricos, mais velhos ou famosos, por benefícios financeiros, muitas vezes apelando para o famoso "golpe da barriga" para garantir seu futuro. Ou seja, o estereótipo das famigeradas "mulheres interesseiras", também conhecidas como "marias-gasolina", "marias-chuteira", "marias-tatame", "periguetes", ou simplesmente, "pistoleiras".

738 acessosHelloween: Deris manda recado e mostra músicas ensaiadas5000 acessosPaulo Schroeber: nota oficial sobre falecimento do guitarrista

Apesar da abordagem humorística, a versão leva alto nível de qualidade de execução e produção, deixando claro que os músicos não apenas tem respeito, como são grandes fãs do Helloween, que convenhamos, sempre teve também um Q de humor na sua essência. "Dentro da 'Comitiva' temos pelo menos quatro fanáticos por Helloween, especialmente o antigo, porque apesar de serem musicalmente muito bons, sempre fizeram músicas e clipes divertidos. Quem gosta de Metal, melodia e humor, não tem como não ser influenciado direta ou indiretamente pelo Helloween", explica o frontman Zezé Cavalera. O clipe leva vários trechos baseados no clipe oficial de "I want out", com destaque para as hilárias cenas protagonizadas pela "Vaca Metaleira", a mascote oficial da banda, que reproduz uma das cenas mais marcantes interpretadas por Michael Kiske no clipe original. Alguns detalhes mais sutis, só mesmo os fãs mais atentos notam de primeira, como a referência ao "And So?", que encerra o clipe de 1988. E como trata-se de uma releitura feita por uma banda de "Metal sertanejo", a introdução é feita por Jorge Moisés, o locutor oficial de um dos maiores rodeiros do Brasil. Uma mistura improvável, feita por uma banda fã de dois estilos aparentemente tão extremos, e que de alguma forma soa divertida e natural.

Confira:

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

O clipe de “Pistoleira” também marca para a Comitiva do Rock a “despedida da fase paródias”, depois de mais de 20 versões-paródia lançadas pela banda desde de seu surgimento em 2009, que renderam o lançamento de um CD oficial, prêmios em programas de TV e shows por todo Brasil. E como trata-se de uma "despedida", a banda fez questão de caprichar em todos os detalhes do clipe, que ainda leva como "bônus", nos créditos finais, o trecho de uma versão de "Fear of the Dark" (Iron Maiden), rebatizada como "Vim de Goiás", em referência a cidade natal de Zezé Cavalera, e também uma homenagem ao principal berço da nossa música sertaneja.

Ao mesmo tempo que encerra essa primeira fase de sua carreira, a banda inicia uma nova história, e já se reúne em estúdio para iniciar os ensaios das primeiras músicas 100% autorais e inéditas, que terão a direção e produção do requisitado Paulo Anhaia, responsável por assinar discos de nomes como Rita Lee, Titãs, Charlie Brown Jr, CPM 22, NX Zero, Fresno, Velhas Virgens e muitos outros artistas, incluindo a primeira fase da própria “Comitiva”. Os primeiros singles das músicas autorais deverão ser gravados e lançados ainda nesse primeiro semestre de 2015, e para quem sempre acompanhou as suas versões-paródia, a banda faz questão de informar que o Metal cheio de humor e influências sertanejas continuará sendo honrado nas composições próprias da Comitiva do Rock.

Site relacionado:

https://www.facebook.com/ComitivadoRock

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 18 de março de 2015

Avenged SevenfoldAvenged Sevenfold
Helloween é como uma versão mais pop do Maiden

738 acessosHelloween: Deris manda recado e mostra músicas ensaiadas1481 acessosHelloween: Ingressos esgotados para os dois shows em São Paulo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Helloween"

HelloweenHelloween
A banda que não soube ser grande

2000 a 20022000 a 2002
10 shows/turnês pouco comentados

Futebol e MúsicaFutebol e Música
A Seleção Alemã do Heavy Metal

0 acessosTodas as matérias da seção Humor0 acessosTodas as matérias sobre "Helloween"0 acessosTodas as matérias sobre "Comitiva do Rock"

Paulo SchroeberPaulo Schroeber
Nota oficial sobre falecimento do guitarrista

Donald TrumpDonald Trump
Os roqueiros que apoiam o presidente eleito

A morte das grandes bandasA morte das grandes bandas
Vá a todo show grande que puder

5000 acessosCovers: quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo5000 acessosGuns N' Roses: Como Slash explica a separação em sua biografia?5000 acessosLars Ulrich: O motivo pelo qual o Big Four tocou "Am I Evil"5000 acessosMamonas Assassinas: músicos já sabiam que iam morrer?5000 acessosAquiles Priester: 50 discos essenciais na vida do baterista5000 acessosLobão: ex-parceiro diz que ele vive "decadência patética"

Sobre Chris Oliver

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online