E se os gêneros de rock fossem gêneros de filmes?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Pereira Dias
Enviar correções  |  Ver Acessos

Heavy metal = Ação

Motocicletas, armas, velocidade, lutas, bebidas, drogas, explosões, heróis e salvamentos. Temas perfeitos para o heavy metal e seu peso destruidor. Existem milhões de filmes/músicas iguais, mas quem se importa com isso??? São todos bons!!!

Trilha sonora: Judas Priest rolando solto enquanto Rambo mata vários vietcongs com aquelas metralhadoras gigantescas.

Raul Seixas: Por trás da letra de "Carimbador Maluco"Veraneio Vascaína: Uma ácida crítica à polícia brasileira

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Power metal = Épicos/Aventura

Dragões, espadas, honra, fogo e aço. Lutas com muita bravura, destreza e habilidade para derrotar o inimigo e salvar a terra medieval. Quem nunca imaginou cenas do tipo ao ouvir um álbum do Rhapsody of Fire?

Trilha sonora: "Holy Thunderforce" do Rhapsody of Fire enquanto trava-se uma gigantesca batalha aérea entre dragões e humanos (montados em dragões).

Hard rock/Glam rock = Comédia de Ação

Além das já citadas motocicletas, velocidade, bebidas, drogas e explosões do heavy metal, ainda há uma boa pitada de sátiras e bom humor, o famoso "tirar sarro da cara do perigo"

Trilha sonora: A introdução de "Hot for Teacher" do Van Halen enquanto Arnold Schwarzenegger acende um cigarro com uma banana de dinamite, se preparando para matar o chefe da máfia.

Death metal = Terror

Sangue, morte, espíritos do mal, casas mal assombradas que devoram pessoas e mais sangue. Ingredientes perfeitos para um filme de terror ou para um bom álbum de death metal.

Trilha sonora: Obituary destruindo tímpanos enquanto o assassino parte alguém ao meio com sua serra elétrica.

Thrash metal = Filmes Trash

Até o nome é parecido. A diferença é que "trash" sem o H significa "lixo". Mas quem se importa se o filme é ruim ou não? Quem não gosta de ver tripas, cadáveres, zumbis e cérebros espalhado pelas ruas??

Trilha sonora = "Epidemic" do Slayer enquanto os zumbis atacam o infeliz e abrem sua cabeça para se alimentar de miolos.

Punk Rock = Comédia

Tira sarro de tudo e de todos, não liga pra censura, fala palavrões o quanto pode, desafia a sociedade. Por mais simples que seja, não tem como não ficar com o astral levantado após um show de punk, ou após um filme de comédia.

Trilha sonora: "Rock the Casbah" do The Clash enquanto Jim Carrey apronta várias trapalhadas em um supermercado.

Pop rock = Romance/Comédia Romântica

Pode ser animado, triste ou simplesmente bonito. A simplicidade de um bom pop rock encanta assim como um bom filme sobre amor.

Trilha sonora: A clássica "Iris" dos Goo Goo Dolls no filme de romance Cidade dos Anjos, ou "Heaven" do Live enquanto surgem cenas do casalzinho se divertindo em Los Angeles.

Indie rock = Filmes Cult

Pouca gente conhece, mas seus seguidores são fanáticos. Pode ser simples, pode ter efeitos modernos, mas sempre tenta levar uma mensagem sobre a sociedade e fazer refletir sobre quem somos e como é o mundo em que vivemos.

Trilha sonora: "Little Trouble Girl" do Sonic Youth tocando em cenas de "Amélie Poulain".

Post-rock = Drama

Parado, tranquilo, sem muitas firulas cinematográficas. Mas penetra na alma e faz a gente refletir profundamente sobre suas mensagens.

Trilha sonora: A belíssima cena de Vanilla Sky em cima do prédio no final, ao som de "Njósnavélin" do Sigur Rós.

Rock progressivo = Aventura/Fantasia

Cogumelos, princesas, labirintos, espíritos da floresta e sabedoria. Qualquer rock progressivo que se preze se encaixaria perfeitamente na trilha de filmes desse tipo, até mesmo em "Alice no País das Maravilhas" com suas psicodelias perturbadoras.

Trilha sonora: A introdução de "Time" do Pink Floyd enquanto a garota se perde no labirinto em "O Labirinto do Fauno".

Industrial = Ficção científica

Aliens, naves espaciais, armas laser, tecnologia, homens-máquina. Tudo isso se traduz perfeitamente nos sons eletrônicos pesados do industrial.

Trilha sonora: "Children of the Night" do Blutengel em qualquer cena de invasão alienígena futurista.

Bluegrass/Rockabilly = Western

Bebidas, dançarinas de cabaré, tabernas, saloons, mais bebidas, brigas, carruagens, Alabama, minas de ouro abandonadas e mais bebidas. Nada como ouvir um bom rockabilly ou bluegrass quando se mora no velho oeste.

Trilha sonora: Qualquer uma do Johnny Cash enquanto mostra a galera enchendo a cara e jogando cartas no saloon.

Rock sinfônico = Suspense

Sabe aqueles filmes de detetive, em preto e branco, onde o bandido não deixa nenhuma pista, o tempo está se acabando e ninguém tem ideia do que fazer? Que instrumento melhor que um violino dissonante pra deixar a tensão três vezes maior?

Trilha sonora: A introdução sinfônica de "Hurricane 2000" dos Scorpions, quando o detetive descobre um fato crucial que pode indicar quem é o bandido, e corre pelas ruas em seu carro pra evitar que a pessoa errada seja executada.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Humor

Raul Seixas: Por trás da letra de Carimbador MalucoRaul Seixas
Por trás da letra de "Carimbador Maluco"

Veraneio Vascaína: Uma ácida crítica à polícia brasileiraVeraneio Vascaína
Uma ácida crítica à polícia brasileira


Sobre Bruno Pereira Dias

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280