Quais são os rockstars mais chatos do mundo?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carlos Tourinho, Fonte: Toscochanchada
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em todo lugar que você vai sempre tem aquela pessoa chata, quase insuportável. E no meio rock/metal não é diferente. Há desde aqueles rockstars que se acham a encarnação de Jesus Cristo (ou Lúcifer) na Terra, até os típicos crianções mesmo, aqueles que, se não for feito do jeito deles, é choro pra mais de mês. Conheça alguns exemplos.

5000 acessosAC/DC: Ozzy, Duff, Gene e Lars comentam a morte de Malcolm Young5000 acessosGuns N' Roses: A crítica de Portnoy ao trabalho de Matt Sorum

JON SCHAFFER (ICED EARTH)


Típico daqueles chefes de escritório que querem tudo da maneira deles, Jon é chato, mas tão chato, que é o único membro original remanescente do ICED EARTH. E isso atrapalhou sua própria banda. E todos sabem que um dos segredos para o sucesso de um grupo é a identidade que cria com seus fãs. O grupo já trocou de formação mais do que a Madonna troca de roupa nos shows. Fora os “pitis” de Mr. Schaffer, quando um membro decide sair por livre e espontânea vontade. O IE também era uma ótima banda de power metal, com riffs poderosos e criativos, mas após Jon ter ficado amiguinho dos alemães do BLIND GUARDIAN, sua música se encheu de corinhos insuportáveis nos refrões, típicas das trocentas bandas de metal melódico que existem por aí. Fora que lançar um album triplo ao vivo (excelente, por sinal) é muita pretensão pra uma banda que nunca chegou ao patamar de um METALLICA ou IRON MAIDEN.

Momento “Mala”: No auge do sentimento “anti-imperialista” americano, lança um DVD sobre a batalha de Gettysburg, sob o nome da banda. Mas é um documentário, sem músicas ao vivo nem nada! Terá Jon tentado um emprego como professor de história?

DAVE MUSTAINE (MEGADETH)


É o chorão da turma. Aquele que tem tudo que sempre quis, mas quer mais que seu vizinho. A história de Mustaine é mais ou menos conhecida por quem gosta de heavy metal. Começou no METALLICA, bebia vodka como se fosse água, foi chutado, jurou vingança e montou sua própria banda. Apesar de não ter atingido maior sucesso comercial que o METALLICA, o MEGADETH (ou MegaDave, como queiram) se tornou uma das maiores bandas de thrash metal da história, vendendo milhares de discos em sua carreira. Mas isso é pouco pra Mr. Mustaine. Numa cena emblemática do documentário "Some Kind of Monster", vemos Dave às lágrimas confessar para Lars Ulrich, baterista do METALLICA, o quanto se sente mal por ser o Nº 2. E quando essa parte do filme foi divulgada, o nosso querido Pato Donald do Metal se descabelou, e chamou Lars de feio, bobo e chato. Fora querer se comparar com Kirk Hammett (que o substituiu no METALLICA, e o que considero inferior à Dave), afirmando até que passou chifre no cara.

Momento “Mala”: Outro que não consegue manter sua banda com uma formação estável, Mustaine também tem o péssimo hábito de desancar seus ex-parceiros. Apesar de ter trabalhado com o fenomenal Marty Friedman, Mustaine veio a público dizer que seu atual guitarrista Chris Broderick é melhor. Infantilidade desnecessária.

RITCHIE BLACKMORE (DEEP PURPLE / RAINBOW)


Você já teve um amigo no seu bairro ou prédio, que era o dono da bola? Se o time dele perdesse, ou se ele se irritasse durante o jogo, pegava a bola e ia pra casa? Eis um discípulo de Blackmore. Um cara tão chato, que fazia questão de andar separado dos demais membros do grupo. Se o show de sua banda está sendo televisionado, é bom o câmera sair da frente, pois Ritchie vai meter a guitarra na fuça do pobre trabalhador (como visto no DVD "California Jam"). Em um ano que o DEEP PURPLE veio ao Brasil, exigiu uma limusine própria, mandou (porque pedir, pra ele, é coisa da plebe) organizar uma partida de futebol, e o uniforme tinha que ser azul e preto (arranjaram um jogo de camisas do Grêmio/RS) e mandou seu assessor avisar a todos que não dividissem a bola com ele, nem o olhassem na cara. Mas o jornalista André Barcinski não deu ouvidos e deu uma senhora entrada no guitarrista. Resultado: foi aplaudido até pelos jogadores do time de Blackmore.

Momento “Mala”: No DVD “Come Hell or High Water”, fica nítida a picuinha eterna entre Blackmore e o vocalista Ian Gillan. Logo no início do show, quando Gillan entra no palco, o guitarrista pega um copo d’água e joga no vocalista, que desvia e molha o câmera (mais um coitado). Sem contar que nas entrevistas entre o show, os membros só ficam falando mal do “simpático” guitarrista.

AXL ROSE (GUNS ‘N’ ROSES)


Uma lista de pessoas chatas sem Axl, não é uma lista, certo? Mas se formos listar as peripécias de Mr. Rose, não seria um texto, e sim, uma Bíblia. Mas o que dizer de um cidadão que, ao ver da sacada do hotel aqui no Brasil, suas fãs pedindo o telefone, joga o tal aparelho nos incautos, sem pensar se machucou ou não os “pobres humanos” (na concepção dele). Na outra vez que o Guns voltou ao Brasil em 1992, por medida de segurança, todos os objetos como telefones, refrigeradores, etc, foram embutidos ás paredes do quarto. Infelizmente esqueceram-se das cadeiras… E os milhares de jornalistas que sofreram nas mãos dele? Ou seus parceiros e ex-parceiros, que só podiam subir ao palco na hora que ele quisesse? Ou sua ex-esposa, que o acusou de diversas agressões (mas isso é normal, não é, goleiro Bruno do Flamengo?). Mas quem mais sofre com isso são seus fãs. Se você for a um show do grupo, e tiver a infelicidade de ser avistado por Axl, reze. Porque, se ele não for com sua cara, pode ter certeza que ele dá um jeito de te expulsar do local. Fora a espera de mais de 15 anos por um album de inéditas da banda, e descobrir que o tal é um verdadeiro lixo?

Momento “Mala”: A banda foi duramente criticada pela imprensa por incluir a música “Look at your game girl”, no álbum "The Spaghetti Incident". A música foi composta por Charles Manson, assassino notório (responsável pela morte da atriz Sharon Tate). Foi incluída por insistência de Axl e contra a vontade dos restantes membros da banda.

SHARON OSBOURNE


Ok, esta senhora assustadora não tem formação musical, mas está inserida no meio por ser empresária e esposa de OZZY OSBOURNE. E apesar de ter alavancado a carreira do Madman, é responsável também por ter aproveitado a imagem do marido pra se promover. Pior: no Reality Show da MTV, "The Osbournes", descobrimos que toda sua família é um asco. A filha Kelly é uma mimada enjoada, o filho Jack é um nerd que dá vontade de socar até dizer chega, e Ozzy… bem, o coitado do Ozzy é um vegetal nas mãos da esposa. E, mesmo que sejam as drogas e a bebida que tenham deixado ele assim, milhares de fãs ao redor do globo culpam Sharon por expor sua família de tal maneira (afinal, a mente por trás do programa era ela).

Momento “Mala”: Apesar da família disfuncional, Sharon defende-os com unhas e dentes. No festival Ozzfest, a distinta senhora contratou pessoas para jogar ovos no IRON MAIDEN, em retaliação às palvras do vocalista Bruce Dickinson, que criticou o programa de Ozzy. A banda sofreu uma enxurrada de ovos no palco, realizou um grande show, apesar disso, e Sharon foi vaiada durante toda essa palhaçada.

E vocês? Quais são os maiores chatos do meio musical? Responda nos comentários!!

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

AC/DCAC/DC
Ozzy, Duff, Gene e Lars comentam a morte de Malcolm Young

2814 acessosGuns N' Roses: veja Melissa e Bryan Mantia tocando remix de músicas2635 acessosDownload Festival: A7X, Ozzy e Guns serão headliners da edição 20180 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guns N RosesGuns N' Roses
Axl desafina guitarra de Slash e pede desculpas

AC/DCAC/DC
Clássico com Myles Kennedy (Slash) e Steel Panther

SlashSlash
Música mais lucrativa, pior show e sobrenatural?

0 acessosTodas as matérias da seção Humor0 acessosTodas as matérias sobre "Iced Earth"0 acessosTodas as matérias sobre "Deep Purple"0 acessosTodas as matérias sobre "Rainbow"0 acessosTodas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"


Guns N RosesGuns N' Roses
A crítica de Portnoy ao trabalho de Matt Sorum

As novas caras do metalAs novas caras do metal
Mais 40 bandas que você deve conhecer

Marilyn MansonMarilyn Manson
"Acho que sou muito pior fora do palco do que nele!"

5000 acessosAtores de Hollywood no mundo da música5000 acessosDream Theater: o vacilo na capa de "A Dramatic Turn of Events"5000 acessosJudas Priest: 10 fatos que comprovam que eles são Heavy Metal5000 acessosDave Mustaine: "Risk" poderia ter sido o fim da carreira5000 acessosQualidade duvidosa: os 30 CDs mais vendidos em 30 anos5000 acessosDark Side of the Moon: os Bastidores da obra-prima

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 16 de agosto de 2012
Post de 21 de fevereiro de 2013
Post de 30 de setembro de 2014
Post de 20 de janeiro de 2016


Sobre Carlos Tourinho

Carlos Tourinho 'tenta' ser economista, além de tradutor nas horas vagas. Fã desde criança de Rock and Roll, por influência do pai músico, desde cedo teve contato com a cena rocker da Bahia, como Marcelo Nova e Raul Seixas, que frequentavam sua casa. Hoje morando no Ceará, curte de tudo um pouco, desde Bob Dylan, passando por Faith No More a Mastodon. Mas seu coração (e cabeça) bate mais forte pelo Thrash Metal de bandas como Metallica, Anthrax e Slayer, e pelo Stoner Rock de Kyuss, Monster Magnet e Fu Manchu. Fanático por Cultura Pop, geralmente é fonte de consulta de seus amigos acerca dos mais variados assuntos sobre cinema, música e literatura. Acredita que Deus é uma mistura de Mike Patton, Martin Scorsese e Bill Waterson.

Mais matérias de Carlos Tourinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online