Fates Prophecy: retorno aos palcos e novo disco

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rômel Santos, Fonte: Island Press, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 

Próximo de lançar seu novo álbum de estúdio e após retornar aos palcos, Sandro Muniz (bateria) e Paulo Almeida (guitarra) concederam uma entrevista ao site Alquimia Rock Club.

5000 acessosAvenged Sevenfold: "The Rev" dizia que não passaria dos 305000 acessosTime Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os tempos

Alquimia Rock Club: Desde 2010 o Fates Prophecy não se apresentava ao vivo. Como está sendo para a banda essa volta aos palcos?

Sandro Muniz: Muito boa, na verdade estamos voltando para dar uma aquecida antes do lançamento de “The Cradle Of Life”, estávamos com muita saudade dos palcos e muito ansiosos para lançar o álbum e tocar suas músicas ao vivo.

Alquimia Rock Club: A banda se prepara para o lançamento de The Cradle of Life, novo trabalho depois de sete anos, pois 24th Century é de 2005. Nesse longo tempo, com se prepararam para o novo trabalho? E como foram a fase de composição e gravações?

Sandro Muniz: Nós ficamos um tempo parados, colocando a banda em ordem, houve um tempo necessário para a adaptação do novo vocalista, Ricardo, e realmente fizemos tudo bem devagar.
Paulo Almeida: A medida que compusemos novas musicas, fomos gravando demos e depois ouvindo com bastante critério e mudando o que era necessário para as músicas soarem melhor, então já foi um processo de composição e pré-produção juntas, e com a gravação e mixagem a mesma coisa, ouvimos tudo depois de pronto e acabamos ainda mexendo em alguns arranjos.

Alquimia Rock Club: No show de retorno aos palcos, o Fates Prophecy tocou New Degeneration, Ressurection e Primitive Man - lançada como single ano passado -, músicas novas de The Cradle of Life. A banda sentiu que foram canções bem recebidas pelos fãs?

Paulo Almeida: Sim, achamos que as pessoas gostaram do que ouviram e foi o que alguns presentes comentaram pessoalmente conosco, o que imaginamos que deve causar ainda uma curiosidade maior para ouvi-las no álbum.

Alquimia Rock Club: O Fates Prophecy é conhecido pelo seu Heavy Metal calcado no tradicionalismo. O que podemos esperar de The Cradle of Life? Vai ter a pegada que sempre ouvimos nos trabalhos anteriores da banda? Vamos ouvir algumas novidades sonoras?

Sandro Muniz: O álbum é baseado no tradicional mesmo, porém é bem diferente de tudo que já fizemos. A banda sempre teve uma preocupação em ser atual, desde a parte lírica até sonoridade, então o álbum tem basicamente a identidade da banda, mas ao mesmo tempo está soando bem diferente, mais pesado em alguns momentos e em outros com texturas e climas diferentes dos álbuns anteriores.

Alquimia Rock Club: O novo trabalho traz a produção da própria banda. Foi mais fácil trabalhar com a produção em próprias mãos? Desde o início dos trabalhos já pensavam em produzir The Cradle of Life?

Paulo Almeida: Desde o início a idéia era de produzirmos o álbum justamente porque queríamos fazer algo muito criterioso, não importando o tempo que levasse para compor e gravar, e trabalhando com um produtor seria mais difícil de conciliar agendas e de fazer tudo como queríamos. A questão de produzir no final é bem mais difícil, pois eu e o Fernando acabamos tendo bastante trabalho, além da nossa parte como músicos. Eu sempre me interessei por todos os aspectos da gravação de nossos álbuns anteriores, eu só não tinha um conhecimento tão grande na parte técnica e operacional, então foi um desafio nesta parte, também no sentido de tentar extrair o melhor de cada músico da banda e principalmente em fazer com que o álbum tenha um padrão alto de acordo com a banda, mas acredito que o Fernando e eu fizemos um bom trabalho neste sentido.

Para ler toda entrevista acesse o link:
http://www.alquimiarockclub.com.br/index.php?id=3463&s=12&p=...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Fates Prophecy"

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Fates Prophecy"

Avenged SevenfoldAvenged Sevenfold
"The Rev" dizia que não passaria dos 30

Time MagazineTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

SlipknotSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Metal

5000 acessosThe Voice Kids: até Brian May ficou impressionado com brasileiro5000 acessosSlash: explicando como foi seu primeiro contato com Justin Bieber5000 acessosKurt Cobain e Layne Staley: a coincidência de suas mortes4540 acessosBlack Sabbath: vocalista de 10 anos faz cover de "War Pigs"5000 acessosKiss: Gene Simmons não usa drogas nem bebe por respeitar a mãe5000 acessosKiss: a trágica história que inspirou "Detroit Rock City"

Sobre Rômel Santos

Proprietário da ISLAND PRESS, empresa especializada na divulgação de grupos musicais e artistas pertencentes ao universo do Rock ‘N’ Roll, Heavy Metal e Música Instrumental. A ISLAND PRESS tem como objetivo principal de realizar um trabalho diferenciado e manter uma relação profissional e harmoniosa com os clientes, com base no respeito mútuo.

Mais matérias de Rômel Santos no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online