Madrenegra: entrevista com o bom rock de Brasília

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Namir Santos, Fonte: Galera do rock
Enviar correções  |  Ver Acessos

Brasília, a capital do país, foi marcada por surgir várias bandas do nosso rock nacional, principalmente nos anos 80 e 90, com Legião Urbana, Capital Inicial e Plebe Rude, entre outras. E na última semana, tive a oportunidade de conversar com o Marcelo, vocalista da Madrenegra, banda da capital federal. Vocês vão conhecer um pouco deles no que se diz respeito às ideologias e as suas músicas.

Postura: 12 coisas que você nunca deve dizer a um músicoNirvana: "Teoria é um desperdício de tempo", dizia Kurt

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Namir: Quando começou a banda?
Marcelo: A MADRENEGRA começou em outubro de 2011, depois que tentei reativar minha antiga banda, que se chamava Sem Destino. Os caras da Sem Destino não quiseram retornar e pra não ficar "vivendo do passado" eu fui atrás de outra galera e formei outra banda, eis que surgiu a Madrenegra.

Namir: Como foi o começo?
Marcelo: ainda me sinto no começo e todo começo é feito de expectativas, trabalho e Luta!

Namir: Ainda enfrentam muitas barreiras por ser uma banda independente?
Marcelo: Sim, algumas. As pessoas acham que sua "qualidade" depende de estar na mídia ou não... Então, pra maioria das pessoas o sucesso se resume a ser famoso, aparecer a qualquer custo, mesmo sem ter nada a mostrar ou a dizer. São os "palhaços da mídia".
Em relação ao Rock, o problema hoje não é com as bandas, mas com o público porque quem fala que nunca mais surgiram coisas boas são os mesmos que têm "preguiça" de encontrá-las e incentivá-las.

Namir:como vocês superam essas barreiras ?
Marcelo: Tocando muito e levando nosso som aonde conseguirmos levar...

Namir: Hoje em dia as bandas contam com as redes sociais o que acha disso?
Marcelo; As redes sociais são excelentes meios de divulgação e devem ser usadas com responsabilidade e conteúdo.

Namir: Mudando de assunto, na hora de compor uma musica, quais o objetos de inspiração e as bandas ?
Marcelo: Temos um monte de influências: RAUL SEIXAS, LEGIAO URBANA, NIRVANA, RAGE AGAINST THE MACHINE.

Namir: E quando as pessoas escutam as musicas o que vocês esperam que elas entendam, qual mensagem que passam?
Marcelo: Somos humanistas e nossa mensagem está baseada em princípios que são elementares e universais: respeito, paz, amizade, liberdade, igualdade, amor e fraternidade ...

Namir: Falando em mensagem vocês vão tocar no Porão do Rock, o que esperam de lá?
Marcelo: Que seja um grande show e que abra mais espaço para a MADRENEGRA.

Namir: Qual é o maior sonho da galera da Madrenegra?
Marcelo: Fazer parte de um País mais justo igualitário, livre da corrupção, da miséria e onde haja cultura e educação pra todos.

Namir: Obrigado pela atenção
Marcelo: Um Abraço e fique com DEUS !!!!

Madrenegra - Brasília - DF (rock alternativo)

Integrantes
Marcelo Marcelino: Voz.
Leandro Mathiole: bateria
Dervan Soares: guitarra,
Nicko Roriz: baixo

@marcelinomr

https://www.facebook.com/pages/MADRENEGRA_oficial/1025418165...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Madrenegra"


Postura: 12 coisas que você nunca deve dizer a um músicoPostura
12 coisas que você nunca deve dizer a um músico

Nirvana: Teoria é um desperdício de tempo, dizia KurtNirvana
"Teoria é um desperdício de tempo", dizia Kurt


Sobre Namir Santos

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280