Thessera: "Você quer? Então tem que correr atrás! "

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vicente Reckziegel, Fonte: Witheverytearadream
Enviar correções  |  Ver Acessos

Entrevista que o vocalista da banda mineira Thessera concedeu para o blog, falando sobre o disco "Fooled Eyes" e sobre a cena nacional, num papo franco e direto.

Vicente: Ano que vem a banda completará 10 anos. Como vocês vêem a trajetória do Thessera até este momento?

Marcelo: Cara, nem parei para me tocar disto (risos). Agora que você comentou fiquei até assustado... Como o tempo passa rápido!
Enfim, vejo nossa trajetória como vitoriosa, pois tudo o que almejamos conseguimos fazer e fizemos por prazer.

Vicente: Seu primeiro disco "Fooled Eyes", foi muito bem recebido na época do lançamento. Vocês alcançaram tudo que pretendiam com ele?

Marcelo: Esse disco nos abriu muitas portas. Deu a oportunidade do mundo conhecer o Thessera e com isto facilitar a nossa ida aos lugares mais longínquos, nos quais nunca poderíamos imaginar em chegar.

Vicente: Como foi à gravação do disco, ficaram plenamente satisfeitos com o resultado?

Marcelo: Todo o processo demandou bastante tempo, até porque um CD independente requer que tudo seja preparado por você, desde a primeira melodia composta até a escolha da empresa responsável pela prensagem. Considerando tudo isso e mais todas as limitações, diria que tiramos "leite de pedra". Posso dizer por todos que ficamos plenamente satisfeitos com toda a obra.

Vicente: O disco é conceitual, contando a estória de um jovem artista, Andrew Hesser. De quem foi a ideia de fazer um disco desta forma?

Marcelo: A idéia partiu do nosso guitarrista, o Lamim.

Vicente: Foi muito difícil conciliarem a música com as letras?

Marcelo: A princípio quase abortamos a idéia (risos), mas com o tempo percebemos que, de uma certa maneira, isto acabava ajudando a criar os climas e as melodias. Foi trabalhoso, mas valeu a pena.

Vicente: Algum disco novo a caminho?

Marcelo: Aguardem...

Vicente: Vocês já tiveram algumas experiências fora do Brasil. Dessa forma, como avalia o cenário para as bandas nacionais nesse momento? Há mais espaço para divulgação e realização de shows, ou não houve nenhuma mudança substancial nesse sentido?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Marcelo: Há sempre espaço para bons trabalhos. O que nos levou para fora foi o fato de tomar a iniciativa, pois não adianta esperar por alguma coisa ou alguém vir bater a sua porta. Você quer? Então tem que correr atrás!

Vicente: Quais são as músicas que o pessoal normalmente pede que toquem nos shows?

Marcelo: Não faço idéia, pois isso depende daquelas em que as melodias são mais marcantes para cada pessoa. Nos preocupamos demais com a melodia, o que atualmente anda em desuso.
As bandas atualmente estão se preocupando com pancadaria e se esquecem do principal: é você escutar a música e conseguir lembrar-se da melodia depois.

Vicente: Quais são as principais influências para vocês?

Marcelo: Diria que Pain of Salvation, Dali's Dilemma, Dream Theater, entre outras.

Vicente: Em poucas palavras, o que acham das seguintes bandas:

Dream Theater: Clássico
Angra: Respeito por sua história
Pain of Salvation: Puro feeling
Symphony X: Visceral
Rush: Tudo citado anteriormente

Vicente: Uma mensagem para os fãs e amigos que curtem o trabalho do Thessera e para aqueles que gostariam de conhecer melhor seu som e apostam no Metal nacional.

Marcelo: Queria anunciar para aqueles que estão pensando que a banda acabou, que fiquem tranquilos. A banda voltará quando menos esperam! É só o tempo das coisas se estabelecerem.
Obrigado a todos aqueles que nunca deixaram de nos apoiar. "Keep the flame burning"!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Thessera"


Mini Iron Maiden: tocando Ghost Of The Navigator na escolaMini Iron Maiden
Tocando "Ghost Of The Navigator" na escola

Eddie Van Halen: Eruption foi um acidenteEddie Van Halen
"Eruption foi um acidente"


Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.

Cli336x280