Drowned: entrevista com Fernando Lima no Metal com Bolacha

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pedro Leandro, Fonte: metal com bolacha
Enviar correções  |  Ver Acessos

Boa tarde... Banda criada em 1994, possui um currículo invejável de shows fora do Brasil e CDs matadores, estou falando da banda mineira Drowned. Tive o prazer de conversar com o Fernando Lima, que além de um grande vocalista é uma excelente pessoa, segue abaixo o nosso bate papo.

Rockstars: Tatuagens que possivelmente geram arrependimentoLemmy Kilmister: "Estou pronto para morrer. Minha vida foi boa"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Metal com Bolacha: Primeiro gostaria que você se apresentasse para galera conhecer você.

Fernando Lima: Sou Fernando, vocal e estou na banda Drowned desde o início.

Metal com Bolacha: Como é ter uma banda que está na ativa há aproximadamente 13 anos? Praticamente, com os mesmos membros.

Fernando Lima: É muito bom! Estou em uma banda com a carreira bem sólida, tocando com meus amigos, viajando e fazendo música, é muito legal. Lançamos agora nosso 7 álbum completo e com boa aceitação. Estamos com fôlego renovado. Já tocamos na Europa e em quase todo Brasil. Posso dizer que o Drowned é motivo de muito orgulho, não só pra mim, como para todos da banda.

Metal com Bolacha: "Nós somos o Drowned e viemos aqui para quebrar osso". De onde surgiu essa frase?

Fernando Lima: Hehehehehe... Isso começou na época do primeiro álbum, o Bonegrinder (Moedor de Osso). Dai por diante viramos os quebradores de ossos oficiais do Metal Nacional... hahahaahah... As pessoas vão aos shows e ficam gritando esta frase esperando que eu a fale... heheheh...
Quebradores de ossos oficiais.

Metal com Bolacha: Conheci vocês quando houve um festival, chamado BMU, como foi tocar nele?

Fernando Lima: Foi um grande festival que nos deu oportunidade de mostrar nosso som para muitas pessoas que não conheciam a banda ou o nosso som, mas ainda não tinham nos visto ao vivo. Lembro que, na época quando tocamos no BMU pela primeira vez, as pessoas gritavam "Drowned! Drowned! Drowned!" Foi muito louco!!! Pensamos: "Porra! Eles conhecem a banda!!!"

Metal com Bolacha: Aliás, foi uma apresentação muito boa. Lembro de alguns amigos ter comentado sobre a presença de palco de vocês, sempre agitando, foi animal...

Fernando Lima: HEhehhe... vlw!!!

Metal com Bolacha: Vocês ficaram algum tempo sem lançar nenhum material novo (de 2006 a 2011), o que aconteceu nesse período?

Fernando Lima: Quando voltamos da Europa, tínhamos muitas músicas para um álbum, mas achamos que não era o que queríamos fazer. Então, começamos a compor mais músicas até chegar em algo que fosse realmente bom e mais brutal. Nesse meio tempo, enquanto o álbum de inéditas/novas não saía, fizemos 10 anos de banda e lançamos o "Box of Bones" que é um CD com restos de estúdio, ou seja, músicas inéditas que não
saíram nos álbuns anteriores e mais um DVD de bônus. Lançamos também um "Split" com a banda NecroSkinner, que saiu só em Portugal pela gravadora Metal Soldiers,, também com material inédito.

Metal com Bolacha: O CD ao vivo que vocês lançaram, o By The Evil Alive e o Butchery Age Live, teve sua distribuição gratuita. Como foi a aceitação desse CD?

Fernando Lima: Fizemos 2 ao vivo para download gratuito, o By The Evil Alive tem 5 músicas e o Butchery Age Live tem 12, se não me engano. Ambos tiveram muito boa aceitação, foram muitos downloads e muitas pessoas conheceram a banda através deles. São bons álbuns com boas gravações.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Metal com Bolacha: Como a banda distribuiu o CD pela internet, qual a posição de vocês em relação ao compartilhamento de arquivos pela rede?

Fernando Lima: Colocamos no site para baixar. É uma questão muito confusa e com vários pontos de vista. Eu sempre compro CDs, mas tem pessoas q não compram. Eu gosto de ouvir um CD, e curtir a arte e ficar seguindo as letras com o encarte na mão, saca? Baixo algumas coisas também para conhecer, mas se eu gosto vou à loja e compro.

No caso do Drowned, acho que é bom disponibilizar outras formas de mídia para os fãs ouvirem nossa música. Nem tudo hoje pode virar CD físico e como era um bom material resolvemos disponibilizar de graça. Mas, tem algumas pessoas que perguntam se não lançaremos estes dois álbuns em CD mesmo. Pode ser que saia algum dia.

Metal com Bolacha: Aqui em São Paulo acho difícil encontrar material de vocês, nem na Galeria do Rock acha direito. Como podemos comprar o material da banda?

Fernando Lima: Estamos vendendo no site www.drowned.com.br por preços muito especiais. Pode ser com cartão de crédito ou boleto através do PagSeguro

Metal com Bolacha: E a turnê, como está?

Fernando Lima: Estamos com alguns shows sendo agendados e uma tour fora do país para divulgar esse álbum que está sendo preparado também. Agora, em Abril tem o Metal Open Air que será um grande festival com grandes nomes do Metal Mundial. Ainda não sei em qual dia tocaremos no MOA, mas em breve sairá a data.

Metal com Bolacha: Como a banda se sente em participar do maior festival nacional?

Fernando Lima: Ficamos muito animados!!! Como eu disse, será um grande festival e dividiremos o palco com grandes nomes do Metal do Brasil e do Mundo.

Metal com Bolacha: Onde vocês querem chegar com a banda?

Fernando Lima: Eu e todos do Drowned somos fãs de Metal desde moleques e ter uma banda de Metal, gravar álbuns, tocar, fazer turnês é um sonho realizado. Não temos ambição financeira em relação a banda, se acontecer, OK e ficaremos felizes, mas para nós, tocar, fazer música e tocar ao vivo já é algo grande, que sempre quisemos fazer. Conseguir tudo que já conseguimos em um país como o nosso já é algo para se orgulhar.

Metal com Bolacha: Vocês já estão na estrada há bastante tempo, o que você acha do metal atualmente?

Fernando Lima: Um estilo que cresceu muito com o tempo e venceu muitas barreiras. Aqui no Brasil já viveu dias melhores, mas espero que volte a crescer e as pessoas valorizarem as bandas daqui, pois apesar de todas as dificuldades, principalmente financeiras, conseguem fazer bons trabalhos.

Metal com Bolacha: Agradeço por sua atenção em conceder essa entrevista. Deixe uma mensagem para a galera que lê o Metal com Bolacha.

Fernando Lima: Espero ver vocês em algum show do Drowned, em alguma cidade por onde passarmos apoiem o Metal Nacional!!!
Obrigado pela entrevista.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Drowned"


Death Metal: 5 álbuns nacionais que não se pode deixar de escutarDeath Metal
5 álbuns nacionais que não se pode deixar de escutar


Rockstars: Tatuagens que possivelmente geram arrependimentoRockstars
Tatuagens que possivelmente geram arrependimento

Lemmy Kilmister: Estou pronto para morrer. Minha vida foi boaLemmy Kilmister
"Estou pronto para morrer. Minha vida foi boa"


Sobre Pedro Leandro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline