Arch Enemy: "satanismo é o cristianismo de ponta cabeça"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Juliana - AEBR, Fonte: Brazilian Apocalypse, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O site oficial do ARCH ENEMY no Brasil - www.archenemy.net.br - postou em 2010 a tradução de uma entrevista com Angela Gossow. Leia abaixo alguns trechos.

Indústria: 17 coisas que bandas novas simplesmente não entendemBruce Dickinson: "O Iron Maiden é melhor que o Metallica"

Então, o que está acontecendo com o Arch Enemy? O que vocês estão fazendo agora?

Angela: "Bem, na verdade nós temos alguns shows esta semana, nós vamos tocar quatro shows na Holanda, Bélgica, Alemanha e Polônia, e depois voltamos para casa para continuar a escrever o novo álbum. Então saímos novamente em novembro, nós tocaremos quatro shows no Reino Unido, uma turnê, nós não fomos lá por um tempo e depois voltaremos e iremos direto para o estúdio no início de dezembro e começaremos a gravar o novo álbum. O título é 'Fuck You All'! Não! Brincadeira! Temos 12 músicas agora, mas eu acho que vamos acabar com 15 ou 16 canções, eu não sei... Nós temos dois meses no estúdio, dezembro e janeiro. O álbum tem que sair em maio. Começamos a tocar em festivais já com o apoio do álbum novo. Estamos dando início aos festivais com o Metalfest onde somos a banda principal, então nós vamos apenas fazer a temporada de festivais europeus, a todo vapor, há toneladas de shows, festivais grandes e pequenos. Então nós vamos por uma trilha de festivais nos EUA ou vamos começar a fazer turnês na Ásia, Índia e Austrália."

Vamos falar um pouco sobre a direção do novo álbum? Como é que vai soar? O que os fãs podem esperar?

Angela: "A marca registrada do Arch Enemy é coisa extrema com muita melodia, agora as coisas extremas estão definitivamente no topo, então acho que vamos tentar escrever mais 2 ou 3 faixas melódicas, está muito extremo no momento, um monte de batidas explosivas, você sabe... Estou muito animada com isso, nós não escrevemos um álbum desde 2007, nós temos uma tonelada de riffs, haverá um monte de riffs em cada música eu acho, porque temos tantos e estamos simplesmente com muita fome para um novo álbum!"

Li sua biografia e algumas de suas respostas para os fãs e eu posso ver que você é uma pessoa realmente empenhada e determinada, e, realmente, envolvida em questões políticas, com uma atitude forte e direta contra a globalização, racismo e coisas assim. Como você acha que pode aumentar a conscientização sobre essas questões entre os jovens?

Angela: "Acho que as pessoas procuram por respostas, eu acho que isso é que é ótimo sobre a geração mais jovem, por isso elas são mais suscetíveis a fazer mudanças e iniciar pequenas revoluções, você sabe... Porque você é mais rebelde quando é um adolescente, um monte de gente se cansa quando fica velha e eu acho que é importante permanecer no diálogo com jovens. Eu digo o máximo que posso sobre mim, sobre aquilo em que acredito e um monte de gente se apega a isso porque eles procuram ativamente por inspiração. Alguns tem dúvidas e eu tento respondê-las e fazê-los perceber que estamos vivendo numa era em que todos nós sabemos que o nosso mundo está morrendo e nós sabemos que as guerras não são a resposta para qualquer problema político, mas a destruição ambiental ainda está em andamento e ainda há uma série de guerras violentas. É um absurdo. A guerra no Iraque ainda não acabou, apesar do fato de que está fora dos noticiários. É um momento muito confuso em que as pessoas vivem e é muito assustador também... E parece um pouco com o fim dos tempos, não é? Eu realmente não prego sobre o que eu faço, eu apenas respondo perguntas, como quando as pessoas me perguntam porque eu sou vegan, eu explico isso para elas, ou porque eu sou ateísta, eu explico isso para elas. Mas eu sou muito cuidadosa com essas coisas porque eu definitivamente não quero ser uma pregadora, há bastante pregadores lá fora, e muitos acabam na politica e na religião e eu não confio em pregadores. Prefiro praticar e dar o exemplo. Eu acho que é importante que as pessoas saibam que eu acredito, porque sinto-me responsável por minhas ações e também me sinto responsável por dizer às crianças as coisas certas."

Sendo eu mesmo um ateísta, eu quero saber porque você é uma ateísta?

Angela: "Porque não há nenhum Deus. Estou surpresa de ver que as pessoas ainda acreditam que existe um, é como dizer que eu acredito no Coelhinho da Páscoa ou Papai Noel. A ciência está tão avançada e as pessoas têm tentado por milhares de anos provar a existência de Deus e todas elas falharam miseravelmente. Olhando para o mundo nesse estágio é óbvio que é um mundo sem Deus e a Igreja só está envergonhando a si mesma fazendo manchetes com o abuso de crianças e mensagens como 'não use preservativos' em países e regiões como a África onde a AIDS ainda está se espalhando como louca. É uma espécie de instituição do mal e eu acredito que a religião tem sido utilizada apenas para o abuso de poder e promoção de guerras ... Sim, eu sou uma ateísta inflexível. Quanto ao satanismo, acho que é o cristianismo virado de cabeça para baixo, essencialmente orando aos mesmos deuses. Não há nenhum deus diante de mim! Eu não aceito qualquer autoridade, nem mesmo um ser divino ou satânico".

Leia a matéria completa no link abaixo:
http://www.archenemy.net.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Satanismo e Ocultismo"Todas as matérias sobre "Arch Enemy"


Moonspell: Satã é apenas um grande símboloMoonspell
"Satã é apenas um grande símbolo"

Napalm Death: Religião não serve para nada!Napalm Death
"Religião não serve para nada!"

Diabo: o Pai do Rock é o ícone maior de rebeldiaDiabo
O Pai do Rock é o ícone maior de rebeldia


Indústria: 17 coisas que bandas novas simplesmente não entendemIndústria
17 coisas que bandas novas simplesmente não entendem

Bruce Dickinson: O Iron Maiden é melhor que o MetallicaBruce Dickinson
"O Iron Maiden é melhor que o Metallica"

Heavy Metal: os vinte melhores álbuns da década de 80Heavy Metal
Os vinte melhores álbuns da década de 80

Max Cavalera: A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outrosMax Cavalera
A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outros

Max Cavalera: Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!Max Cavalera
"Não dou a mínima para o que pensa o pessoal do Korn ou qualquer outro!"

Black Sabbath: Ian Gillan relembra Born AgainBlack Sabbath
Ian Gillan relembra "Born Again"

Ace of Spades: se ela fosse do Metallica, Maiden, Nirvana ou ZZ Top?Ace of Spades
Se ela fosse do Metallica, Maiden, Nirvana ou ZZ Top?


Sobre Juliana - AEBR

Juliana Lacerda, formada em Matemática Aplicada e Computação Científica - USP. Fluente em inglês e atualmente aprendendo alemão e sueco. É webmistress do fansite oficial brasileiro da banda Arch Enemy www.archenemy.net.br . Além do Arch Enemy, gosta de bandas como Arkona, Dimmu Borgir, Ensiferum, Finntroll, Graveworm e Equilibrium.

Mais matérias de Juliana - AEBR no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336