Glenn Danzig: inspiração para composição de músicas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Daniel Brockman, do The Portland Phoenix, entrevistou recentemente Glenn Danzig. Seguem alguns trechos da conversa.

5000 acessosDavid Bowie: conheça 60 fatos da vida do camaleão5000 acessosMetalhead: as mulheres mais sexys do Heavy Metal

The Portland Phoenix: Quando você trabalha em um novo álbum você sente muitas expectativas? É um desafio?

Danzig: "Faço isso há tanto tempo que se torna um desafio escrever algo empolgante e tentar e superar o que você fez antes. Especialmente vindo daquela coisa punk, que é como, você sabe, você não quer fazer o mesmo disco outras e outras vezes. E você que manter tudo empolgante, manter tudo interessante, mas você ainda que melhorar o que faz – sim depois de tantos discos, é um desafio, mas eu acho que dou conta do desafio".

The Portland Phoenix: Imagino que uma vez que vocês estão por aí há algum tempo, deve ser doloroso porque as pessoas querem coisas novas soem como essa ou aquela velha música.

Danzig: "Eu não quero que soe como um dos velhos discos, isso é certo. Eu quero que seja melhor, então na verdade eu estou feliz. Quando esse disco saiu eu não sabia como as pessoas – bem, eu sabia que os fãs iam adorar, mas é claro que a imprensa é tão estranha, do que eles vão gostar e tudo. E eu na verdade não ligo, muito, mas eu fico curioso pra ver, e o quanto todos estão gostando realmente, então talvez eu tenha feito o que tinha de fazer [risos]".

The Portland Phoenix: Sou curioso para saber o que te inspira, musicalmente – porque acho que muitas pessoas não saibam que você seja um compositor, certo?

Danzig: "É, totalmente. Me perguntam o tempo todo, 'Por que você não deixa outras pessoas comporem as músicas?' Uhm, porque é a porra da minha banda e eu escrevi todas as músicas desde o MISFITS, sabe, e eu não vou mudar agora. E é – eu não sei, perdi minha linha de raciocínio..."

The Portland Phoenix: O que te inspira como compositor...

Danzig: "Certo. Sempre é apenas frustração com as pessoas, o governo, todo esse tipo de coisa. Todas essas coisas mas em um nível sociológico – todas as coisas que nosso governo avacalhado faz acontecer e como as pessoas reagem umas com as outras porque elas estão tão frustradas com o governo. Eu não acho que ninguém pensou que poderia ser pior do que o Bush, mas mesmo assim aqui estamos, dez vezes pior que o Bush! Um derramamento de petróleo aconteceu há um mês e meio, certo? Apenas ficar lá jorrando zilhões de galões de petróleo por dia e as pessoas só ficam lá dizendo 'Oh não, o que vamos fazer?' Mas o mais importante – e eu não quero ser político demais – mas a vida de todas essas pessoas está agora destruída, de quem depende daquela costa, você me entende? Isso, e deve ser só um plano para aumentar o preço da gasolina. 'Oh, não podemos depender de perfuração em alto mar' e que agora que todo esse petróleo foi desperdiçado, eles vão subir o preço da gasolina. Então, sabe, provavelmente os Bilderbergs estão ganhando um monte de dinheiro agora, e o Obama que entrar nessa com eles – e aí está, ele vai".

Leia a matéria completa (em inglês) no thephoenix.com.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Danzig"

Oh, não!Oh, não!
Clássicos que foram "estragados" pelo tempo

LoudwireLoudwire
10 discos fodas com capas toscas

Sexta-feira 13Sexta-feira 13
Treze músicas para escutar nesta data

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Danzig"

David BowieDavid Bowie
Conheça 60 fatos da vida do cantor, ator e artista britânico

MetalheadMetalhead
As mulheres mais sexys do Heavy Metal

Bizarro & AbsurdoBizarro & Absurdo
12 Tristes Realidades da Música

5000 acessosLemmy: "as pessoas se tornam melhores quando morrem"5000 acessosAs regras do New Metal/Nu-metal5000 acessosHeadbangers: o preconceito mostrado em vídeo bem-humorado5000 acessosUltraje a Rigor: Roger diz que foi tratado como lixo pela equipe dos Stones5000 acessosAnimais e rockstars: você consegue identificar quem é quem?3834 acessosÁlbuns Homônimos: algumas pérolas que levam o mesmo nome da banda

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online