Kamelot: Thomas Youngblood em entrevista a KomodRock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Andrea Menezes, Fonte: KamSociety, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Paul Sinclair, da Komodo Rock, conversou com o guitarrista do KAMELOT, Thomas Youngblood. Seguem abaixo alguns trechos:

353 acessosKamelot: Turnê pelos EUA para promover novo álbum5000 acessosEm 10/08/1993: Euronymous é assassinado por Varg Vikernes

Já faz bastante tempo desde que você e Richard Warner fundaram Kamelot na Flórida em 1991. O que vocês faziam antes de serem músicos, como vocês se conheceram e o que levou ao início da banda?

"Meu amigo David Alvarez e eu trabalhamos juntos, ele também tocava guitarra. Ele me disse que conhecia um baterista (R. Warner) que curtia metal. Então nós tocamos juntos e as coisas tiveram início. Nós tivemos um nome diferente por um tempo, mas isso não importou porque nós nunca fizemos nenhum show, apenas ensaiávamos e ensaiávamos 4-5 vezes por dia. Isso era apenas um hobby na época, então nós gravamos nossas demos com o nosso próprio dinheiro e isso levou a Noise Records escutar a demo e assinar um contrato conosco em 1994. Eu trabalhava no ramo de vestuário para Vanity Fair e depois para Kappa como gerente de produtos".

Vocês tinham uma direção musical clara que vocês gostariam de seguir?

"Eu cresci ouvindo bandas de metal grandes como Iron Maiden, Queensryche, Judas Priest e também vendo bandas locais como Savatage, Crimson Glory, Saidon Kick, etc... Então nós sabíamos que nós queríamos fazer alguma forma de metal. Nossos estilos pessoais e influências iriam, eventualmente, aparecer no nosso som. Eu acho que no 'Siege Perilous' você pode ouvir uma mudança e uma abordagem única na composição e arranjos".

Por que você pegou uma guitarra pela primeira vez?

"Eu acho que eu tinha 14 ou 15 anos, eu ganhei uma guitarra de natal. Era uma guitarra acústica e eu comecei a ter aulas clássicas imediatamente. Antes disso eu toquei saxofone e um pouco de bateria. Eu realmente sou um baterista 'enrustido', na última turnê nós fizemos uma jam session e eu toquei bateria, Cassey tocou baixo e Oliver guitarra. Sean ficou no microfone. Foi muito divertido!"

Que outros músicos você admira?

"Nos últimos tempos eu gosto de músicos como Michael Schenker, Criss Oliva, Malmsteen e Alex Lifeson. Alguns dos meus amigos que são grandes músicos são Gus G e Sascha Paeth, ambos tocam incrivelmente, com bom gosto e também são muito humildes e legais".

A música do Kamelot que simplesmente se recusa a parar de tocar na minha cabeça continuamente é "Soul Society". Diga-me como você compôs essa música e o album "The Black Halo"?

"Legal, obrigado! Essa música eu acredito que começou com uma idéia que o Khan teve, ele tinha o início no seu sequencer, se a minha memória está correta. A parte do verso foi minha e o resto nós trabalhamos juntos. O riff no solo foi algo que eu tinha cerca de um ano antes, mas nunca tinha achado a música certa pra usar".

A voz do Khan é sombria, melancólica e incrivelmente operística, uma das mais expressivas que eu já ouvi. Como ele se juntou ao Kamelot?

"A primeira vez que eu ouvi o Khan foi na sua banda Conception, eles estavam no mesmo selo (Noise) e nós recebemos uma compilação do selo e nós estávamos ouvindo diferentes bandas. A voz dele se sobressaiu em meio a todas as bandas nesta compilação. Quando o nosso primeiro vocalista não pôde fazer a turnê e nós percebemos que essa situação não mudaria, nós começamos a fazer testes com outros vocalistas. Durante esse processo eu ouvi falar que Conception havia se separado, então eu consegui o número de contato de Khan com a Noise. O engraçado é que eu liguei e disse a ele 'Oi, eu sou Thomas da banda Kamelot de Tampa'. Ele achou que eu tinha dito 'Tampax' a marca de absorvente. Após um breve esclarecimento ele estava em Tampa algumas semanas mais tarde para gravar o 'Siege Perilous'. Originalmente ele ia fazer o álbum como vocalista convidado, mas uma coisa levou a outra e agora aqui estamos, 10 anos depois".

Leia a matéria completa no link abaixo:

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

353 acessosKamelot: Turnê pelos EUA para promover novo álbum0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kamelot"

KamelotKamelot
Ex-vocalista Roy Khan canta "You Raise Me Up"

Elizabeth BathoryElizabeth Bathory
O legado da condessa sanguinária no cenário Rock

Metal sinfônicoMetal sinfônico
Os 10 melhores segundo o TeamRock

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Kamelot"

Em 10/08/1993Em 10/08/1993
Euronymous é assassinado por Varg Vikernes

AC/DCAC/DC
Brian revela segredo obscuro de Angus Young

Timo TolkkiTimo Tolkki
Surtando no Facebook com a filha contra brasileiros?

5000 acessosLoudwire: as dez melhores bandas da era Grunge5000 acessosBlack Sabbath - Perguntas e Respostas5000 acessosGuitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os tempos5000 acessosCourtney Love narra intimidades com Cobain5000 acessosBillboard: discos de rock/metal que atingiram o topo nos anos 20005000 acessosCorey Taylor: "O rock não está morto. A velha guarda está morta"

Sobre Andrea Menezes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online