Pantera: "Acho que Vinnie nunca se comunicará com Phil!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Gabriel Costa, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

A revista Guitar World entrevistou a ex-empresária do PANTERA, Kimberly Zide Davis, para a edição de janeiro de 2010, que será um tributo ao guitarrista "Dimebag" Darrell Abbott (PANTERA, DAMAGEPLAN), assassinado em 8 de dezembro de 2004.

2186 acessosPantera: qual a verdade sobre a imagem do Vulgar Display of Power?5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 2009

Durante a entrevista, Zide Davis revelou que existem planos para o lançamento de edições de aniversário dos álbuns do PANTERA "Cowboys From Hell" (em 2010), "Vulgar Display Of Power" (em 2012) e "Far Beyond Driven" (em 2014), com material extra.

Confira alguns trechos da conversa abaixo, conforme transcrição do Blabbermouth.

Guitar World: Como você acha que as crescentes disputas entre [o vocalista] Phil Anselmo e o resto da banda no final dos anos 90 afetaram Dimebag em particular?

Zide Davis: "Da perspectiva de Dime, eu acho que era difícil para ele entender como você pode estar em uma banda com alguém, e um dia essa pessoa é legal e é sua amiga, e então de repente ela é sombria e não é mais a pessoa que era pelos últimos 10 anos. Eu acho que para Dime, em particular, foi realmente difícil. Ele e Philip foram muito próximos. E eles também eram as duas principais pessoas criativas — grande parte da interação na banda nesse sentido era entre eles dois. De repente era como se Philip estivesse em outro planeta."

Guitar World: Após o cancelamento da turnê para o álbum "Reinventing The Steel", em 2001, houve um ponto em que você tenha sentido que estava próxima de juntar Phil e a banda novamente?

Zide Davis: "Infelizmente não. Eu não acho que esse momento tenha existido. Eu literalmente passei os anos de 2001 a 2003 tentanto de todas as formas que pude com a Concrete [Management, empresa que encerrou as atividades em 2003] fazê-los se comunicarem. Mas numerosas conferências telefônicas e outras coisas foram marcadas, e Philip nunca respondia — ou, em alguns casos, respondia na imprensa, ao invés de simplesmente comunicar-se com o resto de nós. Então eu não acho que fosse possível consertar as coisas. 20 anos depois, quem sabe? Mas quando as pessoas dizem 'Se Dime tivesse sobrevivido, você acha que o PANTERA teria se reunido?' Eu teria que dizer, do ponto em que sei que Vinnie [Paul Abbott, irmão de Dimebag e ex-baterista do PANTERA e do DAMAGEPLAN, atualmente no HELL YEAH] e Dime estavam quando Dime foi morto, não."

Guitar World: Quando Dime e Vinnie formaram o DAMAGEPLAN, você sente que foi com a intenção de não voltar mais para o PANTERA?

Zide Davis: "Eu acredito que a intenção deles era que o DAMAGEPLAN fosse a banda deles para o resto de suas vidas. Eu os assisti tocando duas vezes com aquela banda, e foi muito emocionante para mim, porque houve um ponto em que eles não sabiam se um dia tocariam novamente. Eles haviam sido 'queimados', e de forma grave. Dime juntou os pedaços e seguiu adiante. Mas não foi fácil, e eu acho que ele era bem claro em relação ao fato de que não havia sido fácil."

Guitar World: Ainda não há interação entre Phil e Vinnie?

Zide Davis: "Não há. E eu não acredito que um dia haverá. E, na verdade, eu não sei se eles estariam interagindo mesmo se Dime não tivesse sido assassinado. Mas a morte dele selou isso. Eu não acho que Vinnie conseguirá comunicar-se com Phil novamente, e eu não o culpo realmente."

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

PanteraPantera
Não vai rolar reunião alguma, esqueça

2186 acessosPantera: qual a verdade sobre a imagem do Vulgar Display of Power?552 acessosPantera: Rex diz que "Buried Alive" não é um tributo a Dimebag1267 acessosGuitarristas: em vídeo, 5 fodões do instrumento quando bem jovens587 acessosRex Brown: ouça "Buried Alive", do seu primeiro álbum solo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pantera"

PanteraPantera
"Fomos roubados por um diabo dum lunático"

Top 10Top 10
Bandas importantes com menos de 10 discos lançados

PanteraPantera
Túmulo de Dimebag sofre vandalismo de banda hater

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Pantera"0 acessosTodas as matérias sobre "Damageplan"

Heavy MetalHeavy Metal
Os melhores álbuns de 2009 segundo o About.com

EmoEmo
Gênero que todos amam odiar sem conhecer absolutamente nada

Roqueiro poserRoqueiro poser
100 regras essenciais para se tornar um

5000 acessosAs histórias por trás de 11 capas clássicas5000 acessosOzzy Osbourne: "O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"5000 acessosRock: as dez lendas mais macabras do gênero5000 acessosGoogle: os artistas/bandas de metal mais procurados5000 acessosAlice Cooper: algumas vezes ele quase morreu de verdade no palco5000 acessosOs diários secretos de Roger Waters

Sobre Gabriel Costa

Carioca, jornalista por profissão e roqueiro de nascença, Gabriel teve o primeiro contato direto com o rock and roll ao ouvir o álbum de estreia do Black Sabbath em um velho vinil de seu pai. Garoto do século 20, nascido em 1984, é absolutamente fascinado por tudo o que envolve o estilo, da música à mitologia. Canta na banda Six Pack Wonder, escuta de Backyard Babies a Strapping Young Lad, ama The Wildhearts e segue fielmente os ensinamentos de Lemmy e Danko Jones. Escreve no Twitter em http://twitter.com/gabrielccosta.

Mais matérias de Gabriel Costa no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online