George Lynch: Van Halen e a cena do rock em LA nos anos 70

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Diego Camara, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

George Lynch, guitarrista do LYNCH MOB, SOULD OF WE e ex-DOKKEN, foi entrevistado por Matt Blackett da Guitar Player. Um trecho da conversa está disponível abaixo.

1363 acessosVan Halen: Simplesmente "FUCK"5000 acessosRafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio

Como era a cena de Los Angeles no final da década de 70?

Lynch: "Era uma grande, grande cena. Fui exposto a tantos guitarristas maravilhosos que eram tão diferentes uns dos outros. Em adição a Eddie e Randy, bandas como A LA CARTE e STORMER tinham grandes guitarristas. Outro cara realmente bom era Rusty Anderson, que toca atualmente com Paul McCartney. Ele estava em uma banda chamada EULOGY e nós fizemos um monte de shows com eles quando eu estava no BOYZ. A diferença entre eles (os guitarristas do passado) e agora é que lá atrás ninguém estava escutando os outros e copiando eles. Isso não começou até que veio Eddie, então todos queriam ser Eddie, como todos depois queriam ser Yngwie. Antes disso, todo guitarrista tinha seu próprio estilo"".

Quando explodiu o VAN HALEN, os outros guitarristas tiveram inveja ou você acha que isso traduziu em um monte de outras bandas entrando na cena?

Lynch: "Os dois. Nós todos ficamos com inveja e estavamos tentando tocar como ele. Nós pensamos: 'Oh cara, é melhor entrarmos no barco, esse cara irá mudar o mundo'. Eu me lembro a minha reação quando eu escutei Eddie pela primeira vez. Eu estava ouvindo notícias sobre este cara com um nome europeu esquisito. Ele era um torpedo no palco, o baixista usava tamancos, eles tinham bombas no palco e os caras eram inacreditáveis. Eu o vi e minha mente explodiu. Eles ainda estavam na época fazendo covers do RAINBOW, MONTROSE e o material original deles era tão bom ou melhor do que os covers, o que era excepcional. Depois do show, eu toquei guitarra até o sol nascer. Eu pensei, 'Cara! Como eu consigo aquele som?'"

A entrevista completa pode ser lida neste local (em inglês).

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Van HalenVan Halen
Em "5150", uma banda mais compacta e divertida

1363 acessosVan Halen: Simplesmente "FUCK"474 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Van Halen"

Maridos traídosMaridos traídos
Não adianta: todo mundo terá seu dia de dor-de-corno

Eddie Van HalenEddie Van Halen
Falando sobre o solo de "Beat It"

Música FácilMúsica Fácil
Entenda como 4 guitarristas mudaram o Rock

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Lynch Mob"0 acessosTodas as matérias sobre "Dokken"0 acessosTodas as matérias sobre "Van Halen"

Collectors RoomCollectors Room
Conheça o sujeito que invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio

Thrash MetalThrash Metal
20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável

VocalistasVocalistas
Belíssimos timbres de alguns cantores de rock

5000 acessosOzzy Osbourne: Madman dá a cura para a ressaca5000 acessosManowar: A vida real e nada épica dos Reis do Metal?5000 acessosFilhos de Rockstars: qualquer coincidência é semelhança5000 acessosOzzy Osbourne: cruz feita com restos do World Trade Center5000 acessosTatuagens: Você vai se arrepender delas quando ficar velho?5000 acessosMusas: o calendário de beldades da Revolver Magazine

Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online