Kee Marcello: as influências, Europe, e mais, em entrevista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Joey Summer
Enviar correções  |  Comentários  | 


Entrevista de Kee Marcello concedida a Joey Summer em 10 de março de 2009.

233 acessosEurope: banda retornará ao festival de Viña del Mar em 20185000 acessosBaixistas: membro mais importante das bandas, segundo cientistas

Joey Summer - Olá Kee. Muito obrigado por esta entrevista e pela sua contribuição no mundo da música! O que veio primeiro pra você? O canto ou o instrumento?

Kee Marcello - O instrumento. Eu estava jogando uma espécie de tênis com um amigo meu, o Anders e de repente pegamos as raquetes e começamos a "tocar" air guitar nelas. Naquele natal eu ganhei minha primeira guitarra. Era uma Hagstroem Kent usada, de segunda mão. Ganhei dos meus pais.

Joey Summer - Nossa! Um começo bem diferente. Quem te inspirou na música? Me refiro a bandas antigas, músicos e bandas atuais.

Kee Marcello - Comecei estudando Eric Clapton, Jimmi Hendrix e Jeff Beck, foram eles quem me fizeram começar a tocar guitarra pra valer. Também me inspirei bastante em John Mclaughlin. Eu diria que minha influência preferida seria Ollie Halsall, do grupo britânico "Patto". Ele simplesmente "pirou" minha mente.

Joey Summer - Como você foi convidado a participar do Europe e como é o seu relacionamento com eles hoje em dia?

Kee Marcello - Eu creio que fui uma escolha óbvia. Eu já tinha uma grande reputação como guitarrista. Minha banda, "Easy Action", foi a primeira banda sueca a assinar com um grande selo internacional e logo depois se seguiu um enorme sucesso. Um certo dia o empresário deles (Europe) me chamou no estúdio e me perguntou se eu gostaria de fazer parte da banda, como o novo guitarrista. A princípio eu recusei. Eu estava a caminho de uma sessão de fotos para a capa do álbum "That Makes One", segundo trabalho do "Easy action" e confesso que não senti interesse algum em deixar a banda naquele momento. Contudo, depois de pensar bem durante todo o final de semana, eu decidi aceitar e jamais me arrependi desta decisão. Eu não tenho um relacionamento com eles hoje em dia. Eu vejo o Ian Haungland (baterista) de vez em quando porque eu visito a rádio dele, a "Rock-Klassiker", sempre que tenho uma música nova saindo, pra divulga-la, mas é só assim que nos vemos.

Joey Summer - Como produtor, quais os trabalhos que você realizou que gostaria de se lembrar deles com orgulho no futuro?

Kee Marcello - O primeiro e mais importante pra mim foi o "That Makes One", do "Easy Action". É o meu melhor trabalho, melhor produção para aquela época. Ótimos vocais e música. Também gosto de um trabalho que produzi junto com Mikael Rickfors, ex vocalista do The Hollies ("Rickfors and Happy Man Don't Kill"). Mas eu tenho que mencionar Barbie, este foi o álbum mais diferente que eu já gravei. Na verdade deve ser uma das merdas mais estranhas que já fiz (risos). Barbie na verdade é um cara travestido, o nome dele é Alexander Bard e desde então teve alguns grupos muito bem sucedidos como Army Of Flowers, Vacuum e no momento o BWO. Era uma mistura bem esquisita de guitarras distorcidas com uma pegada bem pro metal e baterias eletrônicas voltadas pro Techno. Soava meio como Beach Boys com uns backing vocals bem interessantes. Realmente bem foda, mas muito interessante!

Joey Summer - Cool!! Provavelmente um artista muito interessante e que me lembra, pelo menos tentando visualiza-lo, o Marylin Manson. Mas voltando ao Europe, alguma chance de termos Kee Marcello de volta? Digo, efetivamente de volta ao Europe?

Kee Marcello - Não pelo que vejo.

Joey Summer - Aqui no Brasil os mais famosos álbuns do Europe, são: "The Final Countdown" e "Out Of This World". Este último já com você na banda. O que você tem pra dizer do "OOTW"? Você também participou da produção dele? Se envolveu neste sentido também?

Kee Marcello - Eu acho o "OOTW" o melhor trabalho do Europe. Tem bastante melodias boas e arranjos muito bons. Embora tenha sido produzido pelo produtor americano Ron Nevison (Kiss, Heart, etc...), você pode ouvir bastante da minha produção nele. Também tenho muito orgulho dos timbres de guitarra e dos solos que temos nele. Nunca ouvi nada igual. (Mike Folkesson modificou completamente o som do Marshall JCM 800 que usei e e o Ron Nevison com seus EQ's. Foi uma série de eventos que criaram aquele som pro álbum.

Joey Summer - Ron Nevison é realmente um mito da produção musical. Definitivamente! Quais foram as principais mudanças entre os álbuns "OOTW" e "Prisioners In Paradise"?

MK - Acho que os tempos mudaram e nós também. "PIP" já vem com uma atitude diferente (grande produção por Bill Hill) e mais variedade de músicas e estilos. Se é bom ou ruim, não sei. Uma coisa que nos deixou putos com tudo aquilo foi que gravamos o álbum como queríamos daí vieram quatro chefões da gravadora americana para o estúdio pra ouvir o trabalho. Alguns dias depois comunicaram a banda que não lançariam o álbum do jeito que estava, que eles tinham achado muito heavy e queriam mais baladas e hits. Não tínhamos escolha, tínhamos que escutar e acatar pois a tour mundial estava se aproximando e precisávamos lançar o álbum de qualquer jeito. Mas nós realmente deveríamos ter mandado que eles se fodessem! Pensando, retrospectivamente, que diabos eles sabiam de música afinal? O mercado todo estava tendencionado pro mais pesado, obscuro. Eu acredito que o "PIP" teria se dado muito melhor se eles não nos tivessem forçado a mudá-lo.

Joey Summer - É cara, os chefões das grandes gravadoras entendem muito mais de dinheiro do que de música. Não é muito diferente aqui. Mas porque você decidiu deixar o grupo após gravar "PIP"?

Kee Marcello - O Grunge foi o motivo principal. Sentíamos que nossa música já não pertencia a lugar algum. Sendo assim, decidimos dar um tempo, que acabou sendo muito mais do que imaginamos.

Joey Summer - Depois de deixar a banda, o que fez de imediato?

Kee Marcello - Gravei o álbum "Red Fun" com o integrante do Easy Action, o batera Freddie Von Gerber, o vocalista Tomas Persson (Alien) e o baixista Tobbe Moen (Oz, Erika Malmsteen).

JS - Legal! Você tem seu próprio estúdio, Kee?

Kee Marcello - Sim, tenho! Chama-se GEM STUDIOS, fica localizado em Gothenburg, Suécia e é onde produzo todos os meus trabalhos e de alguns artistas para quem faço produções também.

Joey Summer - Você deve trabalhar com vários projetos diferenciados então. Você já trabalhou em trilhas sonoras?

Kee Marcello - Sim, já trabalhei com algumas trilhas, séries de TV e Filmes. Eu gosto, mas é muito trabalhoso, requer muito do meu tempo e me afasta da minha guitarra!

Joey Summer - Imagino! Tocar é muito mais divertido! (risos). Você já escreveu canções para outros artistas?

Kee Marcello - Tenho sim, escrito para uma série de outros artistas como: Pandora, Alannah Mylles, The Moffats, entre outros...

Joey Summer - Muito bom. Escutei aquela música sua com a Alanna Mylles, "We Got it All". Muito boa! Algum projeto para a Kee Marcello Band? Um DVD ao vivo por exemplo? Isto seria demais!

Kee Marcello - Sim! Estaremos filmando com uma gig bem legal em Roma. Será um DVD ao vivo.

Joey Summer - Grande notícia! E o mercado musical sueco? Vai bem, obrigado? (risos)

MK - O cenário musical na Suécia é ótimo. As lojas de discos é que estão fechando as portas. Existem algumas poucas ainda sobrevivendo.

Joey Summer - Acho que é uma questão mundial. Era digital, etc... Você sabe que tem muitos fãs brasileiros. Seria muito legal te ver ao vivo por aqui nos palcos "tupiniquins" (expliquei que é como chamamos a nós mesmos, brazucas! Também tive que explicar este outro termo...) Planos para vir ao Brasil? O que falta?

Kee Marcello - Eu iria amar ir ao Brasil e tocar. Acho que isto será possível depois do lançamento do meu novo álbum. Estou trabalhando nele agora e o lançamento pra América do Sul é pra 2009!

Joey Summer - Bom, finalmente, deixe um recado para os fãs brasileiros e muito obrigado por nos deixar saber mais da sua carreira. Sucesso sempre!

Kee Marcello - Ei galera! Obrigado por curtirem a minha música. Mal posso esperar pra ir até aí e mandar ver algumas pra vocês! Eu adoro os e-mails carinhosos que recebo dos fãs brasileiros. Prometo ir até vocês para tocar assim que meu novo álbum for lançado na América do Sul. Se liguem no meu site para as novidades a atualizações: www.keemarcello.com e www.myspace.com/keemarcello. Se cuidem!

Joey Summer - Nós que agradecemos o carinho com a galera brasileira fãs do seu talento. "Kee" on rocking!

Matéria redigida e desenvolvida por: Joey Summer
Contato: joey@joeysummer.com

Sobre Kee Marcello:
http://www.keemarcello.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

233 acessosEurope: banda retornará ao festival de Viña del Mar em 2018227 acessosEurope: vídeo pro-shot de três músicas no Wacken Open Air21 acessosEm 14/03/1983: Europe lança o álbum debut Europe29 acessosEm 24/02/1984: Europe lança o álbum Wings Of Tomorrow1129 acessosEurope: ouça "The Siege", mais uma música do novo álbum265 acessosEurope: novo documentario na TV sueca de The Final Countdown0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Europe"

EuropeEurope
Confissões de Tempest sobre excessos dos anos 80

VírgulaVírgula
Hits dos 80s que a gente tinha vergonha, mas hoje canta com vontade

EuropeEurope
Como seria The Final Countdown de estudio sem teclados

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Europe"0 acessosTodas as matérias sobre "Easy Action"


BaixistasBaixistas
Membro mais importante das bandas, segundo cientistas

Rock CristãoRock Cristão
As principais bandas nacionais

HumorHumor
Os dez maiores picaretas da música internacional

5000 acessosPower Metal: 10 álbuns essenciais do estilo5000 acessosPaul Di Anno: Qual a opinião dele sobre os vocais de Bruce Dickinson?5000 acessosCinema: o melhor e o pior dos rockstars em filmes5000 acessosOzzy Osbourne: "tive ressaca contínua durante 40 anos"4942 acessosOzzy: Ele foi um mau pai e marido, e não sabe como está vivo5000 acessosSeparados no nascimento: Paul McCartney e Kiko do Chaves

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Joey Summer

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online