Ace Frehley: "Tommy toca numa banda cover do Kiss"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carlos Rafael Braun, Fonte: DelmarvaNow.com, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Roger Hillis, do Delmarvanow.com, entrevistou recentemente o guitarrista original do KISS, Ace Frehley. Segue um resumo da entrevista:

510 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão5000 acessosAbout.com: site elege os 5 melhores álbuns do Slayer

Sobre sua aparição num engraçadíssimo comercial da Dunkin' Donuts, na qual ele atira foguetes de sua guitarra em uma sala de reuniões repleta de executivos:

"É uma coisa que fiz apenas uma vez. Não estou promovendo o KISS, estou promovendo Ace Frehley."

Sobre sua atual turnê solo:

"Todos na minha nova banda estão começando a se entrosar e nos damos muito bem dentro e fora do palco. Está indo muito bem. Sobriedade ajuda. É muito mais fácil para mim fazer uma turnê sem acordar de ressaca todos os dias. Há um velho ditado que diz: 'Quanto mais você faz, mais pode fazer.' Eu acho que é importante que eu vá lá e mostre a todos que estou tentando retornar".

Sobre o motivo pelo qual não está tocando novas músicas na atual turnê:

"Eu vou esperar até que o próximo álbum seja lançado porque eu não quero que tudo vá parar no YouTube. De qualquer jeito, acho que não poderemos colocar mais de três músicas no nosso setlist. Todo mundo quer ouvir certas músicas de certos álbuns. É difícil saber o que tocar."

Sobre seu novo álbum solo:

"Fiquei gravando até tarde da noite. O único lado ruim de ter um estúdio em casa é que a família está perto, parece que sempre há uma crise. Quando gravo em outro estúdio, posso me concentrar apenas na música."

Sobre ter sido substituído no KISS por Tommy Thayer:

"Tommy é um cara legal; ele era meu assistente. Tommy costumava tocar numa banda tributo do KISS - e ainda toca! Ele é um amigo; se alguém tem que usar minha roupa e minha maquiagem, eu acho que preferiria que fosse ele. Isso não quer dizer que eu concorde, porque não concordo. Mas a realidade é essa".

Se ele ainda conversa com seus ex-parceiros de banda:

"Eu ainda falo com todos. Eu era sempre o pacificador, mesmo no começo, na década de 70. Se havia alguma briga na banda, seja qual motivo que fosse, eu tentava acalmá-los e fazê-los conversar."

Sobre sua aparição em 2005, num concerto do PEARL JAM, onde tocou "Keep on Rockin' In The Free World", de NEIL YOUNG:

"Um dia minha filha disse: 'o PEARL JAM vai tocar em Atlantic City e eu quero ir'. Eu lembro dela tocando os álbuns deles no volume máximo, quando mais jovem. Ela queria ver algumas amigas que ela não via há 10 anos e eu a levei ao concerto. Depois, só lembro da banda me convidando para tocar".

Sobre tocar o clássico do KISS, "God of Thunder", na cerimônia de inauguração da "Rock Honors" da VH1, em 2006, em uma banda de estrelas:

"Foi muito divertido. Nós nem tínhamos ensaiado com Rob Zombie (vocais). Eu fui pra Los Angeles e ensaiei com Tommy (Lee), Slash, Gilby Clarke e Scott Iann e então voamos num jato particular para Vegas. Saiu muito bom. Às vezes, espontaneidade melhora a música".

Frehley revelou, entretanto, que teve uma recaída naquele show. Porém ele disse estar limpo desde então. "Eu sou uma máquina de rock 'n roll, bruta e suja", afirmou. "Eu estava frequentando uma academia, mas minha agenda está tão cheia agora que isso termina funcionando como uma academia.".

Sobre ter visto OVNIs mais de uma vez:

"Eu os vi algumas enquanto morava em Connecticut. Eles voavam em direção reta, daí paravam e viravam 90 graus. Você pode tirar suas conclusões sobre se temos qualquer tipo de aeronave que opera daquele jeito. Talvez tenhamos, a tecnologia evoluiu muito nos últimos 10 anos. Bem, é só especulação. Mas o que eu vi não parecia ser deste mundo".

Leia a matéria completa em inglês no link abaixo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 21 de março de 2013

Paul StanleyPaul Stanley
"Guitarristas não aprendem a fazer base"

510 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão487 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita764 acessosKiss: bicicleta de triathlon em edição limitada0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

Power BalladsPower Ballads
As 10 piores já escritas

KissKiss
"Não voltarei à banda", diz Bruce Kulick

Eric SingerEric Singer
"Eu nunca quis ser mais rápido que ninguém!"

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Brigas"0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"

About.comAbout.com
Site elege os cinco melhores álbuns do Slayer

RockRock
25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música

Guns N RosesGuns N' Roses
Segundo Gene Simmons, Axl merecia uma surra

5000 acessosContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal5000 acessosRock Progressivo: Você sabe que está ouvindo demais quando...5000 acessosRolling Stone: revista elege melhores faixas de álbuns ruins5000 acessosRaul Seixas - Perguntas e Respostas5000 acessosMarcel Castro: De ingressos e tour-books a guitarras autografadas5000 acessosRegis Tadeu: "Roots" do Sepultura e o mimimi dos metaleiro troo

Sobre Carlos Rafael Braun

Guitarrista e cachaceiro nas horas vagas.

Mais matérias de Carlos Rafael Braun no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online