Jeff Scott Soto: comentários sobre a sua saída do Journey

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Gomes, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Ver Acessos

O vocalista Jeff Scott Soto (ex-YNGWIE J. MALMSTEEN, JOURNEY, TALISMAN) conversou em setembro de 2007 com a "The Classic Metal Show" sobre sua saída do JOURNEY.

Grandes covers: cinco versões para "Separate Ways (Worlds Apart)", do JourneyMusculação: os músicos mais bombados do heavy metal

The Classic Metal Show: Nós lemos em uma nota que você foi dispensado do JOURNEY porque a banda queria voltar ao seu som antigo. O que disseram a você quando o dispensaram da banda?

Jeff Scott Soto: "Na verdade eu não posso aprofundar-me no que aconteceu porque há coisas pendentes aqui e acolá, mas o que posso afirmar é que realmente não me disseram nada. Eu não posso envolver-me em algum tipo de problema ao dizer que o fato verdadeiro é que eu não falo com os caras da banda desde o último show que fizemos juntos, que foi na Virginia em 12 de maio. Depois do show eu fui para a Europa para começar a turnê de despedida do TALISMAN. Como eu disse, eu não tenho falado com ninguém da banda desde aquele dia. Ninguém se importou em me ligar e tudo foi feito através dos empresários. Talvez eles sentiram que eu gostaria de discutir o assunto e não havia qualquer argumento deles. A única coisa que eu acho que aconteceu é exatamente o que você falou. A nota diz exatamente isso. Eles sentiram que necessitavam de alguém que pudesse viver o legado deles e cantar o seu repertório da maneira que os fãs esperam. Eu honestamente não percebi nada errado quando estava tocando com eles. Como você disse, nós estávamos detonando. Cada show foi matador. Chegou ao ponto que o DEF LEPPARD teve que abrir o jogo. Eles subiram lá e disseram: 'caras, eles tocaram antes de nós. Nós não podemos vacilar'. Cada noite eles estavam afinadíssimos, porque eles perceberam que se eles vacilassem por 2 segundos, todos diriam para voltarmos. Foi uma boa e saudável competição entre as duas bandas e Deus os abençoe por isso. Nós estamos envelhecendo mas nós nos sentíamos como garotos novamente indo lá e fazendo grandes shows".

The Classic Metal Show: Você não tem que responder isso, mas eu soube que você tinha ouvido que não fazia mais parte do JOURNEY muito antes do acontecido.

Jeff Scott Soto: "Bem... sim. Eu preferiria não me aprofundar nisso. Basicamente diria 'sim', mas para as outras coisas eu preferiria não dizer nada. Eu não quero falar mal de ninguém. Eu me senti ferido sendo dispensado da maneira que fui. Eu me sentia bem naquela banda. Eu sempre tive um grande respeito por eles e eu estava muito feliz por estar lá. Eu estava ansioso por uma boa e frutífera carreira com a banda. É por isso que me senti magoado em ser dispensado, mas eu não sentarei aqui e falarei mal de ninguém. É hora de prosseguir e espero que eles também continuem em frente. É assim que eu vejo tudo".

O áudio da entrevista pode ser conferido neste link.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Jeff Scott Soto"Todas as matérias sobre "Journey"


Grandes covers: cinco versões para "Separate Ways (Worlds Apart)", do Journey

Bateristas: 5 músicos que fizeram apenas um show em bandas clássicas do RockBateristas
5 músicos que fizeram apenas um show em bandas clássicas do Rock

The Voice Senior: Uma incrível performance de Don't Stop Believin', do JourneyThe Voice Senior
Uma incrível performance de "Don't Stop Believin'", do Journey

Para entender: o que é AOR?Para entender
O que é AOR?

1978: 70 discos de rock e metal lançados há 40 anos1978
70 discos de rock e metal lançados há 40 anos

Journey: Steve Perry era um fenômeno humano, diz baixista do StyxJourney
"Steve Perry era um fenômeno humano", diz baixista do Styx


Musculação: os músicos mais bombados do heavy metalMusculação
Os músicos mais bombados do heavy metal

Separados no nascimento: Synyster Gates e Luan SantanaSeparados no nascimento
Synyster Gates e Luan Santana

Bonnie Rotten: estrela pornô fala do amor ao MetalBonnie Rotten
Estrela pornô fala do amor ao Metal

Jason Becker: O mais tocante desafio do balde de geloJason Becker
O mais tocante desafio do balde de gelo

Heavy Metal: O início do movimento e a origem do termoHeavy Metal
O início do movimento e a origem do termo

Ghost: banda não interage com outros grupos durante turnêsGhost
Banda não interage com outros grupos durante turnês

Marilyn Manson: as pinturas em aquarela do vocalistaMarilyn Manson
As pinturas em aquarela do vocalista


Sobre Bruno Gomes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Bruno Gomes no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336