Slayer: "vendemos discos, não nossas almas"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Eduardo Miranda da Glória, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Michelle J. Mills do DailyBulletin.com conduziu em agosto de 2007 uma entrevista com Tom Araya, que falou sobre o processo de composição do SLAYER, a longevidade e as turnês da banda.

5000 acessosKerry King: revelando qual a sua música favorita do Metallica5000 acessosAs novas caras do metal: + 40 bandas que você deve conhecer

Sobre o processo de composição da banda:

"Kerry [King, guitarra] gosta de mostrar suas músicas completas e é fascinante como elas costumam ficar. São as músicas mais experimentais, as que tem alma. Você nota a diferença".

Sobre seu jeito de escrever as letras:

"Eu gosto de escolher as palavras e brincar com elas, tentando pintar um quadro, o mais vívido possível. É engraçado porque comigo o inglês é a primeira língua, apesar de não ser meu idioma nativo, então a maioria do tempo eu escrevo algo e então vou ao dicionário olhar cada palavra e ver como se encaixa com o que escrevi".

"Eu lembro de pegar um dicionário de rimas e achar ridículo, mas há algumas palavras que soam similares. E então você descobre uma nova palavra e tipo, 'nossa, isto soa tão parecido com aquilo, mas significa algo tão diferente'".

Sobre a longevidade da banda:

"Estava pensando sobre nossa energia, e eu penso que ela está na nossa integridade, a verdade que permeia nossa criação, que é natural em nós. Nunca fizemos nada que mudasse isso. Se mudamos foi algo que veio naturalmente, e não algo que nos forçamos fazer, tipo 'estamos escrevendo essa música porque nosso produtor quer vender discos'. Nós vendemos discos, mas não nossas almas".

Sobre as turnês:

"Nós queremos esmagar sua cara com 70 minutos de luzes e som, e você não estará apenas ouvindo, mas também sentindo a música e penso que essa é a melhor parte do que fazemos. Nós sabemos que é um show muito bom quando a galera se entrega tanto que não sabem nem mesmo onde estão. É isso que vocês querem, ser parte da massa e se divertir".

Veja o artigo completo no dailybulletin.com.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 31 de março de 2017

Kerry KingKerry King
Guitarrista revela qual a sua música favorita do Metallica

757 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores902 acessosBody Count: divulgado videoclipe de covers do Slayer758 acessosBody Count: veja o vídeo para "Raining Blood", do Slayer0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Slayer"

Dave LombardoDave Lombardo
Baterista está em uma fase de imersão no funk

WikimetalWikimetal
As melhores duplas do Metal

Metal HammerMetal Hammer
Dez estranhas colaborações no metal

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Slayer"

As novas caras do metalAs novas caras do metal
Mais 40 bandas que você deve conhecer

LoudwireLoudwire
As dez melhores bandas da era Grunge

Iron MaidenIron Maiden
Bruce Dickinson diz não haver muito diálogo na banda

5000 acessosAfinal de contas, o que é um riff?5000 acessosSeparados no nascimento: Paul Stanley e Sidney Magal5000 acessosAC/DC: isso sim é uma bela estrada para o inferno5000 acessosMegadeth: porque tantos foram demitidos? Mustaine tenta explicar5000 acessosMegadeth: com quantas baquetas se faz um álbum de estúdio?5000 acessosMetallica: Hetfield revela faixa que deveria ter ficado de fora do "Ride The Lightning"

Sobre Eduardo Miranda da Glória

Eduardo Miranda da Glória, 22, é goianiense, músico de bar e apreciador do velho rock'n'roll, além - claro - de tradutor do Whiplash nos momentos de ócio.

Mais matérias de Eduardo Miranda da Glória no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online