Em 17/05/1965: Nasce Trent Reznor (Nine Inch Nails)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: Wikipedia
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em 17/05/1965: Nasce Trent Reznor (Nine Inch Nails)

Michael Trent Reznor Jr. nasceu em Mercer, a meio caminho de Pittsburgh e Cleveland, filho de Michael J. Reznor e Nancy Clark. Reznor era chamado pelo seu nome do meio, Trent, para evitar confusões entre ele e o seu pai. Depois do divórcio dos seus pais, Trent foi viver com a sua avó Clara, enquanto que a sua irmã, Tera, vivia com a sua mãe.

Reznor começou a tocar piano aos cinco anos de idade e mostrou desde cedo uma grande aptidão para a música. Numa entrevista em 1995 seu avó, Bill Clark, disse, "A música era a sua vida, desde que era muito pequeno. Ele tinha tanto talento!". A sua professora de piano, Rita Beglin, disse que Reznor "Sempre me lembrou Harry Connick, Jr. quando tocava".

Nos colégios Mercer Area Junior e Senior High Schools, Reznor era tímido e tinha dificuldade de se relacionar com seus colegas. Seus únicos amigos, segundo ele, eram alguns membros do clube de arte. Foi nesta época portanto que ele começou a emanar sua personalidade antissocial e isolada. Aprendeu lá a tocar saxofone e a tuba, além de ser também membro do clube de Jazz e bandas de marcha. O antigo director de bandas de Mercer High School, Dr. Ambooleg, recorda Reznor "Com muito ritmo e simpático.". Reznor também estava inscrito em teatro no secundário. Ele foi votado 'Melhor em Drama' por colegas da turma, pelos seus papeis de Judas em Jesus Christ Superstar e Professor Harold Hill em The Music Man.

Reznor acabou o secundário em 1983 e, influenciado por suas bandas favoritas e jogos de computador, entrou no Allegheny College onde estudou engenharia de computadores e música, e juntou-se a uma banda local chamada Option 30, que tocava três vezes por semana. Depois de um ano na universidade, Reznor decidiu sair, para seguir uma carreira na música.

Reznor mudou-se então para Cleveland. Em 1985, juntou-se á banda chamada The Innocent na qual tocava piano. Lançaram um álbum, Livin' in the Street, mas Reznor desistiu depois de apenas três meses. Em 1986, Reznor apareceu como membro da banda fictícia, The Problems, no filme Light of the day. Também se juntou a uma banda local de Cleveland Exotic Birds.

Arranjou trabalho na Right Track Studio (conhecida agora como Midtown Recording) como continuo. O dono do estúdio, Bart Koster, comentou como Reznor "É tão concentrado em tudo o que faz. Quando aquele rapaz encerava chão, ficava ótimo.". Koster permitia a Reznor usar o estúdio durante as horas de intervalo, que ele usava para gravar demos de músicas, que acabariam no primeiro álbum de Nine Inch Nails, Pretty Hate Machine.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Datas de NascimentoTodas as matérias sobre "Nine Inch Nails"


Sexo: os clipes mais sensuais do Metal segundo a Metal HammerSexo
Os clipes mais sensuais do Metal segundo a Metal Hammer

Memoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandasMemoráveis como a música
Os 25 melhores logos de bandas

Fotos de Infância: Rockstars muito antes da famaFotos de Infância
Rockstars muito antes da fama


O amor: 10 músicas para roqueiros apaixonadosO amor
10 músicas para roqueiros apaixonados

Edu Falaschi: o fax com convite de seleção para o Iron MaidenEdu Falaschi
O fax com convite de seleção para o Iron Maiden

Slayer: Kerry King acha que Black Metal norueguês é uma merdaSlayer
Kerry King acha que Black Metal norueguês é uma merda

Metalcore: os dez trabalhos essenciais do estiloMetalcore
Os dez trabalhos essenciais do estilo

Slash: Alucinações, sexo, dinheiro e armas no auge do vícioSlash
Alucinações, sexo, dinheiro e armas no auge do vício

Stryper: como uma banda cristã faz cover do Black Sabbath?Stryper
Como uma banda cristã faz cover do Black Sabbath?

Black Sabbath: 'Trashed' está no meu top 5 da vida, diz Ian GillanBlack Sabbath
"'Trashed' está no meu top 5 da vida", diz Ian Gillan


adClio336|adClio336