Paulo Coelho: inspirações e ligação do escritor com o Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Ver Acessos

O grande gênio da literatura que ainda repousa sobre esta terra, Paulo Coelho, é sem dúvida uma das pessoas mais influentes da atualidade. Nascido numa família de classe alta, aos 7 anos Paulo Coelho estudou no tradicional Colégio Santo Inácio da então capital do Brasil, o Rio de Janeiro.

Heavy Metal: celebridades que curtem ou já curtiramMotorhead: a gafe nazista de Lemmy em Nuremberg

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Desde muito novo, gostava de escrever e mantinha um diário. No colégio, participava de concursos de poesia e cursos de teatro. No entanto, seu pai queria que ele fosse engenheiro, e sua mãe desestimulava Paulo a seguir a carreira de escritor. As brigas com os pais eram constantes e Paulo teve muitas crises de depressão e raiva na adolescência, tendo sido internado três vezes em uma clínica de repouso, onde foi tratado por psicólogos. A princípio todo gênio é tachado como louco, mas enfim.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com uma carreira invejável, já era de se esperar que músicos do rock mostrassem todo seu respeito com o "mago" dos livros. O escritor serviu de inspiração para músicos do rock e do metal, com grande admiração por boa parte deles.

Antes de se dedicar inteiramente à literatura, trabalhou como diretor e autor de teatro, jornalista e compositor. Escreveu letras de músicas para alguns dos nomes mais famosos da música brasileira, como Elis Regina e Rita Lee. Seu trabalho mais conhecido, porém, foram as parcerias musicais com Raul Seixas, que resultou em sucessos como "Eu nasci há dez mil anos atrás", "Gita", "Al Capone", entre outras 60 composições com o grande mito do rock no Brasil. E é disso que vamos falar agora. Confira abaixo alguns músicos e bandas que foram inspirados por Paulo Coelho e as ligações que o escritor teve com o rock.

Tarja Turunen

Começando por ela, a talentosíssima Tarja Turunen. Como uma grande fã que é de Paulo Coelho, alguma hora ela iria acabar fazendo uma homenagem ao escritor. Foi o que aconteceu quando a cantora compôs a música "Outlanders", inspirada nas obras de Paulo Coelho. A música foi apresentada no dia 26 de novembro de 2011 em Helsinki, Finlândia.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Tenho lido muitos livros do Paulo Coelho e gosto da sua visão da vida de um modo geral. Eu gosto de como ele fala de viver em um sonho. Tem me ajudado por muitos anos com seu modo de ver as coisas, o que ajudou a me entender melhor", disse ela.

"Outlanders" fala sobre o significado de momentos, o quão importante é aproveitar a vida a cada dia.

A música é inspirada nos livros de Paulo Coelho: "O Alquimista" e "Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei".

Rudolf Schenker (SCORPIONS)

Outro grande nome do rock que esteve "cara a cara" com Paulo, foi o icônico guitarrista do Scorpions, Rudolf Schenker. Em algumas ocasiões, Rudolf se encontrou pessoalmente com Paulo para sua festinha de aniversário. O guitarrista e membro fundador da lendária banda alemã foi um dos 111 convidados exclusivos na festa de aniversário do ano passado do escritor brasileiro. Mas não foi apenas desta vez que o guitarrista esteve presente ao lado de Paulo Coelho. Outro encontro semelhante entre a celebridade alemã e a brasileira já ocorreu em 2009, novamente no aniversário de Coelho, realizado na Itália; foi onde o escritor arriscou cantar "Still Loving You". Confira no vídeo abaixo.

Ele chegou até a ser comparado com Peter Frampton. :)

Raul Seixas

Como dito acima, Paulo Coelho foi parceiro de composições do rei do rock nacional, Raul Seixas, compôs várias músicas ao lado o ídolo. Para relembrar o feito, um filme foi lançado no mês passado. "Não Pare na Pista" é um filme baseado em roteiro autobiográfico do escritor Paulo Coelho. A produção foi dirigida por Daniel Augusto e estreou nos cinemas brasileiros no dia 14 de agosto.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A Rolling Stone havia disponibilizado um trecho do filme onde Raul (interpretado por Lucci Ferreira) convence Paulo Coelho (Julio Andrade) a focar suas atenções na música. Raul ajuda Coelho a compor música sem rodeios, de forma direta. O resultado dessa experiência é "Al Capone", faixa lançada em Krig-ha, Bandolo!, o primeiro disco solo de Raul.

O filme se concentra em três momentos distintos da carreira do escritor: a juventude, nos anos 1960 (período em que é vivido pelo ator Ravel Andrade); a idade adulta, nos anos 1980 (Júlio Andrade); e a maturidade, em 2013, quando refaz o Caminho de Santiago (Júlio Andrade, maquiado). Usando como base depoimentos do próprio Paulo Coelho, a história perpassa os momentos mais marcantes da vida do autor, como os traumas, a relação com as drogas e a religião, sexualidade e a parceria com o músico Raul Seixas.

"Embora minha interferência no roteiro tenha sido 'ZERO', é impressionante como conseguiram reproduzir exatamente o momento em que eu e Raul compomos 'Al Capone'", disse Coelho.

Symmetrya

Recentemente uma banda que também resolveu se aventurar nos livros de Paulo Coelho, foram os catarinenses do Symmetrya. No mais novo álbum da banda, "Last Dawn", três canções serviram de tema para a história que se passa no livro "A Bruxa de Portobello", de 2006. A trilogia se intitula "The Witch Of Portobello", e as três músicas em questão (faixa 09 - "Past Life Trauma" / faixa 10 - "Nature Of The Witch" / faixa 11 - "Athena's Legacy") contam a história de Athena, que ficou órfã ao ser abandonada pela mãe cigana na Transilvânia.

Quem conta a história são as pessoas que conviveram com ela. Sua mãe adotiva, um jornalista interessado em vampirismo, um padre, um mestre de caligrafia, uma atriz, entre outros. Eles traçam diferentes perfis da personagem, mesclando acontecimentos com impressões, crenças próprias, anseios. Assim como relatado no livro, a banda detalha a angustia e a solidão, sofrida pela protagonista, mas retrata também os momentos se superação de Athena. Uma boa trilha sonora para o conto, vale muito a pena ser ouvida.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Tarja Turunen"Todas as matérias sobre "Scorpions"Todas as matérias sobre "Raul Seixas"Todas as matérias sobre "Symmetrya"


Scorpions: ouvimos desde Green Day até LedScorpions
"ouvimos desde Green Day até Led"

James Kottak: ex-Scorpions insinua que há negros demais em comerciaisJames Kottak
Ex-Scorpions insinua que há negros demais em comerciais


Heavy Metal: celebridades que curtem ou já curtiramHeavy Metal
Celebridades que curtem ou já curtiram

Motorhead: a gafe nazista de Lemmy em NurembergMotorhead
A gafe nazista de Lemmy em Nuremberg


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

adGoo336