Dio: de onde ele tirou os tais "chifres" do Heavy Metal?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Arthur Belloni, Fonte: The New Wave Of Rock, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 

A simbologia é parte integrante da arte como um todo e com a música não poderia ser diferente. Muitas bandas e artistas se inspiram nela para compor suas obras ou adotar símbolos que acabam por se tornar a imagem visual de seu trabalho.

Quem nunca ouviu falar de “Eddie”, mascote morto-vivo da banda Iron Maiden ou não se lembrou imediatamente do grupo Mottorhëad ao ver a famosa ilustração do “Snaggletooth” – a face monstruosa com presas imensas que se tornou símbolo da banda após aparecer na capa de seu primeiro álbum, o self-titled “Mottorhëad”, lançado em 1977?

Indo um pouco mais além, um gesto inicialmente introduzido por um único homem mudou a cara e a história do rock. Não sabe do que estou falando?

Ronnie James Dio (1942-2010), um dos maiores ícones do rock de todos os tempos, foi o primeiro a utilizar “il malocchio”, gesto que acabou difundido como o maior, e talvez único símbolo verdadeiro, do rock. Ainda não sabe do que estou falando? Tudo bem!

Quantas vezes em sua vida, durante um show, você levantou o braço com a palma da mão voltada para frente, fechou os dedos polegar, médio e anular deixando apenas o mindinho e o indicador estendidos? Meus parabéns, você também é um adepto ou adepta do “malocchio”!


O símbolo data da Idade Média e não tem nada a ver com demônios, satanismo nem nada parecido. "Il malocchio”, olho mau/ruim em italiano, era utilizado como forma de proteção contra o mau olhado. Ao invés de apontar os dedos para cima, apontava-se para frente num ângulo reto, de forma a “furar os olhos” dos mal intencionados e invejosos de plantão. Dio disse, em entrevista, que aprendeu o gesto com a avó, que o fazia sempre, apontanto para tudo e todos que cruzassem seu caminho.

Há quem diga que o rock só sobreviveu até hoje por causa do gesto. Nenhum outro estilo musical espantou tanto mau olhado durante a sua história! O rock está bem protegido por seus fãs e continuará popular por muito tempo, "furando os olhos" de todos os que invejam o seu sucesso.

Nota do editor: veja outra matéria sobre o tema no link abaixo, mencionando inclusive bandas que já teriam usado os "chifrinhos" antes de Dio.
5000 acessosSign of the horns: o sinal do Demônio

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 07 de março de 2015
Post de 23 de abril de 2017

Iron MaidenIron Maiden
Novo disco/filme ao vivo traz faixas gravadas no Brasil

16 acessosIron Maiden: filme e álbum ao vivo sobre a turnê Book of Souls1461 acessosIron Maiden: Fortaleza e Rio no novo álbum ao vivo473 acessosIron Maiden: Val Andrade lança mais um vídeo animado58 acessosEm 29/09/1986: Iron Maiden lança o álbum Somewhere In Time0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Iron MaidenIron Maiden
Banda não estava preparada quando chegou ao estúdio

Bruce DickinsonBruce Dickinson
"Olhei para o Paul Di'Anno e pensei que deveria estar lá!"

TraduçãoTradução
O clássico Piece Of Mind, do Iron Maiden

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Dio"0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
James Hetfield e o Leão Valente

Linkin ParkLinkin Park
20 coisas que você não sabe sobre a banda

TatuagensTatuagens
Homenagens ao Guns N' Roses na pele dos fãs

5000 acessosTradução - The Wall - Pink Floyd5000 acessosEm vídeo: A diferença entre ser músico e ser rockstar5000 acessosMetallica, Guns, Slipknot, Kiss: tombos, erros e fatos engraçados5000 acessosMegadeth: Mustaine fala sobre magia negra em entrevista de 20115000 acessosHard Rock e Metal: os vinte discos mais vendidos nos EUA5000 acessosLegião Urbana x Catedral: polêmicas entre integrantes em 2002

Sobre Arthur Belloni

Conheci o Rock antes de entrar na escola, com 4 anos de idade quando meu pai trouxe o CD “Appetite For Destruction” do Guns N’ Roses pra casa, desde então cresci ouvindo Rock. Conheci várias bandas e com 6 anos já estava escutando Slipknot. Depois de ter feito uma tentativa fracassada de ser baterista, comecei a me dedicar a guitarra, instrumento que toco há alguns anos. Dentre as bandas que mais gosto estão além de GN´R, Iron Maiden, Avenged Sevenfold, Metallica, Slipknot e Kiss. Hoje eu sou Redator e responsável pelo A7x Brazil Fan Club, um fã site do Avenged Sevenfold.

Mais matérias de Arthur Belloni no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online