Alice Cooper: algumas vezes ele quase morreu de verdade no palco

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Ultimate Classic Rock, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Por Eduardo Rivadavia

Uma família feliz, segura em sua fé, sua conta bancária, seus jogos de golfe e elevado status no panteão do rock and roll. O Lendário músico Alice Cooper está vivendo a vida que sempre quis, especialmente para um cara que esteve fingindo a própria morte quase todas as noites por décadas, mas 25 anos atrás, Cooper quase acabou se enforcando de verdade, quando seu truque de palco deu terrivelmente errado.

Freedom of Expression: o tema do Globo RepórterAquiles Priester: Posters, action figures e latinhas de coca-cola

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Execuções de mentirinha, com a ajuda de seus companheiro de banda, além de outros macabros cúmplices, utilizando de tudo, desde uma guilhotina a uma cadeira elétrica - foram parte integral dos shows notoriamente teatrais de Cooper, para o delírio de milhões de fãs, mas não podemos dizer que as coisas sempre saíram como o planejado desde que Cooper começou a se sacrificar em seu altar do rock em 1971, normalmente como um final para seu mórbido hit "Dead Babies".

Já com alguns anos nesta sombria rotina, o seu enforcamento noturno quase tomou um trágico fim, quando uma praticamente invisível e incrivelmente forte corda de piano, cuja tarefa era literalmente salvar a vida de Alice, inesperadamente se partiu. Com sorte, Cooper conseguiu reagir em uma fração de segundos, jogando sua cabeça para trás, escapando da armadilha e desmaiando no palco. Inconsciente, mas ainda respirando.

Como ele disse a um jornal de Las Vegas em 2009, foi o truque da guilhotina que falhou na outra fez, quase finalizando a carreira do músico em um bizarro momento de descuido: "Foi antes de eu saber como fazer de forma segura. [Uma noite] Eu disse: 'Vamos fazê-lo'. E a guilhotina me errou por 15 centímetros, e era uma lâmina de quase 20 kg!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ainda mais assustador que estas duas experiências de quase morte, porém, foi o incidente de 1988 durante um ensaio para Cooper e sua banda, porque desta vez Alice não conseguiu antecipar a falha da corda de piano e se encontrou "suspenso" da pior maneira possível.

Com sorte, um roadie bem atento notou que o cuidadosamente orquestrado truque havia dado errado, e após vários segundos do maior choque que Cooper já levou, o roadie salvou o vocalista daquilo que seria morte certa por asfixia.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ainda que houvesse problemas, Alice rapidamente voltou às suas peripécias noturnas, e continuou a fazê-lo sem outros incidentes até hoje, para a alegria de seus fãs, provando que um enforcamento pode sim ser definitivo, mas o show deve continuar!

Abaixo em vídeos, algumas mortes (das que não deram errado) de Alice Cooper no palco.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Alice Cooper"


Slash: 15 grandes registros em músicas de outros artistasSlash
15 grandes registros em músicas de outros artistas

Alice Cooper: prefiro o Slash ao Yngwie MalmsteenAlice Cooper
"prefiro o Slash ao Yngwie Malmsteen"


Freedom of Expression: o tema do Globo RepórterFreedom of Expression
O tema do Globo Repórter

Aquiles Priester: Posters, action figures e latinhas de coca-colaAquiles Priester
Posters, action figures e latinhas de coca-cola


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280