Candlemass: a história e as curiosidades de "Dactylis Glomerata"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Alcides S. Maia Júnior
Enviar correções  |  Ver Acessos

Após a turnê de "Chapter VI" e as fracas vendas do álbum, Leif decide encerrar as atividades do Candlemass. Jan Lindh, Mats Bjorkman e Lars Johansson formam uma nova banda chamada "Zoic", que lançou em 1996 o álbum "Total Level of Destruction". Leif Edling forma a banda Abstrakt Algebra com o guitarrista Mike Wead e o vocalista Mats Levén. A banda lança um álbum homônimo em 1995. Com um estilo bem distinto do Candlemass, o primeiro álbum do Abstrakt Algebra apesar de ter recebido elogios da crítica musical não chamou muita atenção do público.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1996 o Abstrakt Algebra começa a gravar aquele que deveria ser seu segundo álbum. A mixagem ficou horrível e todo o trabalho da banda foi perdido. O produtor fugiu e só restaram as contas do tempo que a banda gastou no estúdio.

Sem um álbum para vender Leif ficou à beira da falência até receber um telefonema da gravadora Music For Nations que se ofereceu para financiar a gravação do álbum, com a condição de que a gravação fosse lançada como um álbum do Candlemass, diante de todos os problemas Leif não vê outra alternativa a não ser acatar a condição da gravadora.

A escolha dos músicos para gravar o álbum também foi complicada. Mats Bjorkman e Lars Johansson foram convidados mas preocupados com seus projetos pessoais recusaram o convite. Com a recusa dos companheiros de banda a intenção inicial era gravar com os músicos do "Abstrakt Algebra" que já conheciam as músicas. Para "Dactylis Glomerata" permaneceram o baterista Jejo Perkovic e o tecladista Carl Westholm, além é claro de Leif Edling no baixo. O escolhido para gravar os vocais foi Björn Flodkvist já que Mats Levén não estava disponível naquele momento pois estava gravando um álbum com Yngwie Malmsteen. Mike Amott da banda Arch Enemy foi escolhido para o posto de guitarrista.

Com essa formação e com a participação de músicos convidados como Ian Hauglan do Europe (amigo de longa data de Leif Edling), a banda entra nos estúdios da Swedish Radio Broadcasting para gravar o álbum. O ponto de partida foram as composições que haviam sido gravadas para o álbum do "Abstrakt Algebra". Algumas canções foram retrabalhadas e outras foram compostas especialmente para o Candlemass.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Durante as gravações problemas financeiros mais uma vez atrapalharam os planos da banda. Leif foi obrigado a vender sua coleção do Judas Priest para pagar dívídas com o estúdio e com engenheiros de som. Em determinado momento foi necessário gravar alguns overdubs nas linhas vocais, forçando Leif a trocar sua máquina de pinball por um dia em um estúdio de um amigo.

Sanados os problemas a banda voltou ao estúdio para mixar o álbum junto com o engenheiro Uffe Östling. Mais alguns ajustes foram feitos e 18 meses depois (contando desde as sessões com o Abstrakt Algebra) e após muito sofrimento o álbum foi lançado em 1998. A recepção ao álbum por parte da crítica e dos fãs foi praticamente nula. Embora a banda tenha mantido o peso e o clima sombrio das composições (principais características do Candlemass), a adição de elementos progressivos, que Leif chamou de "Doom Progressivo" e de "Doom Abstrato" afastaram muitos fãs e o álbum acabou fracassando comercialmente. As mudanças na formação e o fato de Leif Edling ser o único membro da formação clássica a tocar no disco pode dar uma sensação de trabalho solo, o que naturalmente gera uma menor expectativa nos fãs e pode ter contribuído para o fracasso comercial do álbum.

De um modo geral "Dactylis Glomerata" e o álbum seguinte "From The 13th Sun" podem ser vistos como um prenúncio do estilo que Leif Edling adotaria em seu projeto "Krux" que conta com membros do Entombed e do Abstrakt Algebra, que lançou seu primeiro álbum em 2003 e possui muitos elementos dos álbuns citados.

Em 2006 o álbum foi relançado em cd duplo pela GMR Music com faixas bônus no primeiro disco e as gravações daquele que seria o segundo álbum do Abstrakt Algebra e que foram descartadas em função dos problemas na mixagem no segundo disco.

Dactylis Glomerata

Dactylis Glomerata é uma planta herbácea originária do hemisfério norte. A razão para a planta nomear o álbum é o fato de Leif Edling ser alérgico a ela, fazendo com que ele traçasse um paralelo entre o sofrimento causado pela alergia à planta e o sofrimento que ele passou para gravar o álbum.

Wiz

A banda manteve o refrão da primeira versão que se chamava "Blue Wizard" e retrabalhou o restante da faixa deixando-a mais pesada que a versão do Abstrakt Algebra. Ian Hauglan do Europe participou como convidado tocando bateria.

I Still See The Black

Uma das faixas escritas exclusivamente para "Dactylis". Mais uma vez Ian Hauglan participa como convidado tocando bateria.

Dustflow

A base para a canção surgiu de experimentações em sintetizadores do tecladista Carl Westholm e do músico convidado Mans P. Mansson que tocou Teremin e sintetizadores Korg na faixa. Leif adorou o trabalho dos tecladistas e lamentou que os teclados na versão do Candlemass tenham sido "enterrados" na mixagem pela guitarra. Patrik Instedt do Abstrakt Algebra participou da faixa tocando guitarra.

Cylinder

Uma curta faixa instrumental tocada somente com sintetizador. Basicamente a banda manteve a versão gravada para o Abstrakt Algebra.

Karthago

A versão do Candlemass nasceu a partir de um pequeno trecho da canção "3:rd Child from the Sun" do Abstrakt Algebra. É o nome da cidade de Carthage em Túnis na Tunísia, escrito em latim. Foi o centro do império Cartagiano na antiquidade. Foi o primeiro Império a fazer frente ao Império Romano, disputando com eles o controle do mar Mediterrâneo. Dessas disputas surgiram as três guerras Púnicas que resultaram na destruição da cidade ao fim delas.

Abstrakt Sun

Basicamente a banda manteve a primeira versão do Abstrakt Algebra fazendo apenas pequenas modificações. Patrik Instedt participou como convidado na faixa.

Apathy

Mais uma das faixas que foi escrita exclusivamente para "Dactylis" e com um estilo totalmente diferente do estilo do Candlemass, principalmente pelo fato das guitarras desempenharem um papel secundário na canção. O músico Adam Axelsson participou como músico convidado.

Lidocain God

Mais uma composição regravada a partir do material gravado pelo Abstrakt Algebra. Patrik Instedt mais uma vez participa como músico convidado.

Molotov

Faixa instrumental.

Container

Faixa extra da edição japonesa da primeira versão do álbum, relançada como bônus do primeiro disco da edição especial de 2006.

Thirst

Mais uma faixa da edição japonesa da primeira versão do álbum, relançada como bônus do primeiro disco da edição especial de 2006.

Abstrakt Algebra II

As gravações descartadas para o segundo álbum do Abstrakt Algebra em função dos problemas com a mixagem, foram lançadas em um disco bônus no relançamento de 2006, apesar dos problemas no som é um material interessante para se comparar com as versões regravadas pelo Candlemass, segue a lista das faixas:

3:rd Child from the Sun
Dustflow
Abstrakt Sun
Thirst
Bug Queen
Blue Wizard
Lidocain God
Cylinder
Enigma

Fonte(s):
Entrevistas DVD The Curse Of Candlemass
CD edição de 2006 de "Dactylis Glomerata"
http://www.candlemass.se/candlemass/




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Candlemass"


Heavy Metal: as melhores músicas para meditarHeavy Metal
As melhores músicas para meditar

Heavy Metal: 10 vídeos involuntariamente engraçadosHeavy Metal
10 vídeos involuntariamente engraçados


Fotos de Infância: Cliff Burton, do MetallicaFotos de Infância
Cliff Burton, do Metallica

Metallica: Segundo James Hetfield, Lars Ulrich tocava horrivelmente mal, mas era ricoMetallica
Segundo James Hetfield, Lars Ulrich tocava horrivelmente mal, mas era rico


Sobre Alcides S. Maia Júnior

Conheceu o rock ainda moleque através do futebol, ao escutar We Are The Champions do Queen, a partir daí foi conhecendo diversas bandas clássicas como Black Sabbath, Deep Purple, Pink Floyd, Led Zeppelin, Rainbow, Judas Priest, Iron Maiden, Candlemass, entre outras.

Mais matérias de Alcides S. Maia Júnior no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280