Led Zeppelin: as referências em "Rock and Roll"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Paulo Severo da Costa
Enviar correções  |  Comentários  | 

“Rock and Roll” foi lançada em 1971, no arrasa quarteirão que ficou conhecido como “Led Zeppelin IV”. A segunda faixa do álbum, gravada com a presença de IAN STEWART (Rolling Stones) no piano, entrou para o repertório ao vivo da banda e lá permaneceu, sendo sempre tocada nas esporádicas reuniões do LED nos anos posteriores ao fim da banda, bem como no repertório solo de PLANT. Trata-se de uma canção básica, composta daquela velha fórmula de três acordes e doze compassos, herança bluseseira maior do rock ´n roll.

1865 acessosVlog Rock: o significado dos símbolos do Led Zeppelin5000 acessosMetallica: ouça "Nothing Else Matters" em escala maior

Um ponto interessantíssimo sobra a faixa são suas referências, tanto na parte instrumental quanto nas letras. Saída de uma jam session entre PAGE e BONHAM, enquanto os mesmos estavam empacados na gravação de “Four Sticks” – que foram lançadas juntas em formato single no ano seguinte - o embrião da canção foi dada pelo baterista – que, do nada, fez a introdução de “Keep a Knocking” de LITLLE RICHARD. Segundo consta, PAGE virou ao mesmo, encaixou o conhecidíssimo riff e disse: “Vamos trabalhar nisso!”.

A partir daí, a coisa toda se transformou em uma grande rede de citações, brincando com a própria figura icônica do gênero homenageado. Durante a primeira estrofe, PLANT diz que “It´s been a long time since I did the stroll\ Já faz um tempo desde que eu ando errante”. “Stroll” é uma dança de meados dos anos 50 - que a bem da verdade parece uma versão da nossa quadrilha de festa junina - cujo sucesso comercial impulsionou a criação de uma faixa homônima em 1957, executada pela banda THE DIAMONDS .

Na segunda parte da música, aparece o verso “It´s been a long time since the book of love\ Já faz muito tempo desde o livro do amor”. “Book of Love” é um registro de 1958 da banda THE MONOTONES (que curiosamente teve sua inspiração retirada de um comercial de pasta de dente). Com uma levada totalmente doo-wop, PLANT já declarou em entrevistas que essa é uma de suas canções preferidas.

Por fim, após o solo, aparece a terceira referência: “Seem so long since I walked in the moonlight\ Parece um bom tempo desde que eu andava sob a luz da lua”. Walking in The Moonlight” é uma referência a faixa “Moonlight Bay” do grupo vocal THE DRIFTERS. Essa alusão foi motivo de muita controvérsia quanto à origem, só sendo dirimida pelo próprio PLANT em declaração ao biógrafo MICK WALL e consta no livro “When The Giants walked the Earth”. No vídeo abaixo postado, a mesma é interpretada pelos BEATLES no programa Morecombe & Wise TV Show and on Big Night Out, no início dos anos 60.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Led ZeppelinLed Zeppelin
Robert Plant acha horríveis seus vocais no começo da carreira

1865 acessosVlog Rock: o significado dos símbolos do Led Zeppelin228 acessosEm 24/02/1975: Led Zeppelin lança o álbum Physical Graffiti485 acessosRobert Plant: unboxing do novo álbum, "Carry Fire"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Robert PlantRobert Plant
Cantor oferece cigarro de maconha a apresentador?

Led ZeppelinLed Zeppelin
Análise vocal de Robert Plant

Led, Purple e SabbathLed, Purple e Sabbath
Quem influenciou a trindade do Rock?

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"


MetallicaMetallica
Ouça "Nothing Else Matters" em escala maior

AC/DCAC/DC
Os últimos dias do vocalista Bon Scott

MotorheadMotorhead
"Radiohead e Coldplay não são rock"

5000 acessosRed Hot Chili Peppers: as melhores músicas segundo o Loudwire5000 acessosQ Magazine: As 100 Maiores Estrelas do Século XX5000 acessosIron Maiden: Felipe Dylon toca clássicos da donzela5000 acessosChuck Berry: Por que ele não será lembrado como Elvis Presley?4091 acessosIron Maiden: a maior coleção que ninguém derrota5000 acessosAvril Lavigne: Aprenda com Rihanna como fazer um meet & greet

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 07 de outubro de 2012


Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n´roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: joaopsevero@bol.com.br.

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online