Led Zeppelin: as referências em "Rock and Roll"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Paulo Severo da Costa
Enviar correções  |  Comentários  | 

“Rock and Roll” foi lançada em 1971, no arrasa quarteirão que ficou conhecido como “Led Zeppelin IV”. A segunda faixa do álbum, gravada com a presença de IAN STEWART (Rolling Stones) no piano, entrou para o repertório ao vivo da banda e lá permaneceu, sendo sempre tocada nas esporádicas reuniões do LED nos anos posteriores ao fim da banda, bem como no repertório solo de PLANT. Trata-se de uma canção básica, composta daquela velha fórmula de três acordes e doze compassos, herança bluseseira maior do rock ´n roll.

2339 acessosLed Zeppelin: Dando peso ao trailer de Thor Ragnarok5000 acessosGuns N' Roses: mãe de Steven Adler comenta a emoção do filho

Um ponto interessantíssimo sobra a faixa são suas referências, tanto na parte instrumental quanto nas letras. Saída de uma jam session entre PAGE e BONHAM, enquanto os mesmos estavam empacados na gravação de “Four Sticks” – que foram lançadas juntas em formato single no ano seguinte - o embrião da canção foi dada pelo baterista – que, do nada, fez a introdução de “Keep a Knocking” de LITLLE RICHARD. Segundo consta, PAGE virou ao mesmo, encaixou o conhecidíssimo riff e disse: “Vamos trabalhar nisso!”.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

A partir daí, a coisa toda se transformou em uma grande rede de citações, brincando com a própria figura icônica do gênero homenageado. Durante a primeira estrofe, PLANT diz que “It´s been a long time since I did the stroll\ Já faz um tempo desde que eu ando errante”. “Stroll” é uma dança de meados dos anos 50 - que a bem da verdade parece uma versão da nossa quadrilha de festa junina - cujo sucesso comercial impulsionou a criação de uma faixa homônima em 1957, executada pela banda THE DIAMONDS .

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Na segunda parte da música, aparece o verso “It´s been a long time since the book of love\ Já faz muito tempo desde o livro do amor”. “Book of Love” é um registro de 1958 da banda THE MONOTONES (que curiosamente teve sua inspiração retirada de um comercial de pasta de dente). Com uma levada totalmente doo-wop, PLANT já declarou em entrevistas que essa é uma de suas canções preferidas.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Por fim, após o solo, aparece a terceira referência: “Seem so long since I walked in the moonlight\ Parece um bom tempo desde que eu andava sob a luz da lua”. Walking in The Moonlight” é uma referência a faixa “Moonlight Bay” do grupo vocal THE DRIFTERS. Essa alusão foi motivo de muita controvérsia quanto à origem, só sendo dirimida pelo próprio PLANT em declaração ao biógrafo MICK WALL e consta no livro “When The Giants walked the Earth”. No vídeo abaixo postado, a mesma é interpretada pelos BEATLES no programa Morecombe & Wise TV Show and on Big Night Out, no início dos anos 60.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Steve VaiSteve Vai
A música que o fez querer ser guitarrista

2339 acessosLed Zeppelin: Dando peso ao trailer de Thor Ragnarok689 acessosEduarda Henklein: tocando e cantando "Immigrant Song" do Led1149 acessosDinamarca: garotinha de 10 anos ganha programa tocando Led e RATM0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Ultimate Classic RockUltimate Classic Rock
Nomes originais de álbuns clássicos

Led ZeppelinLed Zeppelin
"A banda ainda não acabou", diz Jimmy Page

Capas de discosCapas de discos
Agora com ícones da cultura pop

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 07 de outubro de 2012

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"

Guns N RosesGuns N' Roses
Mãe de Steven Adler comenta a emoção do filho

Rob TrujilloRob Trujillo
Sobre Zakk Wylde: "Ele é uma máquina de beber!"

FalênciaFalência
Sete Rock Stars que foram à bancarrota

5000 acessosNazareth: 40 anos de rock5000 acessosSeparados no nascimento: James Hetfield e Mano Menezes5000 acessosNirvana: o bizarro gosto gráfico de Kurt Cobain5000 acessosTop 10: dez roqueiros que se foram aos 27 anos de idade5000 acessosMetallica x Megadeth: compare os solos de Kirk Hammett e Dave Mustaine5000 acessosDon Arden: Os segredos sombrios do pai de Sharon Osbourne

Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n´roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: joaopsevero@bol.com.br.

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online