Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSentado em cadeira de rodas, Paul Di'Anno faz primeiro show em sete anos

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemAndre Matos sempre foi de esquerda e reprovaria governo atual, diz irmão do maestro

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemSyd Barrett em 1967 analisando os principais singles lançados em julho

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemDaniel Cavanagh, do Anathema, sobrevive a tentativa de suicídio

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemComo CDs e MP3s decepcionaram Jimmy Page

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"


Megadeth: os 10 bens mais preciosos de Dave Mustaine

Por Daniel Molina
Fonte: Rust In Page
Em 24/11/11

No vídeo a seguir, de novembro de 2011, cuja tradução segue mais abaixo, Dave Mustaine enumera o que considera seus 10 bens mais preciosos.

1) AC/DC "Let There Be Rock" - Eu vendia maconha, e essa garota que trabalhava numa loja de discos me pagava com álbuns. Eu lembro de quando ouvi esse - a primeira música se chama ¨Go Down¨ e a capa mostrava os hoolingas mais estranhos que já tinha visto. Pensei na hora, ¨Essa é minha banda.¨ Mudou a minha vida.

2) Besta - Quando me mudei (para San Diego_ do Arizona, meu filho Justis e eu queriamos praticar um esporte juntos, então comprei um arco e flecha e ele me disse, ¨Pai, isso é uma droga - quero um de verdade.¨ Ele é muito bom com essa coisa. Quase compramos um arco composto, mas isso é muito sério. Não quero ser como o Ted Nugent.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

3) M & Ms de amendoim - Quando estávamos gravando o Endgame eu comi tanto alcaçuz vermelho que minha urina ficou vermelha. Precisava de um doce novo e acabei gostando mais do M & M. Agora não consigo parar de comer. É quase como se estivesse viciado em crack novamente.

4) Shofar - Fui criado como Testemunha de Jeová, me revoltei e fui para bruxaria, me envolvi em várias coisas ruins até que um dia vi uma cruz numa colina e disse, ¨O que eu tenho a perder?¨ Minha mãe é judia e nos feriados eu assopro o shofar para espantar os espiritos maus.

5) Certificado - Conheci um fã no Kentucky que tinha câncer de garganta. Ele só tinha mais algumas semnas de vida. Por algum motivo eu estendi a mão e segurei a garganta dele e comecei a rezar. Ele viveu tempo suficiente para me dar isso. É assinado pelo Governador e diz que eu sou um Coronel honorário do Kentucky. Pelo que eu saiba isso é para valer.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

6) Violão sem pintura - Sou endorser da Dean com orgulho e ele me pediram para pintar essa guitarra para um leilão de caridade. Estou pensando em fazer um autorretrato, um desenho onde eu estou me pintando. A guitarra é tão boa que vai compensar se o trabalho for ruim.

7) Réplica da espada do filme Tróia - A ponta está torta. Acho que Justis usou para abrir uma lata de tintas para a mãe. Isso ou ele matou alguns nomâdes no deserto.

8) Capacete autografado - Sou fãs dos Raiders desde quando era criança em Costa Mesa. Não conhecia bem o time naquela época, mas o logo deles era foda.

9) Brasão - O nome Mustaine é de origem finlandesa. Minha esposa Pam encomendou isso, juntamento com um bolo, para o meu aniversário de 40 anos. O lema é ¨Nossa força vem de Deus.¨

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

10) Cavalo miniatura - Nós encontramos Rocky vivendo em um ferro velho, mal tratado e abusado. Havia muita coisa errada e ele não gostava das pessoas, mas adoramos ele, e agora ele é bem amigável. Ele entra em casa as vezes para passar um tempo. As vezes ele cospe as maçãs dele. Quando se gosta de cavalos você acaba se acostumando com isso.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Daniel Molina

Nascido em 79, professor de inglês e tradutor. Conheci o metal e suas várias vertentes através de um amigo do meu irmão no final dos 80, onde em 89 acabei me deparando com Megadeth dentre os vinis que estava ouvindo e foi amor à primeira ouvida, uma paixão que dura 20 anos. Apaixonado por thrash metal, especialmente Bay Area e East Coast mas também aficcionado por NWOBHM, Hard e Death. Com o passar do tempo percebi que o rótulo é o que menos importa e sim o tipo de música que nos agrada, mas apesar de tudo, thrash sempre acima de tudo. Já trabalhei com vários sites, cobrindo shows e fazendo entrevistas mas sempre tocando a Rust In Page por amor ao Megadeth, e hoje além de dedicação total ao meu trabalho salvo bastante do meu tempo para manter a página rolando firme e forte e mantendo os Droogies brazucas informados.

Mais informações sobre

Mais matérias de Daniel Molina.