Matérias Mais Lidas

imagemBruno Valverde diz que preconceito contra ele veio mais da igreja do que dos metaleiros

imagemDez ótimas músicas do Iron Maiden escritas pelo agitado guitarrista Janick Gers

imagemRegis Tadeu se garante e não retira uma palavra do que disse sobre Di'Anno e Iron Maiden

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagemA inesperada música do Whitesnake que serviu de inspiração para "Carry On" (Angra)

imagemGeezer Butler, Heavy Metal e a clássica canção do Black Sabbath inspirada por Jesus

imagemA opinião de Herbert Vianna sobre a crítica musical e sua imagem de "bom moço"

imagemQuando Chorão, do Charlie Brown Jr, quase levou porrada do Rick Bonadio

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemA "traumática" e "desagradável" experiência de ser preso, segundo Arnaldo Antunes

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemA estratégia usada por Mille Petrozza, do Kreator, para "reaprender" músicas antigas

imagemA apaixonada opinião de Elton John sobre "Nothing Else Matters", clássico do Metallica

imagemThe Rolling Stones: 5 músicas para provar que Mick Taylor é um gênio

imagemComo foram os últimos meses de Renato Russo e a causa da sua morte


Stamp

Rita Lee: ser mulher e tocar em bandas de rock/metal é para poucas

Resenha - Fruto Proibido - Rita Lee

Por Ivison Poleto dos Santos
Em 11/03/18

Dia 08 de março comemoramos o Dia Internacional das Mulheres e nada melhor para homenageá-las que uma série de resenhas sobre os melhores álbuns produzidos por elas, afinal de contas ser mulher e tocar em bandas de rock/metal é para poucas. Ainda é necessário muita coragem para enfrentar o machismo, infelizmente, ainda reinante no mundo musical. Que fique bem claro que não é somente o rock/metal que é machista, o mundo da música ainda é machista.

E nada melhor que iniciar pelo melhor álbum daquela que já foi considerada a rainha do rock brasileiro: Rita Lee Jones!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Fruto Proibido" não é considerado um dos maiores álbuns de rock do Brasil por acaso. Um dos detalhes mais interessantes é que com ele Rita consegue casar perfeitamente a sonoridade da língua portuguesa com a sonoridade rock.

Um outro detalhe importante é a banda que Rita montou. Tutti Frutti é, musicalmente falando, uma das melhores bandas já montadas neste país.

"Fruto Proibido" apresenta ao Brasil uma sonoridade rock que ainda não era muito conhecida com guitarras distorcidas, bateria pulsante, pianos, enfim um hard rock bem ao estilo norte-americano da época. Luis Sérgio Carlini dá aulas e aulas de guitarra em todas as faixas com intervenções cortantes e precisas e solos muito inspirados. Vide o solo no final de "Ovelha Negra". O batera Franklin Paolillo mostra que a bateria no rock pode ir além do bumbo-caixa-chimbal apresentando tempo e contratempos entusiásticos e pulsantes, além do timbre abafado da caixa muito comum na época e dono de um charme imenso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E quanto às músicas?

Bom, além da vedete e mais conhecida de todas, "Ovelha Negra", uma espécie de auto-biografia precoce de Rita, temos uma fileira de músicas maravilhosas e até dançantes como a faixa "Dançar Para Não Dançar" com aquele pianinho tão característico dos rocks dos anos 1950 e 1960. E outras faixas que conseguiram um boa repercussão na época como "Fruto Proibido" um belo rock frenético recheado de pianos, o bom humor da letra e o ritmo cortante e preciso da bateria de "Esse Tal de Roque Enrow" e "Luz Del Fuego".

"Fruto Proibido" traz uma Rita Lee cantora muito mais amadurecida, consciente das suas limitações e possibilidades vocais. Ouso dizer que é o melhor desempenho vocal da moça que depois seria engolida pelo próprio sucesso e nunca mais conseguiria produzir outro álbum com a mesma qualidade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Há duas curiosidades sobre "Fruto Proibido". A primeira delas é que a gravadora Som Livre deu carta livre a Rita para fazer o que bem entendesse, algo muito, mas muito raro de acontecer.

A outra é a crítica assinada por Maurício Kubrusly para o Jornal da Tarde em 1975 que entre outras coisas dizia "ainda é pouco, seria relaxamento demais se contentar com esta bateria escandalosa, com a desordem ruidosa da maioria dos acompanhamentos, com a falta de expressividade das vocalizações." Grande besteira, mas que marca a posição elitista de muitos críticos musicais da época que achavam Caetano, Chico e Gil o suprassumo do suprassumo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Enfim, "Fruto Proibido" é um álbum atemporal que deve ser ouvido por todos aqueles que ainda curtem o gênero.


Outras resenhas de Fruto Proibido - Rita Lee

Resenha - Fruto Proibido - Rita Lee

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Ivison Poleto dos Santos

Veterano das guerras metálicas. Pesquisador, escritor, resenhista, músico frustrado (por isso tudo o anterior). Ao contrário da opinião comum, acho que o melhor do Metal ainda está por vir e que existem grandes bandas novas por aí. Só procurar. No meu caso elas vêm até mim.

Mais matérias de Ivison Poleto dos Santos.