Almanac: A história continua com Kingslayer

Resenha - Kingslayer - Almanac

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Francora, Fonte: NUCLEAR BLAST
ENVIAR CORREÇÕES  

Personagens importantes encabeçam este grandioso projeto de power metal sinfônico alemão chamado ALMANAC.

Rock Nation: rádio elege "melhor do Hard Rock dos 80s"Jason Becker: O mais tocante desafio do balde de gelo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A começar pelo virtuoso produtor e guitarrista Victor Smoslki (ex. RAGE 1999-2015), que reuniu três vozes para esse empreendimento musical - David Readman ( ex.VOODOO CIRCLE, PINK CREAM 69), Jeannette Marchewka (LINGUA MORTIS ORCHESTRA), Andy B Franck ( ex SYMPHORCE, BRAINSTORM). Completam a banda - Armin Alic (baixo), Enric Garcia (teclado e piano) e Michael Kolar (bateria).

Algo a contar

Em 2016, a banda lançou seu álbum de estréia intitulado "Tsar" via Nuclear Blast.

O disco é conceitual e apresenta a história de Ivan IV Vasilyevich, mais conhecido como " Ivan, o Terrível", o grande príncipe de Moscou (1533 – 1547) e Tsar do império Russo até sua morte em 1584. As músicas exploram aspectos obscuros de sua personalidade tirânica.

E seguindo esse cenário, a banda entrega um álbum totalmente sofisticado e inteligente – a guitarra soa de forma poderosa, pesada e agressiva, os vocais são longos, harmoniosos, baixo, teclado e bateria estão em perfeita sincronia com a parte clássica das composições – trabalho esse que foi feito pela Orquestra Barcelona Filharmonia.

O registro tem nove faixas, destaque para "Tsar", "Self-Blinded Eyes", "Hands are Tied", "Children Of The Future", "No More Shadows", "Nevermore".

Smoslki foi extramente competente em selecionar tantos talentos para o seu projeto pessoal, a sinergia apresentada nesse primeiro trabalho mostrou esmero nas composições, nos arranjos, nas divisão de vozes, etc.

Faixas:

1 Tsar
2 Self – Blinded Eyes
3 Darkness
4 Hands Are Tired
5 Children Of The Future
6 No More Shadows
7 Nevermore
8 Reign Of Madness
9 Flames Of Fate

A história continua

Seria natural pensar que o projeto de Victor Smolski fosse apenas algo pontual, mas o Almanac ganhou consistência e maturidade, a banda fez dezenas de shows em 2016. E seguindo essa epopeia, "Kingslayer" foi lançado em novembro de 2017.

O disco conversa com o seu antecessor,"Tsar", a formula se mantém intacta, no entanto, é correto dizer que algumas canções estão mais rápidas e pesadas. O instrumental está belíssimo - havendo uma perfeita coesão entre o power metal e a história contada através da música.

Readman, Marchewka e Franck avançam no tempo certo, seja em "Guilty as Charged" ou na balada "The Last Farewell". As vozes continuam harmoniosas e bem dividas.

Novos membros completam a banda, Athanasios "Zacky" Tsoukas (bateria) e Tim Rashid (baixo)

"Kingslayer "é um produto da Nuclear Blast e saiu com 10 faixas:

1 Regicide
2 Children Of The Sacred Path
3 Guilty as Charged
4 Hail To The King
5 Losing My Mind
6 Kingslayer
7 Kingdom Of The Blind
8 Headstrong
9 Last Farewell
10 Red Flag

Quem assina o trabalho de capa é o artista húngaro Gyula Havancsák, o mesmo de "Tsar".




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rock Nation: rádio elege melhor do Hard Rock dos 80sRock Nation
Rádio elege "melhor do Hard Rock dos 80s"

Jason Becker: O mais tocante desafio do balde de geloJason Becker
O mais tocante desafio do balde de gelo


Sobre Diego Francora

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL