Soen: pronto para alcançar voos mais altos

Resenha - Lykaia - Soen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mário Pescada
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

SOEN é um grupo relativamente novo, fundado em 2010 pelo grande Steve DiGiorgio (SADUS, TESTAMENT, DEATH, ICED EARTH) e Martin Lopez (AMON AMARTH, OPETH). Após o primeiro disco, "Cognitive" (2012), Steve pulou fora e a banda seguiu em frente lançando "Tellurian" (2014) e finalmente "Lykaia", lançado em fevereiro desse ano.

Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary HoltTamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixos

Apesar de ser apresentado como um grupo de progressive metal/post-metal, eles conseguiram a proeza de deixar seu som acessível a quem não conhece/gosta do estilo, um quase comercial, mas com a pegada rock do estilo.

Todas faixas são carregadas de muita melodia e sensibilidade, com show do vocalista Joel Ekelöf (WILLOWTREE) cuja voz limpa e potente recorda imediatamente Maynard James Keenan (A PERFECT CIRCLE, TOOL). As letras são pessoais, sobre relacionamentos desfeitos, decepções, desilusões, etc., um tanto quanto melancólicas, é verdade, mas bem escritas.

Destaco as faixas "Sectarian" muito bem escolhida para abrir o disco com sua pegada; "Lucidity" sem dúvida um dos pontos altos do disco, belíssima faixa com performance acima da média do vocalista Joel Ekelöf, uma música para fechar os olhos e viajar; "Jinn" com seu solo de influência árabe no meio e final, dá um toque especial a música e "Paragon" que, para quem estava sentindo falta de solos de guitarra, a banda guardou para essa faixa um baita de um solo, digno dos melhores momentos de DAVID GILMOUR (PINK FLOYD): forte, preciso e emotivo.

"Lykaia" foi todo gravado usando equipamentos analógicos e fez a banda alcançar posições nas paradas dos EUA, Austrália, Alemanha e Suíça que não havia atingido com ao discos anteriores, mostrando que o futuro da banda deve mesmo ser promissor.

Confira o video clip para "Lucidity"

Formação:
Stefan Stenberg - baixo
Marcus Jidell - guitarra
Lars Åhlund - teclados, guitarra
Joel Ekelöf - vocais
Martin Lopez - bateria, percussão

Faixas:
01 Sectarian
02 Orison
03 Lucidity
04 Opal
05 Jinn
06 Sister
07 Stray
08 Paragon
09 God's Acre (bonus track)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Soen"


Exodus: Rick Rubin é uma verdadeira fraude, diz Gary HoltExodus
"Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt

Tamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixosTamanho é documento?
Os Rock Stars mais altos e baixos

Iron Maiden: banda cai no riso em show nos EUA de 2008Iron Maiden
Banda cai no riso em show nos EUA de 2008

Guns N' Roses: a história da saída de cada integranteGuns N' Roses
A história da saída de cada integrante

Notas altas: as dez mais impressionantes do Heavy MetalNotas altas
As dez mais impressionantes do Heavy Metal

Pink Floyd: Rodrigo Y Gabriela fazem versão épica de EchoesPink Floyd
Rodrigo Y Gabriela fazem versão épica de "Echoes"

Ghost: você ainda precisa de gravadora, não escute Radiohead e U2Ghost
Você ainda precisa de gravadora, não escute Radiohead e U2


Sobre Mário Pescada

Mineiro, leitor compulsivo, ouvinte de todas as vertentes do rock - do blues ao grindcore. Valoriza mais a honestidade e entrega em cima do palco do que a técnica. Guarda os flyers dos shows que vai como se fossem relíquias.

Mais matérias de Mário Pescada no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336