Ashleigh Smith: Versão jazz de Blackbird, dos Beatles

Resenha - Sunkissed - Ashleigh Smith

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Roberto Rillo Bíscaro
ENVIAR CORREÇÕES  

Nota: 8

Músicos aprimoravam suas habilidades no circuito de shows. O ofício era aprendido por imitação de ídolos e ralação dura. Desde os anos 60, o número de cantores e instrumentistas com educação formal só aumenta, vide o caso do elitista rock progressivo, nicho para onde foram vários alunos de conservatórios e escolas de arte. Maldosos afirmam que os músicos clássicos frustrados foram fazer prog.

Grana: os astros do rock mais ricos do Reino Unido, segundo jornalFotos de Infância: Marilyn Manson

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No mundo do jazz e R’n’B o fenômeno da educação formal em música pode ser mais recente, devido ao background socioeconômico de muitos artistas, oriundos da classe baixa. Diploma não assegura brilho ou carisma, mas no caso de Ashleigh Smith, ter estudado música clássica em universidades na Georgia e no Texas ajudou imenso, porque o treinamento somou-se a uma vida cercada de música via audição de gente como Ella Fitzgerald e Sting e a herança de uma família incentivadora, porque composta por gerações de musicistas.

A jovem de 27 anos trabalhou como vocal de apoio de Chrisette Michelle e em 2014 tirou o primeiro lugar no Sarah Vaughan International Vocal Competition. Educação + ralação valeram a pena e Ashleigh conseguiu contrato com a gravadora Concord, por onde estreou em LP com Sunkissed, em agosto.

A norte-americana chamou seus companheiros de classe, guitarrista Joel Cross e baixista Nigel Rivers, para produzir as 10 faixas e juntos escreveram meia dúzia, as demais são regravações. Além do mérito da boa qualidade, Sunkissed traz sangue novo e bom pro jazz.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum abre com um dos 2 destaques, a faixa Best Friends, onde batida de bossa nova coexiste com batuquinho afro; muito brejeira. No final um solaço de gaita; é como se Steve Wonder participasse de um álbum do Matt Bianco. E por falar no influente músico cego; é ele quem informa parte da sonoridade de Smith, que traz a malemolência do R’n’B e do funk para o jazz. Into The Blue é o outro pico de Sunkissed: lenta arrasante com naipe de metais e baixo funk. Se esse trio amadurecer junto, poderemos ter obra-prima a médio prazo.

As demais composições não atingem o nível desse par, mas estão longe de fracas. A faixa-título está na medida para fãs de sophistipop e dá pra se perder em seu labirinto de vocalizações e contracantos. The World Is Calling é urban jazz irresistível para quem cresceu com Everything But The Girl e toda aquela elegância da Quiet Storm e do jazz popificado para tocar em FM descolada.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para conferir o excelente fraseado jazzístico da moça, ouça o que ela ostenta em Blackbird, cover dos Beatles, gorjeando "blackbird, fly" de vários jeitos. Sara Smile – dos outrora desvalorizados Daryl Hall e John Oates – é desbluezada e acelerada um tiquinho; ficou bem legal. Love Is You é cover da ex-patroa, mas Ashleigh ainda não tem porte pra Chrisette Michelle. Dá pra ouvir independentemente, mas se você conhecer o original... Pure Imagination, a capella com camadas de vocais põe a versão original, do filme A Fantástica Fábrica de Chocolate, no chinelo. Ser melhor que Gene Wilder não é lá grande vantagem, mas, tá valendo.

Promissora estreia de vários jovens talentos; oxalá frutifique com fartura.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Grana: os astros do rock mais ricos do Reino Unido, segundo jornalGrana
Os astros do rock mais ricos do Reino Unido, segundo jornal

Beatles: Os cinquenta anos do álbum Let It Be (vídeo)

Little Richard: Que sua voz ecoe no mundo branco opressor conservador, diz Samuel RosaLittle Richard
"Que sua voz ecoe no mundo branco opressor conservador", diz Samuel Rosa

Little Richard: Paul McCartney, seu aluno mais célebre, lamenta morte nas redesLittle Richard
Paul McCartney, seu aluno mais célebre, lamenta morte nas redes

Little Richard: Mick Jagger, Ringo Starr, Jimmy Page e outros lamentam a morteLittle Richard
Mick Jagger, Ringo Starr, Jimmy Page e outros lamentam a morte

Little Richard: Ringo Starr e Pete Best, bateristas dos Beatles, lamentam falecimentoLittle Richard
Ringo Starr e Pete Best, bateristas dos Beatles, lamentam falecimento

Som de Peso: Let It Be, o fim dos Beatles (vídeo)Alta Fidelidade: 50 anos de Let it Be dos Beatles

Lars Ulrich: filhos do baterista mostram como fazer música pesada de verdadeLars Ulrich
Filhos do baterista mostram como fazer música pesada de verdade

Mick Jagger: Beatles melhores que Rolling Stones? A resposta dele a McCartneyMick Jagger
Beatles melhores que Rolling Stones? A resposta dele a McCartney


Paul McCartney: como é subir ao palco do SirPaul McCartney
Como é subir ao palco do Sir

Separados no nascimento: John Lennon e Silvio BritoSeparados no nascimento
John Lennon e Silvio Brito


Fotos de Infância: Marilyn MansonFotos de Infância
Marilyn Manson

Metallica e Iron Maiden: veja a diferença absurda de faturamento em shows nos EUAMetallica e Iron Maiden
Veja a diferença absurda de faturamento em shows nos EUA


Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Roberto Rillo Bíscaro é professor universitário e edita o Blog do Albino Incoerente desde 2009.

Mais matérias de Roberto Rillo Bíscaro no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280