Matérias Mais Lidas

Marcelo Barbosa diz que seu curso online de guitarra dá mais dinheiro que o AngraMarcelo Barbosa diz que seu curso online de guitarra dá mais dinheiro que o Angra

A divergência de Roger Waters e David Gilmour sobre clássico Comfortably NumbA divergência de Roger Waters e David Gilmour sobre clássico "Comfortably Numb"

A sincera opinião de Lemmy Kilmister sobre Christina AguileraA sincera opinião de Lemmy Kilmister sobre Christina Aguilera

Slash: a mudança que aconteceu com Axl que tornou tudo diferente no Guns N' RosesSlash: a mudança que aconteceu com Axl que tornou tudo diferente no Guns N' Roses

Kiko Loureiro: o que o guitarrista do Megadeth pensa de quem o chama de arroganteKiko Loureiro: o que o guitarrista do Megadeth pensa de quem o chama de arrogante

A opinião de Diva Satanica, da Nervosa, sobre Tatiana Shmailyuk do JinjerA opinião de Diva Satanica, da Nervosa, sobre Tatiana Shmailyuk do Jinjer

Fãs encontram vídeo raro da banda glam punk pré-Ramones quando Joey era Jeff StarshipFãs encontram vídeo raro da banda glam punk pré-Ramones quando Joey era Jeff Starship

A gritante diferença entre o The Voice Brasil e o gringo, segundo Rodrigo SuricatoA gritante diferença entre o The Voice Brasil e o gringo, segundo Rodrigo Suricato

Rafael Bittencourt diz que parte do conceito do Manowar é a intolerânciaRafael Bittencourt diz que parte do conceito do Manowar é a intolerância

Luis Mariutti vai leiloar itens pessoais de sua coleção, inclusive material únicoLuis Mariutti vai leiloar itens pessoais de sua coleção, inclusive material único

Kiko Loureiro comenta sobre sua perda de audição e aconselha fãs e músicosKiko Loureiro comenta sobre sua perda de audição e aconselha fãs e músicos

Classic Rock History: Os 10 discos de rock mais pesados já lançados (mas, cuidado...)Classic Rock History: Os 10 discos de rock mais pesados já lançados (mas, cuidado...)

Por que Freddie Mercury não gostava de se comparar com John LennonPor que Freddie Mercury não gostava de se comparar com John Lennon

Skid Row: Sebastian Bach diz que não é a pessoa certa certo para ajeitar reuniãoSkid Row: Sebastian Bach diz que não é a pessoa certa certo para ajeitar reunião

Roger, do Ultraje a Rigor, compartilha posts criticando Zuckerberg, BBB e narcisismoRoger, do Ultraje a Rigor, compartilha posts criticando Zuckerberg, BBB e narcisismo


Aria: O maior clássico do Heavy Metal russo

Resenha - Hero Of Asphalt - Aria

Por Bruno Rocha
Em 25/09/16

Nota: 9

Há mais de três décadas o Aria já vem mais que consagrado como o maior nome do Heavy Metal russo. Não me surpreende, todavia, se você ainda não os conhece. Talvez até você já tenha ouvido o termo "Iron Maiden russo", tamanha a semelhança entre as sonoridades de ambas as bandas. Porém, desde de sempre eles cantam usando o complexo idioma russo, com as letras em seu alfabeto peculiar, o cirílico (uma atitude louvável, diga-se de passagem). E isso dificulta a penetração da banda fora da área de influência russa. Não sei se isso faz muita diferença para eles, já que o Aria está para a Rússia assim como o IRON MAIDEN está para o mundo, ou seja, ambos possuem maciça penetração no "mainstream".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após a saída de três membros, incluindo a do baixista fundador Alik Granovsky, que fundaram o MASTER, instituição do Thrash Metal russo, o Aria lança em 1987 o que é considerado seu maior clássico, Hero Of Asphalt (Geroy Asphalta, em russo). E já que a comparação com aquela outra banda já citada é inevitável, pode colocar este álbum ao lado de Powerslave. Em tempos de mudanças fortes na política soviética, com as "Glasnost" e "Perestroika" de Mikhail Gorbatchev, este disco foi o primeiro da banda lançado pela gravadora estatal Melodiya, e nesta época o Aria já tinha uma marcante presença na cultura daquele extinto país.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois de uma introdução com um trecho de "Santa Lucia", uma música napolitana, a banda chega quebrando o pau com a velocidade de "Serving Evil Forces". De cara se nota a presença fortíssima do baixo de Vitaly Dubinin, que fazia sua estreia na banda neste disco e até hoje capitaneia o barco Aria com o guitarrista fundador Vladimir Holstinin. Este, junto com o também estreante Sergey Mavrin (até hoje considerado o melhor guitarrista russo), recheiam a música com solos técnicos e inspirados. E o vocalista Valery Kipelov, como é notório de quem já conhece a cena russa, dá seu show de interpretação.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A faixa-título chega com andamento cavalgado (lembrando uma certa banda acolá) e falando de motos, apesar de que você não vai entender nada do que Kipelov entoa em russo, a não ser que você seja versado no idioma. Em seguida, vem "Dead Zone", cadenciada e emotiva, mas sem tirar o pique que você já pegou na audição.

A quarta faixa, "1100", é um arrasa-quarteirão, também com andamento cavalgado, mas mais rápida que a faixa-título. "Street Of Roses" é outra que funciona bem ao vivo, tanto que é obrigatória em todo concerto do Aria. O disco fecha com o épico "Ballad About An Ancient Russian Warrior".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É bem verdade que a mixagem do álbum deixou os instrumentos com a sonoridade magra, diferente das sonoridades cheias e pesadas das gravações analógicas dos grandes clássicos dos anos 80. A de se anotar, entretanto, que o Metal ainda era uma criança na União Soviética, que sempre fora fechada a cultura ocidental. Mas os instrumentos estão bem nítidos, e consegue-se captar muito bem o que cada música deseja passar ao ouvinte.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ao longo de todo o play, o baixo de Dubinin (que assina quatro das seis faixas) se faz onipresente e essencial. A dupla Holstinin/Dubinin não deixa nada a dever a Murray/Smith ou Tipton/Downing. Maxim Udalov, também estreando neste álbum, faz um trabalho competentíssimo na bateria, enquanto Kipelov registra vocais únicos e poderosos. A importância deste álbum reside no fato de que, a partir daqui, o ARIA soube fixar seu jeito de fazer Heavy Metal com a consistência das composições de Dubinin e Holstinin. Todos os outros postos da banda já foram ocupados por diferentes membros desde aqueles tempos até hoje. Mas a essência do Metal Tradicional do ARIA continuou, e continua, a mesma.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Certo, é impossível dissociar a sonoridade do ARIA da dos representantes da NWOBHM, principalmente do IRON MAIDEN. Influência toda banda sofre; o que diferencia influência bem utilizada de uma simples cópia é como a banda mistura a influência com a sua própria identidade. Ou a missão dá muito certo e a banda consegue construir sua carreira em cima de alicerces bem posicionados, ou tudo vai por água abaixo pela banda ser acusada de falta de identidade. E esses russos sempre conseguiram fazer um som com identidade. Não a toa estão aí, há três décadas, passando por muitas mudanças de formação e outros problemas. E o trono do metal russo sempre pertencerá a esses heróis.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Geroy Asphalta - Aria (Melodiya, 1987)
01 - Na Slujbe Cili Zla (Serving Evil Forces) - 07:11
02 - Geroy Asphalta (Hero Of Asphalt) - 05:12
03 - Myortvaya Zona (Dead Zone) - 06:40
04 - 1100 - 04:53
05 - Ulitsa Roz (Street Of Roses) - 05:56
06 - Balada O Drevnyeruskom Vonye (Ballad About An Ancient Russian Warrior) - 08:30

Line-Up
Valery Kipelov - vocais
Vitaly Dubinin - baixo, vocais de apoio
Vladimir Holstinin - guitarra
Sergey Mavrin - guitarra
Maxim Udalov - bateria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Paganini e o Heavy Metal: a onipresença do Capriccio nº 24 no Heavy MetalPaganini e o Heavy Metal
A onipresença do "Capriccio nº 24" no Heavy Metal

Vocalistas: As maiores vozes esquecidas do MetalVocalistas
As maiores vozes esquecidas do Metal


Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Lista: clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1Lista
Clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1


Sobre Bruno Rocha

Cearense de Caucaia, professor e estudante de Matemática, torcedor do Ferroviário e cafélotra. Entrou pelas veredas do Heavy Metal na adolescência e hoje é um aficionado e pesquisador de todos os gêneros mais tradicionais desta arte e de suas épocas. Tem como forte o Doom Metal, não obstante o sol de sua terra-natal.

Mais matérias de Bruno Rocha.