RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Stamp

Baroness: Excelente banda, excelente trabalho

Resenha - Purple - Baroness

Por Murilo Moneo
Postado em 03 de março de 2016

Para quem tem acompanhado o trabalho dos norte-americanos do Baroness, trata-se de uma evolução mais pesada e direta do antecessor "Yellow & Green".
.

Para quem nunca ouviu: invista um pouco de seu tempo, pois essa banda vale muito a pena, principalmente se você for fã de Mastodon, Red Fang e outras bandas de Stoner e Sludge.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

"Purple" é o primeiro álbum do Baroness depois do fatídico acidente de ônibus, ocorrido em agosto de 2012, que machucou nove pessoas e quase impossibilitou o guitarrista/vocalista John Baizley de seguir a cerreira musical.

Enfim, vamos falar das músicas...

A faixa que abre o álbum dita bem o que vem a seguir. "Morning Star" mescla momentos de complexidade e simplicidade com excelência. As faixas de guitarra parecem conversar entre si e enche o ouvinte de expectativa sobre o que vem a seguir.

A segunda faixa também chama bastante atenção. Guitarras coesas, bateria agressiva e vocais muito bem conduzidos por John Baizley.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

O álbum segue com "Try to Disappear" e "Kerosene", que continuam com a boa pegada, sendo pesadas mas sem agredir os ouvidos.

"Fugue" é um interlúdio instrumental muito melódico e é bem interessante prestar atenção nas linhas de contrabaixo nessa faixa.

O destaque, na minha opinião, fica com "Chlorine & Wine". A faixa, com quase 7 minutos, mostra bastante influência do progressivo dos anos 70 e 80 e surpreende com o peso e a melodia dosados de maneira muito eficaz.

Em seguida temos "The Iron Bell" e "Desperation Burns", canções mais rápidas mas bem coesas, com linhas instrumentais bem diretas e com os excelentes vocais de Baizley.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

"If I Have to Wake Up (Would You Stop the Rain?)" quebra um pouco a levada do álbum, sendo mais melódica e com uma sonoridade bem "setentista".

Por fim, fechamos com "Crossroads of Infinity", décima e última faixa do álbum, que não chega a ser uma música em si.

Concluindo...

Mais um excelente trabalho dessa banda que ainda não é muito conhecida aqui em terras tupiniquins. Vale muito a pena ouvir os trabalhos anteriores da banda, principalmente "Blue Record" de 2009 e o já citado "Yellow & Green" de 2012.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

Artista: Baroness
Álbum: Purple
Data de lançamento: 18/12/2015

Baroness:
John Baizley - Vocais, Guitarra, Piano
Pete Adams - Guitarra, Vocais
Nick Jost - Baixo, Piano, Sintetizadores
Sebastian Thomson - Bateria

1. "Morningstar"
2. "Shock Me"
3. "Try to Disappear"
4. "Kerosene"
5. "Fugue"
6. "Chlorine & Wine"
7. "The Iron Bell"
8. "Desperation Burns"
9. "If I Have to Wake Up (Would You Stop the Rain?)"
10. "Crossroads of Infinity"

Espero que tenham gostado da resenha. Obrigado a todos!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 5
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze 2024

Stratosphere Project: O eco estrondoso da Via-Láctea fundindo-se nas dimensões ocultas

Perc3ption: A arte em situações extremas

"Here Comes The Rain", último registro do Magnum com Tony Clarkin, é mais um bom registro

Resenha - Nebro - Vesperaseth

Sepultura: Em plena forma e com mais um disco brilhante

Deep Purple: Who Do We Think We Are é um álbum injustiçado?

Deep Purple: Stormbringer é um álbum injustiçado?

Megadeth: recuperando a fúria que faltava


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Murilo Moneo

Radialista, Psicanalista, fã de quadrinhos e aficionado por Rock and Roll.
Mais matérias de Murilo Moneo.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS