Matérias Mais Lidas

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin

imagemQuantos discos o Guns N' Roses vendeu no Brasil e no mundo? Veja os números

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemCinco curiosidades sobre "The Sick, The Dying... And The Dead!", do Megadeth

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemPaul McCartney lista os cinco músicos que formariam sua banda dos sonhos

imagemComo Lobão peitou gravadoras e acabou com farra dos álbuns não numerados

imagemCadáveres, sangue e girombas: a história da capa de "Reign In Blood", do Slayer

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemKiss: Tommy Thayer responde se Gene Simmons e Paul Stanley se dão bem


Paradise Lost: Os verdadeiros reis do Doom Metal

Resenha - Plague Within - Paradise Lost

Por Bruno Faustino de Oliveira Torres
Em 23/06/15

Nota: 10

Depois de lançar grandes clássicos do Doom Metal como "Icon" [1993] e "Draconian Times" [1995] e dividir os fãs após passar por uma fase eletrônica com os álbuns "Host" [1999] e "Belive in Nothing" [2001], os britânicos do Paradise Lost lançaram "Faith Divides Us - Death Unites Us" [2009] e "Tragic Idol" [2012], sendo estes últimos um nostálgico retorno para o estilo característico inicial, o qual trouxe ao grupo um reconhecimento como um dos maiores ícones do estilo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Dia 01/06/2015, eis que após um hiato de três anos encerrou-se após o lançamento de "The Plague Within", décimo quarto álbum da carreira dos ingleses.

Após a excelente repercussão de "Tragic Idol", e do lançamento da compilação "Tragic Illusion 25" [2013] , ficou nítido e evidente o flerte do retorno aos primórdios, trazendo novamente elementos sombrios e soturnos ao cardápio.

"The Plague Within" coroa a grande fase em que se encontra a banda, que mantém a formação estável desde 2009, quando o baterista Adrian Erlandsson passou a fazer parte do quinteto.

Incia-se a audição do álbum com "No Hope in Sight", já mostrando que a proposta é realmente um flerte aos tempos iniciais, um som lento, cadenciado, dando evidência aos vocais de Nick Holmes que regem magistralmente seus quase cinco minutos, mesclando as linhas vocais entre limpo e gutural, remetendo em alguns momentos a "Shades of God" [1992], sendo esta a primeira divulgação oficial do novo lançamento, trazendo uma lyric vídeo oficial.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Prosseguindo temos "Terminal", que segue a premissa da faixa anterior, porém com um pouco mais de velocidade, evidenciando um rebuscado trabalho de bateria de Adrian, tendo um grade auxílio do veterano baixista Stephen Edmondson, fazendo um uníssono poderoso e empolgante.

Dando continuidade, vêm "An Eternity Of Lies", faixa que apresenta violinos e passagens de teclado sinuosas e suaves, impressionando na mescla de elementos e principalmente nos backing vocals, incorporando uma energia gótica a sonoridade, trazendo a memória trechos memoráveis do intocável "Gothic" [1991].

Passando a diante, "Punishment Through Time", traz novamente o lado cadenciado e arrastado, mostrando a grande interação entre os guitarristas Gregor e Aaron, riff pesados com algumas passagens melódicas que trazem brilhantismo e personalidade única ao petardo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A quinta faixa, "Beneath the Broken Earth" segue a linha das anteriores, sendo esta a premiada para ser o vídeo-clipe de divulgação do disco, composição que faz uma crítica aos reinos que não valorizam o sonho e as vontades de seu povo, mostrando a face mais melancólica e reflexiva do álbum.

Não com menos polidez e genialidade temos as faixas "Sacrifice the Flame", "Victim of the Past", "Cry Out", "Flesh from Bone" e "Return to the Sun".

Em tratando-se de um dos mais evidentes nomes do Doom Metal, "The Plague Within", mantém o Paradise Lost no Hall dos grandes lançamentos atuais, e como já é de praxe, os verdadeiros REIS, nunca perdem a sua MAJESTADE.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formação :
Nick Holmes : Vocais
Aaron Aedy : Guitarra Base
Gregor Mackintosh : Guitarra Base/Solo e Teclados
Adrian Erlandsson : Bateria
Steve Edmondson: Baixo

Participações Especiais :
Daniel Quill : Violino
Liam Byrne : Viola da Gamba
Heather Thompson : Vocais Femininos.

Faixas :
No Hope in Sight
Terminal
An Eternity of Lies
Punishment Through Time
Beneath Broken Earth l
Sacrifice the Flame
Victim of the Past
Flesh from Bone
Cry Out
Return to the Sun

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Plague Within - Paradise Lost

Resenha - Plague Within - Paradise Lost

Resenha - Plague Within - Paradise Lost

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Bruno Faustino de Oliveira Torres

Idealizador e chefe do grupo e página Musikkaos e Brazilian Metal Br, estudante de engenharia civil na FATEC/SP, eterno fã de rock e metal assim como colecionador de CDs, LPs e DVDs, tenho gosto musical amplo, desde clássicos como Elvis e Hendrix, até Black Metal e Grindcore.

Mais matérias de Bruno Faustino de Oliveira Torres.