Matérias Mais Lidas

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Snowy Shaw: ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no NightwishSnowy Shaw
Ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no Nightwish

Metallica: TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully GuitarsMetallica
TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully Guitars

Guns N' Roses: Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivoGuns N' Roses
Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivo

AC/DC: Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)AC/DC
Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)

Soul Station: projeto de Paul Stanley com guitarrista brasileiro lança músicaSoul Station
Projeto de Paul Stanley com guitarrista brasileiro lança música

Carlinhos Brown: ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razãoCarlinhos Brown
Ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razão

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.

Kurt Cobain: ele não curtia Led Zeppelin e Aerosmith devido às letras machistasKurt Cobain
Ele não curtia Led Zeppelin e Aerosmith devido às letras machistas

Jon Schaffer: Todd La Torre se diz chocado, mas não surpreso com atos do guitarristaJon Schaffer
Todd La Torre se diz chocado, mas não surpreso com atos do guitarrista

Yngwie Malmsteen: aos 10 anos ele fazia solos de Blackmore e enganava os amigosYngwie Malmsteen
Aos 10 anos ele fazia solos de Blackmore e enganava os amigos

Eddie Van Halen: ele chorou quando Wolfgang mostrou música que fala sobre perdaEddie Van Halen
Ele chorou quando Wolfgang mostrou música que fala sobre perda

Max Cavalera: O único presidente bom do Brasil foi mortoMax Cavalera
"O único presidente bom do Brasil foi morto"

Angra: Kiko Loureiro publica vídeo tocando bossa nova com Andre Matos na FrançaAngra
Kiko Loureiro publica vídeo tocando bossa nova com Andre Matos na França

Saxon: banda divulga cover para a clássica Speed King, do Deep PurpleSaxon
Banda divulga cover para a clássica "Speed King", do Deep Purple


Matérias Recomendadas

Slipknot: Corey não entende tristeza dos colegas e diz ter pouco em comum com elesSlipknot
Corey não entende tristeza dos colegas e diz ter pouco em comum com eles

Mulheres no Rock: as mais importantes segundo rádio inglesaMulheres no Rock
As mais importantes segundo rádio inglesa

Metallica: Hetfield explica por que não gosta de bater fotos com fãsMetallica
Hetfield explica por que não gosta de bater fotos com fãs

Queen: Estaríamos fazendo música se Freddie estivesse vivo, mas não sei de JohnQueen
"Estaríamos fazendo música se Freddie estivesse vivo, mas não sei de John"

Courtney Love: Essa música é sobre minha vagina, sabia?Courtney Love
"Essa música é sobre minha vagina, sabia?"

Tunecore
Baladas de Sangue

Accept: Em 1981, o caminho encontrado com o "Breaker"

Resenha - Breaker - Accept

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Johnny Paul Soares
Enviar Correções  


O Accept fixou seu estilo musical no topo da montanha com seu terceiro trabalho de estúdio, Breaker, lançado em 1981. Com os integrantes Udo Dirkschneider (vocal), Wolf Hoffmann e Jorg Fischer (guitarras), Peter Baltes (baixo e vocais) e Stefan Kauffmann (bateria) fartos de pessoas de fora interferirem na música da banda, e culminando com as tentativas frustrantes de vender os álbuns Accept (1979) e I'm A Rebel (1980), decidiram se isolar para fazerem um trabalho digno e consistente, e resultou em Breaker.

Considerando que o álbum foi gravado entre dezembro de 1980 e janeiro de 1981, é de se surpreender o que os caras fizeram e a influência matadora que teriam na música. Breaker serviu de ponte para a era de ouro que se seguiu nos anos seguintes.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O disco já abre com a paulada Starlight, com Udo atingindo incríveis notas e agudos. Já a rápida Breaker, diga-se de passagem, é uma amostra do que viria a ser o seu disco seguinte. Run If You Can vem em seguida fazendo ótima dobradinha com sua antecessora. Can't Stand The Night dá aquela pausa na loucura toda e baixa a poeira e, mesmo assim, é um dos pontos altos do disco. Son Of A Bitch foi composta pelos alemães depois de escutarem a namorada (na época) de Don Dokken, que estava no Delta Studios, dizer alguns palavrões em inglês, o que fez Hoffmann pensar que daria em música. Gravaram esse porrete avassalador de insultos e colocaram a letra censurada na contra-capa de propósito... e houve polêmicas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Burning é aquele Rock N' Roll mesclado com Heavy Metal que faz até aquele que não gosta balançar a cabeça. Feelings (a minha preferida) levanta a bandeira do Rock em um refrão que diz que "é Rock para sempre e sempre". Midnight Highway é um rockaço a la AC/DC e mostra o quanto esta mesma banda tem influência no Accept. Breaking Up Again é uma balada cantada por Peter Baltes e torna a atmosfera mais calma para dar sequência à Down And Out, que nasce com a bateria de Stefan Kauffmann para dar o pontapé inicial nas guitarras ferozes de Jorg Fischer e Wolf Hoffman e fechar o disco com respeito.

O álbum foi gravado no Delta Studios, Wilster (Alemanha), lançado pelo selo Brain (Alemanha) e Reprise (Estados Unidos) com produção de Dirk Steffens.

Todas as músicas são assinadas pelos integrantes do Accept.

01 Starlight
02 Breaker
03 Run If You Can
04 Can't Stand the Night
05 Son of a Bitch
06 Burning
07 Feelings
08 Midnight Highway
09 Breaking Up Again
10 Down And Out

Créditos:

Udo Dirkschneider - Vocais
Wolf Hoffmann - Guitarras
Jörg Fischer - Guitarras
Peter Baltes - Baixo, vocal de apoio e vocal principal em "Breaking Up Again"
Stefan Kaufmann - Bateria e vocal de apoio

Dirk Steffens - Produção